Blog editado a partir de Natal/RN - Brasil.

Publicidade
Instagram
Twitter
Publicidade
Buscar
Calendário
junho 2017
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
Publicidade
Publicidade

Archive for junho 13th, 2017

Os riscos e benefícios das comidas típicas do São João

Quadrilhas, fogueiras e bandeirinhas. A festa junina, comemorada em todo o Brasil e que ganha grande expressão no Nordeste, tem como uma das principais tradições, as comidas típicas.

Pamonha, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca e bolo de milho são alguns dos alimentos consumidos nesse período. O ingrediente comum de todos eles é o milho. A nutricionista Roseanny Cristina, do Hapvida Saúde, explica que o cereal é um ótimo aliado da saúde por ser rico em vitaminas.

“O milho é uma fonte de fibras para saúde, rico em vitamina A e E, é um alimento que proporciona fonte de energia e melhora no funcionamento do organismo”.

Mas, apesar do milho trazer benefícios à saúde, a preparação dos pratos com outros ingredientes pode não ser tão saudável. “Os ingredientes que levam nas comidas de típicas, como manteiga e açúcar, podem acarretar problemas futuros. Sendo também prejudicial a um paciente diabético ou hipertenso”, ressalta a nutricionista.

Outros alimentos que fazem parte do cardápio da festividade são os doces: vatapá, mugunzá, paçoca, baião de dois e pé de moleque. Com tantas opções dessa culinária típica, a palavra chave é moderação.

Segundo a profissional, é possível fazer a substituição de ingredientes. “Na hora de preparar os alimentos, pode trocar determinados itens por leite desnatado, açúcar demerara ou orgânico e manteiga orgânica”, ressalta.

Em Parnamirim, equipe do Disque 100 orienta sobre combate ao trabalho infantil

Uma equipe do Disque 100 esteve na manhã de ontem, 12, no CRAS de Monte Castelo para orientar as crianças sobre a questão do trabalho infantil, uma prática que ainda ocorre em Parnamirim e que deve ser combatida.

A coordenadora da unidade, Gilvanete Satiró, explicou que convidou a equipe para repassar o conhecimento aos alunos para que essas crianças pudessem se proteger. A assistente social, Érica Luciana Silva das Chagas, desmistificou o assunto através de atividades lúdicas com as crianças.

De forma leve, mostrou às crianças o que é o trabalho infantil, o que é coação e como se deve agir em alguma situação assim. “O trabalho infantil pode provocar o desgaste físico, emocional e psicológico da criança. E, deve ser combatido“, disse a profissional que identifica em Parnamirim frequentes nas feiras-livres e nos sinais de trânsito, especialmente no bairro de Emaus.

Ao ser detectado um caso de trabalho infantil, a orientação é ligar para o Disque 100 que funciona 24 horas. “Ao receber a denúncia,averiguamos e damos os encaminhamentos necessários”, disse Érica Chagas.

PROMOÇÃO MIDWAY – Sorteio de BMW conversível Mini Coopers acontece nesta quarta-feira (14)

Em comemoração aos seus 12 anos de funcionamento, a tradicional campanha promocional de aniversário do Midway Mall chega ao seu término nesta quarta-feira, 14. Este ano, o Shopping presenteia seu público com o sorteio de uma BMW 430i conversível e dois Mini Cooper S 0km, avaliados em R$ 500 mil.

Lançada em abril e com o grande sorteio acontecendo nesta quarta-feira, a campanha vem incrementando o fluxo de consumidores no empreendimento e contribuiu consideravelmente para as vendas do período, inclusive Dia das Mães e Dia dos Namorados. Clientes podem trocar seus cupons de compras até esta terça-feira (13/06), às 22h,  porém de compras realizadas até o dia 12/6.

“É sempre uma satisfação para o Shopping perceber esta corrida final para a troca de notas por cupons de sorteio. A promoção atingiu nossos objetivos, com um crescimento sólido no fluxo de consumidores, bem como um aquecimento nas vendas durante todo o período. Mais uma vez, nossa campanha promocional foi um sucesso, com mais de um milhão de cupons trocados”, afirma Diego Fernandes, Supervisor do Departamento de Marketing do Midway Mall.

