Arquivo diários:31 de julho de 2015

Nota de Esclarecimento sobre vídeo com o Prefeito Carlos Eduardo

Em respeito à sociedade e ao Poder Judiciário do Estado, a Prefeitura Municipal do Natal vem a público para se pronunciar sobre a tentativa de se criar uma falsa polêmica em torno de uma gravação em vídeo, feita inadvertidamente, de uma audiência de trabalho realizada com a participação do prefeito Carlos Eduardo, de secretários do Município e de sindicalistas representantes de categorias do funcionalismo público.

Ainda que uma expressão proferida no trecho do referido vídeo não tenha sido a mais apropriada, o que se buscou naquele momento foi tão somente transmitir a gravidade do atual quadro econômico enfrentado pelo Município. Um quadro que impossibilitava, e ainda impossibilita, o atendimento às reivindicações apresentadas pelos sindicalistas e que se acentua pelos fatos citados naquela reunião. Em meio a todo o contexto tratado na audiência em questão, foram feitas referências a pleitos legítimos de sobrestamento de dívidas do Município à Justiça. Restou explicitado que, sem esse recurso legítimo, a administração da Prefeitura ficaria seriamente comprometida, para não dizer inviabilizada, sem condições de se reorganizar financeiramente e de honrar seus compromissos, sobretudo com os seus servidores. A própria história e vida pública do prefeito Carlos Eduardo desautorizam qualquer outra interpretação que siga em uma direção diferente desta.

A atual administração da Prefeitura do Natal reitera com toda a ênfase seu profundo respeito ao Poder Judiciário e a todos os seus integrantes. Da mesma forma, ratifica o propósito de manter a relação harmônica e o espírito colaborativo com as instituições que o compõem, incluindo nesta relação o Ministério Público. Com a mesma veemência, a gestão municipal lamenta que o assunto esteja sendo desvirtuado com fins e instrumentos bem nítidos, mas nem sempre confessáveis.

 

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL

Na era das Startups, no ranking dos estados o RN está na 15ª colocação com apenas 1%

COLUNA_logo

Formatado pelo Secretário de Política de Informática do MCTI (Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação) Virgílio Almeida, o programa Startup Brasil está sendo a melhor política de incentivo às startups até agora criado pelo governo federal.

IMAGEM.1Antes dele, houve vários programas, como o Inovar, de 2001, o Programa Juros Zero, de 2004, o Rahe Inovação, de 2004, a Subvenção Econômica, de 2006, o Prime, de 2009, o PAPPE Integração de 2010.

Cada um deles significou um aprendizado, mas quase todos pecaram por dois erros: a falta de continuidade e a ausência de sistemas de avaliação.

O Prime (Programa Primeira Empresa Inovadora) nasceu com recursos de R$ 1,3 bilhão e a meta de apoiar 5 mil empresas. A Finep (Financiadora de Estudos e Pesquisas) aportava recursos em incubadoras que apoiavam as empresas. Terminou no primeiro ano, dos quatro previstos, e acabou apoiando 1.380 empresas.

O desperdício maior foi não ter gerado nenhuma avaliação de resultados para permitir um aprendizado. A Startup Brasil foi montada de forma mais cuidadosa.

Os programas anteriores tinham recursos, mas não conseguiam chegar na ponta. Desta vez, resolveu-se inverter a lógica, partindo-se das lições aprendidas, destacamos:

IMAGEM.2Há a necessidade de estimular um ecossistema de inovação. E ecossistemas se resumem a um conjunto de engrenagens. É mais que isso, é uma estrutura dinâmica que tem a complexidade do caos. Tem que se entender e respeitar essa complexidade.

A inteligência é do mercado, é de redes, não de indivíduos. As empresas de TI (tecnologia da informação) focam muito em tecnologia e olham de maneira periférica o mercado. Tem que se alterar a lógica.

Entendidos esses princípios, tratou-se de montar parcerias com empresas privadas. Onde existem edições do Startup Brasil anuais, com duas chamadas públicas, uma para qualificar aceleradoras (fundos de investimentos com capital privado), outra para selecionar startups.

Conforme a Coordenação Geral de Serviços e Programas de Computadores da Secretaria de Política de Informática do MCTI, a primeira preocupação foi conferir uma perspectiva internacional ao programa, incorporando a Apex (Agência de Promoção das Exportações). Entram com investimentos menores e o MCTI entra com bolsas do CNPQ (Conselho Nacional de Pesquisa) no valor previsto de até R$ 200 mil por ano.

