Blog editado a partir de Natal/RN - Brasil.

Publicidade
Instagram
Twitter
Publicidade
Buscar
Calendário
janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez   fev »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Publicidade
Publicidade
Publicidade Vídeo

Uma homenagem da Prefeitura de Natal para os Professores

Archive for janeiro 5th, 2018

Hospital Municipal de Natal fecha 2017 com mais de 120 mil atendimentos prestados à população

Inaugurado em 2015 como o maior investimento na saúde público de Natal, o Hospital Municipal Doutor Newton Azevedo, popularmente conhecido como Hospital Municipal de Natal (HMN), fechou o ano de 2017 com diversos serviços prestados à população.

Apenas em atendimentos, foram 126.939, sendo 44.459 no Pronto Atendimento Infantil (PS Infantil), 59.479 no PS Adulto e 23.001 no setor de ortopedia. Além disso, o HMN registrou mais 1.900 internamentos na clínica médica.

Com relação aos procedimentos, os números também chamam atenção. Em 12 meses, foram mais de 500 mil, com destaques para a administração de medicamentos (cerca de 90 mil), consulta com observação até 24h (cerca de 90 mil) e raio-x (cerca de 40 mil).

O hospital conta com 80 leitos, sendo 10 de UTI, cinco de saúde mental, 10 de pediatria clínica e o restante de clínica médica. A unidade também conta com serviços para além do atendimento médico, como os de fisioterapia, psicologia, núcleo de saúde coletiva, brinquedoteca, farmácia e vários outros, incluindo a realização e análise de exames.

O HMN ainda dispõe de salas de atendimento e reanimação, três salas no bloco cirúrgico, farmácia, laboratório de análise e bioquímica, serviço de nutrição e dietética, fisioterapia, psicologia, exames de imagem (Raios-x e USG), serviço social, núcleo de saúde coletiva, núcleo interno de regulação, brinquedoteca, central de material e esterilização, refeitório, hotelaria (manutenção, serviço de higienização, rouparia, recepção, portaria, almoxarifado), necrotério, subestação de energia com grupo gerador e, ainda, dos espaços para os prontos atendimentos de urgência e emergência.

Prefeitura de Parnamirim cria conselho municipal e fundo próprio para tecnologia

A Prefeitura de Parnamirim, por meio do Grupo de Ciência e Tecnologia da Informação (GCTI) criou o Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia da Informação (CMCTI) e o Fundo Municipal de Apoio à Ciência (FMACTI), por meio de lei publicada no Diário Oficial do Município. O processo para escolha dos representantes do novo conselho deverá ser feito dentro dos próximos 30 dias.

De natureza consultiva e deliberativa, o CMCTI vai orientar o governo municipal no desenvolvimento científico e tecnológico e julgar os projetos que demandem do Fundo Municipal de Apoio à Ciência, inclusive a criação do Parque Tecnológico de Parnamirim, ampliando as discussões em torno do projeto.

“A ideia é elevar a qualidade de vida da população, no que se refere aos padrões das necessidades sociais e ampliar a base técnico-científica no município, reduzindo o grau de dependência tecnológica, entre outras ações”, explica o Secretário Adjunto do GCTI, Dario Medeiros.

Parnamirim é referência no RN em ações de inclusão digital e infraestutura de TI. Em 2017, o município foi destaque nacional no IT Fórum Expo, um dos maiores da área, realizado no estado de São Paulo, tendo sido a única cidade do Nordeste convidada para expor seu case de cidade digital, inteligente e humana.

Para fortalecer este trabalho, o CMCTI de Parnamirim será um órgão vinculado à Secretaria do Gabinete Civil, com a participação da Prefeitura Municipal e uma firme e valorosa parceria, que inclui a Câmara Municipal, o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Além disso, o CMCTI contará com apoio da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), Federação do Comércio do Rio Grande do Norte (FECOMERCIO/RN) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (SEBRAE/RN).

Também terão representação no CMCTI, a Fundação Norte-rio-grandense de Pesquisa e Cultura (FUNPEC), Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência (SBPC), ALA 10, Universidades Privadas e representantes que tenham atividade acadêmica no Município de Parnamirim.

Programação cultural da 23ª FIART contará com apresentação de orquestras

A 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart), além de ser uma oportunidade para potiguares e turistas conheceram o artesanato produzido em todas as regiões do Brasil, é também palco para promoção de artistas locais e regionais com sua vasta programação cultural – excelente opção de lazer e entretenimento nesse período da alta estação.