Para concorrer a BMW conversível e aos dois Mini Cooper S o consumidor deve apresentar notas fiscais de compras realizadas até o dia 12 de junho no Posto de Troca e a cada R$ 50,00 receberá cupons de sorteio. Os valores das compras poderão ser cumulativos e são válidas todas as notas fiscais e cupons emitidos por lojas do Shopping, inclusive do Hipermercado Extra e de lojas de Alimentação. O Posto de Troca – totalmente informatizado – está localizado no 3º piso.

Secretaria de Trânsito de Parnamirim promove projeto Educação de Trânsito na Escola

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, realizará na quarta-feira (14), às 9h, no Teatro Municipal o lançamento do projeto “Educação de Trânsito na Escola“. A ação será realizada com estudantes entre 5 a 12 anos e objetiva conscientizar as crianças sobre a importância de seguir as normas de trânsito. O projeto é uma iniciativa da Prefeitura em parceria com o Governo do Estado, através do Detran, por intermédio do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE).

As primeiras escolas a receber o projeto serão: Ivanira Paisinho, Costa e Silva e Augusto Severo. O programa será realizado em duas etapas. No primeiro momento 450 alunos serão contemplados, outros 600 estudantes devem participar da segunda etapa. A meta da SETRA é formar 1000 crianças até o fim do ano. Durante a formação Policiais Militares do CPRE realizaram palestras nas escolas para conscientizar os jovens sobre a importância do trânsito seguro.

O secretário de trânsito, Marcondes Rodrigues, afirma que com a ação as crianças podem fiscalizar os pais e garantir um trânsito melhor no futuro. “Estamos plantando uma semente para formar o motorista seguro de amanhã. O trânsito é construído com prevenção“, afirmou. Durante o evento de lançamento o projeto será apresentado para alunos e professores da rede municipal. Na ação serão anunciadas as escolas participantes e o calendário do programa.

Professores Mediadores de Leitura discutem a importância da biblioteca nas escolas da rede pública de Natal

Foto Adrovando Claro

Dentro do processo contínuo de formação pedagógica dos professores da Rede Municipal de Ensino de Natal, cerca de 70 mediadores de leitura que atuam nas bibliotecas das escolas participaram do “3º Encontro de Formação Entre Leituras e Leitores: Mediadores”, nesta segunda-feira (12) com o tema “Biblioteca e sala de aula: estratégias para uma parceria no trabalho de formação de leitores”. O encontro aconteceu no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure).

De acordo com a professora formadora da Secretaria Municipal de Educação, Mirian Dantas de Araújo (Mirianzinha), os objetivos da formação são socializar e recomendar obras literárias, contribuir para o desenvolvimento de comportamentos leitores e discutir estratégias que possibilitem ações conjuntas de promoção da leitura envolvendo biblioteca e sala de aula.

As atividades foram iniciadas com o momento de acolhida – “Deixe junho pro São João”, de Manoel Cavalcante, em seguida, os mediadores participaram das atividades “Adivinhe se puder”, “intercâmbio entre escolas: o que nós vivenciamos?”, atividade em grupo: construindo parcerias e as discussões sobre as estratégias de leitura e a avaliação.

A professora Mirianzinha conta que as bibliotecas municipais têm um acervo muito bom e cita alguns atores que são sugeridos para os mediadores trabalharem nas escolas. “Além de Monteiro Lobato, também trabalhamos com as obras de Ziraldo, Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Bartolomeu Campos Queiros, diversos autores potiguares, entre eles, José de Castro, Salizete Freire, Manoel Cavalcante, Daniel Campos e tantos outros. E também alguns autores estrangeiros estamos discutindo as suas obras”, disse. “A nossa ideia é que o plano de leitura não seja apenas da biblioteca, é sim, de toda a escola, que extravase para a comunidade e as famílias”, concluiu.