As startups passam a ter acesso às melhores aceleradoras, conseguem vistos para atrair estrangeiros, tem contato com hubs internacionais e participam de eventos nacionais e internacionais, no qual os desenvolvedores apresentam seus projetos para os investidores

Até agora foram feitas três seleções, analisadas 2,855 propostas, 20% das quais infelizmente internacionais, e apoiadas 183 empresas.

São números pequenos, sugerindo que o programa até agora é considerado um piloto que, em breve, necessitará de escala.

Fonte: (Com informações da ABSTARTUPS e JORNALGGN)

 

  • EMPREENDEDORISMO

Franquias de alimentação são as que mais crescem no Rio Grande do Norte

 Setor de franchising atrai investimentos para o Estado que apresentou crescimento de 4,9% e faturamento de R$ 171 milhões em 2014

Apesar do cenário de retração da economia em 2015, o setor de franchising cresce em todo o Brasil, inclusive no Rio Grande do Norte. O Estado apresentou crescimento de 4,9% e faturamento de R$ 171 milhões em 2014, à frente de estados nordestinos como Paraíba, Alagoas, Piauí e Sergipe, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Em âmbito nacional, a pesquisa mais recente da entidade aponta ampliação do faturamento nominal em 9,2% no primeiro trimestre de 2015. Atualmente existem 125 mil unidades franqueadas e mais de 2.400 empresas franqueadoras em todo o País, onde somente no ano passado foram criadas 48 franquias por dia, responsáveis por 155 mil novos empregos.

IMAGEM.3No Rio Grande do Norte, os empresários aproveitam as oportunidades de mercado para abrir franquias e o setor de alimentos é apontado pela ABF como o que mais cresce. Essa foi a escolha do empresário paulista Danilo Affonso, que decidiu trazer a Natal o restaurante L’Entrecôte de Paris, em funcionamento desde maio no Natal Shopping. Trata-se do primeiro estabelecimento da capital potiguar a servir um prato único – o noix d’entrecôte (corte francês da parte nobre do contrafilé), acompanhado de batatas fritas à vontade e o famoso molho secreto da casa – que leva 21 ingredientes e 36 horas de preparação. A decisão de Danilo foi baseada na solidez da rede que surgiu há cinco anos em São Paulo e hoje em dia está presente em 12 cidades brasileiras e até em Miami (EUA).

O sucesso desse tipo de negócio está na segurança que ele transmite, afinal, as franquias já foram testadas e aprovadas. Ou seja, o investidor tem a certeza dos bons resultados de seu empreendimento ao receber um modelo de negócio pronto, com suporte da franqueadora para treinamento da equipe, ações de marketing e comunicação. Para os franqueados fica a responsabilidade da gestão de pessoas e financeira.

IMAGEM.4O L’Entrecôte de Paris faz parte da SMZTO Holding de Franquias, grupo com mais de 20 anos de experiência em franchising. Com mais de 390 mil pratos servidos em 2014, sete unidades inauguradas e um crescimento previsto em aproximadamente 90%, a marca praticamente dobrou seu faturamento em comparação a 2013, quando encerrou o ano com uma receita de R$ 9 milhões. “Diante da credibilidade do L’Entrecôte de Paris e da proposta inovadora para o mercado local, optei por essa franquia e agora comprovo que fiz a escolha certa. Conquistamos novos clientes a cada dia, curiosos pelo famoso filé com molho secreto, que contribuem para o nosso sucesso”, comemora o franqueado.

*****   *****

IMAGEM.5Inscrições abertas para o Curso Planejamento e Gestão de Carreira

Será realizado no dia 08 de agosto, às 8h, no Villa Park Hotel, o Curso Planejamento e Gestão de Carreira. O curso terá uma carga horária de 8h e será ministrado por Tatiana Costa Pinto*, consultora em Recursos Humanos da CERH Consultoria.

O curso tem como objetivo provocar uma reflexão sobre o futuro profissional e demonstrar práticas de como potencializar o autoconhecimento e obter a direção para o alcance do sucesso.

Com vagas limitadas, as inscrições estão sendo realizadas através do site www.cerh.com.br. O investimento é R$100, que inclui material de apoio, certificado e almoço.