Esse ano, a feira realizará o Concerto na Fiart – que vai reunir orquestras, corais e bandas regionais em apresentações diárias. Além disso, a 23ª edição do evento vai contar com a tradicional participação de grupos folclóricos; de dança; artistas circenses; DJs; músicos e cantores do Rio Grande do Norte e de estados vizinhos como Paraíba e Pernambuco.

No período de 24 a 27 de janeiro, dentro da programação cultural da feira, acontece o 16º Festival Folclórico. O Festival reunirá mais de 30 grupos (de dança folclórica e contemporânea) e vai premiar as quatro melhores apresentações, escolhidas por uma comissão julgadora formada por representantes da Fundação José Augusto, do Teatro Alberto Maranhão e da Associação Norte-Rio-Grandense de Folclore.

Toda a estrutura, a programação e a expectativa dos organizadores para a 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart) serão apresentadas no próximo dia 11 de janeiro.

A Fiart, organizada pela Espacial Eventos, é uma realização do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com o Governo Federal, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do RN – Sebrae – e Prefeitura do Natal. Outras informações e fotos estão disponíveis no site www.feirafiart.com.br

 

 

SERVIÇO

Feira Internacional de Artesanato – Fiart

Quando: 19 a 28 de janeiro de 2018

Local: Centro de Convenções de Natal

 

Sobre a Fiart

A 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart) acontecerá no período de 19 a 28 de janeiro, no Centro de Convenções de Natal. Com o tema “Arte Sacra: tradição de fé que esculpe oportunidades”, a próxima edição do evento tem o objetivo de valorizar a cultura religiosa, prmovendo o talento de artesãos desse segmento e fomentando um mercado em ascensão.

A Fiart faz parte do calendário oficial de eventos do Estado e se consolidou como uma excelente opção de negócios, lazer e entretenimento no período da alta estação natalense, com uma variada programação cultural, gastronomia regional e o melhor do artesanato local, nacional e internacional no maior polo hoteleiro da capital potiguar: a Via Costeira.

Reunindo artesãos de todas as regiões do país, em uma ação do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) – que destaca o artesanato brasileiro e oportuniza a inserção desses artesãos nos maiores eventos do artesanato no Brasil, e de vários países, a Fiart é um dos principais eventos do país para valorização do artesão, apresentando-se como um espaço para o desenvolvimento e a promoção dos profissionais do setor. A organização estima receber um público de mais de 70 mil pessoas durante os dez dias de feira.

A Fiart se firmou como evento de abrangência social significativa, com a participação expressiva de artesãos de todas as partes do Brasil, apoiados pelos governos federal, estadual e prefeituras, que contam com espaços exclusivos para o fomento da atividade.   A vigésima terceira edição contará com aproximadamente 300 estandes e será segmentada por categorias, em salões especiais, entre eles: arte sacra, bordados, arte popular, cerâmica, cestaria e nacional.

O Executivo Estadual, por meio da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), terá uma superestrutura para levar ao público os mais expressivos artesãos potiguares inscritos no Programa Estadual de Artesanato (Proarte).

Receita Federal exclui Personal do MEI e CREF16 dá orientações

Válida a partir do dia 1° de janeiro deste ano, a normativa da Receita Federal – Resolução CGSN Nº 137/2017 muda a vida do Profissional de Educação Física registrado como Microempreendedor Individual- MEI. Diante disso, o CREF16/RN expõe a todos os Personal Trainers, que se encaixam nessa condição, para proceder com a alteração de acordo com o que determina a nova legislação. Sendo assim, é necessário que todos procurem o seu respectivo contador para tratar deste assunto.

A norma retirou três profissões da lista das que se enquadravam como MEI e incluiu 12 novas categorias. A partir de 2018, ficaram de fora Personal Trainer, arquivista de documento e contador/técnico contábil. Para ser um MEI é necessário faturar hoje até R$ 60.000,00 por ano ou R$ 5.000,00 por mês, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado que receba o salário-mínimo ou o piso da categoria.