A professora formadora da SME, Rosa Magda dos Santos, conta algumas ações que foram vivenciadas no intercâmbio entre escolas. “Vivenciamos diversas atividades, como Calçadão Literário, Clube de leitura da família, alunos mediadores, assombro literário, semana no cinema, biblioteca aberta no recreio, produção literária de alunos e depoimentos, espaço e acervos organizados e a parceria com a sala de aula”.

A mediadora de leitura da Escola Municipal Ivonete Maciel, Cláudia Fernandes, falou da sua participação no intercâmbio de experiências leitoras. “Visitei a biblioteca da Escola Municipal Celestino Pimentel e fomos acolhidos de forma maravilhosa com muito cuidado, atenção e carinho. Os mediadores de leitura da Celestino estão de parabéns. A biblioteca é muito organizada, com acervo separados por gêneros e cores”. Para Cláudia Fernandes, o intercâmbio foi produtivo e dinâmico, possibilitando trocas e muito aprendizado.

O encontro de formação é conduzido pelas professoras formadoras Mirian Dantas de Araújo, Rosa Magda dos Santos e Carolina Cândido do Amaral.

Prêmio Estácio de Jornalismo 2017 tem inscrições prorrogadas até 25 de junho

Jornalistas poderão inscrever suas reportagens direto pelo site da premiação; R$ 125 mil serão distribuídos para as melhores matérias do ano sobre ensino superior

 

Jornalistas de todo o Brasil ganharam um tempo extra para participar da edição 2017 do Prêmio Estácio de Jornalismo. As reportagens veiculadas no país entre 11 de junho de 2016 e 10 junho de 2017, que tenham o Ensino Superior como tema central, poderão ser enviadas até o dia 25 de junho de 2017. Cada concorrente poderá inscrever até 5 (cinco) reportagens. A premiação irá distribuir R$ 125 mil para as melhores matérias do ano produzidas sobre o tema.

As reportagens poderão ser inscritas no site www.premioestaciodejornalismo.com.br. Além de cadastrar as informações sobre as reportagens, é possível fazer o upload dos arquivos das matérias pela plataforma de inscrição online. O processo é seguro e rápido.

O Prêmio Estácio de Jornalismo é hoje o único em nível nacional dedicado exclusivamente a esta temática. Desde sua criação, o prêmio vem demonstrando um crescimento expressivo na quantidade de reportagens inscritas e na qualidade dos conteúdos produzidos pelos jornalistas. Até o momento, o prêmio registrou a participação de mais de 1.000 jornalistas e profissionais de imprensa, que inscreveram um total de mais de 1.400 reportagens veiculadas em 25 estados e no Distrito Federal. Foram mais de 100 premiados, entre concorrentes individuais e equipes, desde 2011.

 

Resultados

Os finalistas terão seus nomes divulgados em agosto e o anúncio dos vencedores será feito durante solenidade, em lugar e data a serem divulgados oportunamente.

Sede própria do CMEI Professor José Carlos Bezerra será entregue nesta terça-feira

Foto Adrovando Claro

A Prefeitura do Natal entrega nesta terça-feira (13), para a população do bairro de Igapó, na Zona Norte, o prédio próprio do Centro Municipal de Educação Infantil Professor José Carlos Bezerra de Jesus Filho. A inauguração vai acontecer às 16h30 na unidade de ensino localizada na Rua Bela Vista, S/N. Esta é a 18ª unidade de ensino entregue pelo prefeito Carlos Eduardo desde 2013 até esta data.

O CMEI Professor José Carlos Bezerra de Jesus Filho atende 247 crianças dos níveis II, III e IV da Educação Infantil, e funcionava até então, em um espaço alugado pela Secretaria Municipal de Educação (SME).

A nova estrutura física do CMEI conta com cinco salas de aula, secretaria, direção, refeitório, cozinha, lavanderia, banheiros femininos e masculinos com chuveiros, além do banheiro adaptado para pessoas com deficiência ou pouca mobilidade. A estrutura conta também com rampas de acesso. A obra foi executada pela empresa Conarte – Projetos, Construções e Serviços LTDA, com investimentos de R$ 190 mil do orçamento próprio da Prefeitura do Natal.