O conteúdo programático do curso inclui: Cenário e Tendências da vida profissional; Trabalho, Emprego e Carreira; Bagagem Intelectual; Empregabilidade; Planejando e Gerindo a Carreira; Você Profissional; Autoconhecimento; Marketing Pessoal; Competências; Invista em Você; Criando Oportunidades; Áreas de Risco e Construa seu “Foco no Futuro”.

*Sobre a instrutora

Tatiana Costa Pinto é administradora, especialista em Gestão Estratégica de Pessoas, consultora em Recursos Humanos da CERH Consultoria, professora de Pós-Graduação, coordenadora de Fiscalização do Conselho Regional de Administração do RN. Áreas de conhecimento: Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração; Avaliação de Competências; Remuneração Estratégica; Pesquisa de Comprometimento e Clima Organizacional e Identidade Organizacional.

 

  • GESTÃO PÚBLICA

Maior congresso sobre gestão pública do RN está com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o 9º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte (Congesp), que acontece nos dias 13 e 14 de agosto, na sede da Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN), no Centro Administrativo do Estado. O evento é destinado, principalmente, para servidores públicos de todas as esferas do Poder Público, além de estudantes e profissionais de Administração.

Com o tema “Eficiência do Estado e gestão do gasto público“, a edição de 2015 do Congesp tem como objetivo gerar conhecimento na área de gestão pública, disseminando e analisando experiências inovadoras em todas as esferas de poder. Sua importância reside no estímulo ao avanço da capacidade de formular, implementar e mensurar políticas e ações orientadas para resultado.

O Congesp é reconhecido como um dos mais consolidados eventos da área de Gestão Pública em todo o Brasil, tendo edições realizadas em todos os anos desde 2007 e causando grande repercussão entre os que fazem ou estudam a administração pública, face suas temáticas serem focadas nas demandas de nossa sociedade. Ao longo dos anos, vem oportunizando a vinda a Natal de palestrantes com experiência e currículo reconhecidos em nível nacional e internacional para suas programações.

A abordagem da programação técnico-científica englobará discussões de grande relevância para o desenvolvimento de novas metodologias, ferramentas e cenários, de modo a estimular o público a buscar e obter o conhecimento das mais diversas formas de aprendizagem, por meio de palestras com especialistas renomados em Gestão Pública, de painéis com foco no tema do evento, e ainda de apresentações de Trabalhos Científicos.

O Congesp é uma realização do Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) e da Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN), e do Conselho Regional de Administração (CRA-RN).

Os interessados podem se inscrever no site www.congesprn.com.br.

 

  • CONCURSOS E CURSOS PÚBLICOS

-Concurso AGU

São oferecidas 84 vagas na Advocacia Geral da União, com o salário inicial de R$ 17,3 mil, inclusive para o RN.

Conforme anunciado pela própria Advocacia Geral da União – AGU, está disponível o edital nº 1/2015, referente ao concurso público que irá preencher 84 vagas para o cargo de Advogado da União de 2ª Categoria, com reserva de oportunidades para negros e candidatos com deficiência. Vejam o Edital completo e todas as atualizações:

http://www.cespe.unb.br/concursos/agu_15_adv

 

IMAGEM.6-Escola Agrícola de Jundiaí abre inscrições para vagas complementares de cursos técnicos a distância em Natal

A Escola Agrícola de Jundiaí, Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias da UFRN, está com inscrições abertas para preenchimento de vagas complementares nos Cursos Técnicos em Cooperativismo e Informática, ofertados na modalidade de Educação a Distância, com encontros presenciais, através da Rede e-Tec Brasil. Ao todo são oferecidas 70 vagas no município de Natal.

As inscrições gratuitas podem ser realizadas no período de 27 de julho até o dia 04 de agosto, no horário de 8 horas às 12 horas e de 13 horas às 16 horas no Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo – SESCOOP. Endereço: Av Jerônimo Câmara 2994 – Bairro Nazaré- Natal (Próximo à rodoviária).

IMAGEM.7Para participar o candidato deverá apresentar no ato da inscrição o cadastro de pessoa física (CPF), além do documento de identificação com foto e preencher todos os campos do formulário de inscrição presente no edital com as razões que justifiquem a escolha pelo curso, assim como as expectativas. Cada candidato terá direito a apenas uma inscrição. Para realizar inscrição o candidato, necessariamente, deverá ter concluído o ensino médio.