O CREF16/RN está à disposição para fazer as alterações nos registros de MEI, facilitando o seu processo de atualização cadastral. Em anexo segue a Resolução. Para maiores informações procure a nossa sede ou entre em contato pelo telefone: 3201-2254 ou ainda pelo email: administra@cref16.org.br

Sem salários, servidores públicos estaduais sofrem ameaça de demissão

O Governador Robinson Faria anunciou na última quinta-feira (04) um pacote de maldades que atingem diretamente os serviços e os servidores públicos. Entre elas estão a demissão de servidores, suspensão de concessão e pagamento de licenças prêmio e aumento da alíquota da previdência de 11% para 14%. O Governo anunciou ainda a venda de Patrimônio Público como o Centro de Convenções, o Centro de Turismo e a sede do Departamento Estadual de Rodovias (DER). Confira a lista completa das medidas anunciadas pelo Governo do RN aqui.

Este pacote de medidas que visam desmontar o funcionalismo público estadual não é novo. O Governo do Estado, por meio do vice-governador Fábio Dantas (PCdoB), já havia encaminhado mensagens com este objetivo. As principais são:

 

-151/2017 (transforma a remuneração do servidor público em subsídio, Acaba com os Planos de Carreira, congela dos salários e impede o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória);

-118/2017 (aumenta a alíquota da previdência de 11% para 14%);

-050/2015 (cria a previdência complementar para os servidores públicos estaduais)

 

Fazemos questão de lembrar aos servidores públicos do Estado do RN, que essas mensagens não foram votadas pela ALRN, por força e pressão da nossa mobilização constante. O Sinsp/RN junto ao Fórum Estadual de Servidores Públicos tem realizado um trabalho árduo, mobilizando as categorias contra essas medidas que atingem os servidores públicos. Por muitas vezes lotamos as galerias da ALRN, fizemos protestos e conseguimos barrar estas mensagens. Agora, mais uma vez, o Governo quer passar medidas que visam exclusivamente penalizar os servidores. E nós não iremos permitir.

Vale ressaltar que todos os projetos enviados à ALRN que agridem os servidores públicos, enfraquecem e desmontam o funcionalismo público estadual foram enviados pelo vice-governador Fábio Dantas (PCdoB). É sempre ele o autor da maldade.

O Sinsp/RN como legítimo representante dos servidores públicos da administração direta, exige que o Governador pague os salários dos servidores públicos com urgência e devolva a dignidade aos trabalhadores. Bem como devolva à população do RN a normalidade dos serviços públicos.

Para aprovar esse duro pacote de ataques aos servidores o Governador precisa da aprovação dos projetos na Assembleia Legislativa. Você sabia 80% dos servidores da ALRN são cargos comissionados? E que há servidores que recebem mais de R$50mil?

Circula nas redes sócias uma planilha com dados sobre a quantidade de servidores da Assembleia Legislativa do RN e seus respectivos salários, relativos ao mês de novembro de 2017(clique aqui para ver a planilha). A ALRN possui um total de 384 servidores efetivos (18,40% ), diante de uma avalanche de 1.702 (81,60%) de cargos comissionados. Vamos fazer um cálculo simples: Se somarmos o número de servidores da ALRN (efetivos e comissionados) e dividirmos pelo número de deputados da casa, daria uma média de 86,92 servidores por deputado estadual. A planilha mostra servidor recebendo mais de R$ 58mil e vários que recebem acima de R$ 30 mil, ultrapassando o valor do teto salarial que é de R$ 33.700,00, de acordo com o Art. 37, XI da Constituição Federal.

E tem coisa pior: O ex-deputado Gilson Moura, condenado à 30 anos de prisão por corrupção, continua recebendo o salário de R$ 24 mil pela ALRN, e em dia, enquanto os servidores do Poder Executivo amargam atrasos salariais que acumulam três folhas (novembro, dezembro e 13º).

Chamamos a atenção dos senhores deputados! A ALRN vai impor aos servidores redução de direitos, demissão de servidores e aumento na alíquota da previdência?

Estamos de olho e vamos denunciar toda e qualquer irregularidade. Aos senhores deputados informamos que serão lembrados diariamente através de todos os mecanismos de comunicação aqueles deputados que votarem contra os serviços e os servidores públicos estaduais.

Até a presente data nenhum deputado estadual e nenhum partido político, como representação na casa, ou não, se pronunciaram sobre esta planilha, referente à folha de pagamento da ALRN.

 

http://www.sinsprn.org.br/noticias.php?id=155=sem-salarios-servidores-publicos-estaduais-sofrem-ameaca-de-demissao