De acordo com a chefe do Setor de Orçamentos, Conferência e Manutenção da SME, Miriam Neri de Almeida, o CMEI funcionava em um imóvel alugado, e não foi encontrado um terreno adequado para construir a nova sede na região. “Como a demanda é grande da população do bairro de Igapó para a Educação Infantil, e a SME não encontrava um terreno para construir a sede do CMEI Professor José Carlos Bezerra, então utilizamos uma área existente na Escola Municipal Irmã Arcângela, que possuía um prédio grande. Parte do prédio passou por total melhoria nas instalações físicas para sediar o CMEI Professor José Carlos Bezerra”.

O fiscal da obra e engenheiro do Departamento de Engenharia e Arquitetura da SME, Eduardo Pagnoncelli, explicou que foi construído um muro dividindo a escola do novo CMEI, e as melhorias nas instalações físicas foram realizadas por meio de um projeto de adequação para funcionar a unidade infantil. “Foram reformados todos os banheiros, todas as salas, parte elétrica e hidráulica, revisão de cobertura, foi feito ainda as rampas de acesso, cozinha, refeitório e a parte administrativa foram todas adequadas e reformadas, sendo toda a estrutura praticamente nova”.

O Centro de Educação Infantil Professor José Carlos Bezerra atende crianças dos três anos de idade aos cinco anos e 11 meses, nos níveis II, III e IV da Educação Infantil. A unidade de ensino conta com 10 educadores infantil, cinco estagiários, três auxiliares de serviços gerais, uma assistente de secretariado, dois auxiliares de cozinha, uma merendeira, dois porteiros diurnos e quatro porteiros noturnos.

 

Professor José Carlos Bezerra de Jesus Filho

Nasceu em São Gonçalo do Amarante no dia 05 de junho de 1952, sendo filho de Francisca Emiliano de Jesus e José Carlos Bezerra de Jesus. Filho de família pobre, sem condições de custear os estudos, começou a ministrar aulas em casa, para ajudar a suprir algumas demandas da família. Com esforços próprios, ajuda e incentivo de sua mãe, foi o único de seus irmãos que conseguiu o êxito da graduação em um curso superior.

A primeira escola a trabalhar foi a Escola Estadual Potiguassu. Entrou para a Rede Municipal de Natal em 1979, e atuou na Escola Municipal Irmã Arcângela, ministrando aulas para as turmas de 4ª série e alfabetização. Também atuou na Escola Municipal Vicente de França Monte (São Gonçalo do Amarante) e Instituto de Cegos.

Dos seus 24 anos de trabalho na Escola Municipal Irmã Arcângela, atuou na função de coordenador pedagógico e foi candidato ao cargo de vice-diretor e professor.

No 2000 foi acometido por um grave problema de saúde, mas resistiu e continuou servindo e ajudando aos que estavam ao seu redor. Em 25 de setembro de 2004, sofreu outra crise de saúde e, desta vez, não resistiu. Adormeceu. Deixou saudades aos familiares e amigos, que o reconhecem como um ser humano fantástico. Admirado por suas virtudes, era também conhecido e respeitado no bairro de Igapó, onde viveu até seus últimos dias.

Comissão da Câmara de Vereadores acata Projeto do Parque Tecnológico de Natal

Em reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), realizada nesta segunda-feira (12), os vereadores de Natal acataram o Projeto do Parque Tecnológico de Natal, que dispõe sobre a concessão de incentivos fiscais a empresas de Tecnologia da Informação e Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) integrantes de Parque Tecnológico, localizados na capital potiguar.

A relatora da proposição, vereadora Nina Souza, destacou o trabalho da Comissão de Constituição e Justiça. “Todos os membros desta comissão desempenham uma tarefa relevante para os interesses da cidade“, avaliou.