A seleção será realizada através da análise das justificativas entregues pelos candidatos no ato da inscrição. A previsão para publicação do resultado é dia 10 de agosto.

Cooperativismo

O objetivo do Curso Técnico em Cooperativismo é qualificar profissionais para atuar nas atividades de planejamento organizacional, execução, controle e avaliação dos processos e dos ciclos de gestão, nas diversas modalidades de cooperativas, como das áreas de crédito, saúde, trabalho, educação, hospitalar, turismo e lazer, infraestrutura e prestadoras de serviço.

-Informática

O objetivo do curso Técnico em Informática é formar profissionais aptos para atuar com competência no setor, realizando desenvolvimento de programas, instalações e configuração de periféricos e softwares, prestação de suporte técnico aos usuários entre outros.

IMAGEM.8

 

  • PUXÃO DE ORELHA

O puxa e encolhe do Governo do RN: excesso de arrecadação ou frustração de receita?

Após declarar EXCESSO DE ARRECADAÇÃO através da mídia no mês de junho e fazer um estardalhaço achando que era coisa de outro mundo, como também através do DECRETO Nº 25.282, DE 15 DE JUNHO DE 2015, depois de fazer várias suplementações em várias pastas do seu governo, o deslumbrado Governador Robinson Faria parece ter voltado atrás, ou pelo menos se mostrou arrependido. Pois não é que o GOVERNO DO RN agora vem declarando que em julho precisa economizar, na verdade fazer cortes alegando frustração do crescimento da receita estadual e também o aumento na parte do custeio dos órgãos?… É para rir mesmo. Você não esta se enganando. É isso mesmo: FRUSTAÇÃO DE RECEITA!!!

SÓ UMA PERGUNTA: Nenhum Secretário “Técnico” deste Governo não alertou ao Excelentíssimo deslumbrado sobre tal EXCESSO ou FRUSTAÇÃO e que são metas a serem estabelecidas?

 

  • HISTORIAS DA CERVEJA

Cervejas gourmet são a bebida do momento – e conhecê-las está na moda

Nos dias atuais, a cerveja ganhou status e, na versão artesanal

A cerveja é uma bebida popular. Com uma história com origem há mais de 6 mil anos, já foi considerada alimento. Séculos depois, se tornou uma bebida masculina, geralmente associada a reuniões em bares barulhentos e muita algazarra. Mas isso mudou. Nos dias atuais, a cerveja ganhou status e, na versão artesanal, virou bebida gourmet, brilhando imponente em mesas sofisticadas. Tem até sommelier especializado em harmonizá-la com pratos do dia a dia ou de alta gastronomia, cursos para a elaboração de cervejas caseiras e confrarias masculinas e femininas de apreciadores da bebida.

O que representa, aliás, uma reconquista feminina. Pois, na Babilônia e na Suméria, lá pelos anos 4.000 a.C. eram elas as responsáveis pelo fabrico da cerveja, e as que assumiam a função de mestres-cervejeiras eram vistas quase como figuras divinas. Conta a história que a cerveja, antes de ser vista como uma bebida mundana, foi oferenda para os deuses, alimento para os pobres, moeda para pagamento de trabalhadores e, quando aromatizadas, reservadas aos nobres.

Com a importância conquistada pela cerveja nas mesas gourmet, vale a pena aprimorar os conhecimentos sobre a bebida que está na moda.

 

IMAGEM.9PRODUÇÃO CASEIRA

O movimento slowfood, que prega uma alimentação com prazer, consciência e responsabilidade, surgiu em 1986 e foi seguido pelo slowbeer, com os mesmos conceitos, fugindo da padronização de sabores e aromas da cerveja. Além disso, os altos impostos para a bebida influenciaram na procura por utensílios, matéria-prima e equipamentos para a elaboração artesanal (homebrewing). Como consequência, clubes de colecionadores foram formados, confrarias começaram a se reunir para degustações e concursos foram organizados. O movimento cervejeiro, no Brasil, tomou corpo em 2005 com o surgimento de cervejarias artesanais e de bares temáticos. O mesmo fenômeno ocorreu com a expansão dos interessados em produzir cervejas caseiras.