LDO e PPA são aprovados na Comissão de Justiça da Câmara de Natal

Foto Verônica Macedo

Durante uma reunião nesta segunda-feira (12), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara Municipal de Natal, aprovou o Projeto de Lei Complementar que trata das diretrizes orçamentárias (LDO) para a Lei Orçamentária Anual (LOA 2018). Na ocasião, também recebeu parecer favorável o Plano Plurianual (PPA 2018/2021), com relatoria do vereador Aldo Clemente (PMB).

Ambos os projetos foram encaminhados para a análise da Comissão de Finanças. Estiveram presentes a vereadora Nina Souza (PEN) e os vereadores Felipe Alves (PMDB), Ubaldo Fernandes (PMDB), Kleber Fernandes (PDT) e Ériko Jácome (PTN).

A Lei de Diretrizes Orçamentárias compreende as metas e prioridades da administração pública municipal, incluindo as despesas para o exercício financeiro do próximo ano, orientando para a elaboração. “Trata-se de uma matéria orçamentária de grande importância; observamos os aspectos jurídicos e consideramos que está tudo dentro da legalidade“, afirmou o vereador Felipe Alves, relator do texto.

Já o Plano Plurianual (PPA) está previsto no artigo 165 da Constituição Federal e estabelece as diretrizes, objetivos e metas a serem seguidos pelo Executivo ao longo dos próximos quatro anos; começa a ser votado na manhã desta terça-feira (13), em primeira discussão, durante sessão extraordinária.

Mais cedo foi realizada uma audiência pública com aintenção de esclarecer dúvidas, com gestores das secretarias de Planejamento (Sempla) e Tributação (Semut), sobre a matéria antes da votação no Plenário.

Saque no FGTS ajuda a limpar nome nos órgãos de proteção ao crédito

Porém, além de ter em mãos o recurso financeiro para liquidar a dívida, é importante conhecer a regras do Direito do Consumidor, alerta especialista

 

O saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que teve a quarta fase iniciada neste sábado (10), tem sido uma solução para “limpar” o nome dos orgãos de proteção ao crédito. E ter o nome negativado na praça é mesmo motivo de dor de cabeça para boa parte da população.

Aproximadamente 60,1 milhões de brasileiros estão com restrições ao CPF, enfrentando problemas para contratar empréstimos, financiamentos ou realizar compras parceladas, o que representa quase 40% da população brasileira adulta. Estes dados foram apurados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Porém, além de ter em mãos o recurso financeiro para liquidar a dívida, é importante conhecer a regras do Direito do Consumidor para estes casos. De acordo com o professor da faculdade Estácio, doutor em Direito do Consumidor, Marcus Vinicius Andrade, ao não pagar uma dívida, o consumidor pode ser incluído em órgãos como SPC, Serasa, SCPC.

No entanto, há uma obrigação por parte do fornecedor de notificar o cliente cinco dias antes da inclusão da dívida. “Este prazo é dado para que a pessoa tenha ciência e possa tomar as providências caso não tenha conhecimento da dívida, ou possa comprovar que a quitou, caso a empresa não tenha atestado o pagamento”, explica o professor. Ele acrescenta ainda que a notificação deve ser comunicada, preferencialmente, em um documento físico – de papel.

Além disto, o prazo máximo para o registro nos órgãos de proteção ao crédito é de cinco anos, acrescenta Andrade. “Após este período, a retirada do nome é automática e não pode constar nem o registro de que a pessoa esteve endividada. Isso não quer dizer que a dívida foi perdoada. A dívida continua. A anotação nos órgãos de proteção é que não existirá mais”, esclarece.

No caso de o consumidor efetuar o pagamento, o fornecedor tem o dever de retirar o seu nome de imediato – não é necessário a pessoa ir até o órgão solicitar a remoção. “Se o consumidor estiver em dia e há um cadastro como devedor, é possível até entrar com uma ação de dano moral. Principalmente, se a pessoa foi impedida de realizar uma compra por causa desse registro”, alerta. Geralmente, é dado um prazo de cinco dias para que o nome seja retirado do cadastro.