Produzir cerveja já foi atividade doméstica. Os homens cuidavam da caça, da guerra e do trabalho braçal, e as mulheres ficavam responsáveis por produzir alimentos e bebidas. Como o pão e a cerveja tinham os mesmos ingredientes, elas preparavam ambos simultaneamente.

Até o século 18, no norte da Alemanha, os utensílios para a produção de cerveja faziam parte do enxoval das noivas.

No Brasil, usa-se a palavra chope para designar a cerveja armazenada em barris e servida através de torneiras depois de resfriada ao passar por serpentinas.

Com o tempo, as receitas de cerveja foram sendo modificadas. Bebidas que usavam trigo, arroz e milho em lugar da cevada e também as que ganhavam açúcares e frutas eram rotuladas como cerveja. Na Alemanha, para estabelecer padrões para a bebida, foi promulgada a Lei da Pureza, em 1516, determinando que os únicos ingredientes permitidos para a fabricação da cerveja germânica eram água, malte de cevada e lúpulo. A levedura não foi citada porque, na época, acreditava-se que fermentação era dádiva divina. Ela foi anexada, no final do século 19, a partir de estudos de Louis Pasteur. Mais tarde, foi incluído o malte de trigo.

Fonte (ZH vida e estilo)

 

“A melhor rede social ainda é uma mesa rodeada de amigos e uma boa cerveja”

 

  • FRASE DA SEMANA

“Não é boato não. É uma afirmação minha. A moda agora do governo é dizer que tudo é ‘boato’”.

(Do deputado Kelps Lima, criticando a forma como o Governador Robinson se refere quanto a ilegalidade da propaganda lançada este mês, contrariando a LEI aprovada pela AL).

Robinson Faria não cumpre Leis e militares do RN decidem retomar acampamento na Governadoria a partir do dia 5

Foto AssessoriaNa tarde desta quarta-feira, 30, os policiais e bombeiros militares foram às ruas de Natal em carreata, com um buzinaço até a Governadoria do Estado, como forma de reivindicar o cumprimento de três demandas previstas em lei, mas ainda não colocadas em prática pelo governo: o devido enquadramento dos níveis remuneratórios, a remuneração de acordo com o posto de graduação e a promoção ex officio – concedida quando o graduado permanece por tempo dobrado em um mesmo nível por causa da ausência de vagas. A concentração saiu da sede da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte (ASSPMBM/RN), na Avenida Presidente Bandeira, após Assembleia Geral onde os militares decidiram retomar o acampamento em frente à Governadoria na próxima quarta-feira, 05, a partir das 8h.

De acordo com o presidente da ASSPMBM/RN, Eliabe Marques, a categoria optou por essa medida porque, mesmo ciente das necessidades desses profissionais, o Poder Executivo ainda não atendeu às demandas solicitadas. “O governo conhece nossas reivindicações desde o dia 05 de fevereiro deste ano, porém, nada foi realizado de lá para cá. Durante este período nós enviamos ofícios, participamos de reuniões, mas nada de concreto foi feito. Por isso retomaremos a mobilização para conquistar os nossos direitos. Não estamos pedindo nada demais, apenas que a lei seja cumprida”, ressalta.

Ao fim da carreata, os presidentes das entidades representativas dos praças entregaram simbolicamente a pauta de reivindicações na Governadoria, onde participaram de reunião na manhã nesta quarta-feira (30) com a com a chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, que prometeu marcar um encontro com o governador Robinson Faria. “Queremos expor diretamente a ele a insatisfação geral dos profissionais da segurança pública. Esperamos que a situação atual seja resolvida o mais rápido possível”, enfatiza Eliabe Marques.

Prefeitura de Parnamirim paga hoje seus servidores

DivulgaçãoO prefeito Maurício Marques confirma para hoje (31) o pagamento de todos os servidores do município.

São R$ 10 milhões de reais que irão garantir o pagamento de 4.500 funcionários públicos.

Na semana passada o prefeito anunciou uma série de cortes que ajudarão ao município manter os serviços em dia e com qualidade.

Na oportunidade ele reforçou que entre as prioridades da administração está o cumprimento do calendário de pagamento.

Aqui em Parnamirim não atrasamos em um só dia os salários dos servidores. Fazemos isso desde o primeiro mês de nossa administração e iremos continuar assim apesar de todas as dificuldades”, disse.