Blog editado a partir de Natal/RN - Brasil.

Publicidade
Instagram
Twitter
Publicidade
Buscar
Calendário
março 2018
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Publicidade
Publicidade
Publicidade Vídeo

Uma homenagem da Prefeitura de Natal para os Professores

Archive for março 12th, 2018

Diretora de TI do McDonald’s inspira mulheres dentro da companhia

Renata Zepelini apostou em qualificação para avançar no placar da igualdade e virou referência na empresa

 

Renata Zepelini – Diretora de TI do McDonalds Brasil

Ser responsável pela área de Tecnologia de uma multinacional reconhecida no mundo inteiro, atendendo mais de 900 restaurantes e 50 mil funcionários no Brasil, garantindo que os cerca de 2 milhões de clientes diários tenham uma experiência excelente com a marca. Um desafio gigante, mas que serviu para tornar Renata Zepelini, Diretora de Tecnologia da Informação do McDonald’s, uma inspiração dentro da companhia.

Filha de uma cabeleireira e um contador, Renata sempre teve no trabalho árduo deles uma fonte de inspiração para encarar uma carreira complexa e predominantemente exercida por homens. Com capacitação e dedicação, desenvolveu-se profissionalmente e pessoalmente para superar cada obstáculo. “Se em alguma situação tive o julgamento por eu ser mulher, ele foi combatido da melhor maneira: sendo ignorado. Eu me capacito muito para exercer o meu trabalho e por isso confio na entrega que realizarei”, afirma a Diretora, que possui graduação em Processamento de Dados pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e está no McDonald’s há quase sete anos.

Embora os avanços femininos sejam muitos e visíveis, a executiva defende que a sociedade precisa dar mais um passo em relação aos direitos das mulheres, com o engajamento maciço das empresas. “O McDonald’s tornou-se signatário dos Princípios de Empoderamento das Mulheres e do movimento HeforShe (ElesporElas) da ONU Mulheres, e isso foi um grande marco para a instituição e para as mulheres que aqui trabalham”, comenta a diretora.

O talento e a personalidade levaram Renata não apenas ao cargo de Diretora, em que lidera um time de cerca de 50 pessoas, mas também a transformaram em uma referência dentro do McDonald’s, uma fonte de inspiração aos colegas, e uma das vozes mais ativas no Comitê que discute a promoção da Inclusão e Diversidade no dia a dia da empresa. “Já temos muitas iniciativas, mas precisamos ainda percorrer um caminho para ter mais mulheres na posição de liderança executiva na empresa”, defende.

Líder nata, deixa um conselho às mulheres que desejam seguir o mesmo caminho, afirmando que não tem segredo, “é necessário buscar qualificação, ter proatividade para assumir projetos, e, claro, demonstrar que você está apta pra assumir a posição quando ela surgir”, finaliza a executiva.

 

Você sabia?

-No McDonald’s, 50% do quadro de funcionários é composto por mulheres;

-Cerca de 56% dos cargos de liderança dos restaurantes McDonald’s são preenchidos por mulheres;

Antônio Fagundes estrela a comédia “Baixa Terapia” em Natal

Sucesso de público e crítica em São Paulo, peça estrelada por Antônio Fagundes e grande elenco, terá duas apresentações no Teatro Riachuelo.

 

Após um ano de sucesso em São Paulo, o espetáculo “Baixa Terapia”, assistido por mais de 90 mil espectadores, confirma sua passagem por Natal nos dias 23 e 24 de junho, no Teatro Riachuelo.

A comédia, escrita pelo argentino Matias Del Federico e direção de Marco Antônio Pâmio, apresenta três casais que chegam para uma sessão de terapia. Quando se encontram, descobrem que a psicóloga não foi e terão que conduzir a sessão em grupo. Ela deixou a sala preparada com café, água e bastante whisky, além de uma mesa com envelopes numerados, repleto de instruções de como devem conduzir essa sessão especial. O objetivo é que todas as questões sejam resolvidas em grupo. A partir daí vem à tona queixas, confissões, suspeitas, revelações, verdades e mentiras da maneira mais escrachada para eles e divertidíssima para o público.

Os três casais são formados por Ariel (Antonio Fagundes) e Paula (Mara Carvalho), Estevão (Bruno Fagundes) e Tamara (Alexandra Martins) e Roberto (Fábio Espósito) e Andrea (Ilana Kaplan). São pessoas com diferentes problemas e conflitos. Cada envelope trata de temas para cada um dos casais. O ambiente vai esquentando até tornar-se quase caótico. Não são todos que estão dispostos a se abrir para falar dos assuntos que os afligem e aos seus parceiros – já que ocultam algo que jamais revelariam. No final, a sessão de terapia se converte em uma armadilha hilariante.

Baixa Terapia é uma louca comédia com diálogos ácidos, às vezes contraditórios, que fluem num ritmo vertiginoso e mantém o público ligado desde o primeiro minuto.

Você já teve uma “DR”? Você não imagina a deles!

Prefeito de Natal e ministro das Cidades entregam imóveis do Village de Prata

Foto Alex Régis

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, entregou na manhã deste sábado, 10, ao lado do ministro das Cidades, Alexandre Baldy e do vice-presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, os 448 apartamentos do condomínio Village de Prata, empreendimentos Mestre Lucarino e Júlio Lira, no bairro Planalto, Zona Oeste da cidade. Receberam as chaves das novas moradias, pessoas inscritas no Programa Minha Casa Minha Vida e antigos moradores de assentamentos, como 8 de Março, favela do Fio, Estação de Tratamento e Alemão.

Os 28 prédios entregues têm apartamentos de dois quartos, sala, cozinha e banheiro com um custo por unidade de R$ 61 mil e investimento de R$ 27 milhões, recursos do Governo Federal, oriundos do Fundo de Arrendamento Residencial. O total de habitações do Village de Prata contempla 1.792 unidades que devem ser entregues em sua totalidade até novembro deste ano. O investimento total é de R$ 109,312 milhões, recursos federais e contrapartida da Prefeitura do Natal de R$ 2,2175 milhões, com a construção de acessos ao empreendimento.

Este dia 10 de março começou há cinco anos, quando na capital federal, no Ministério das Cidades, fizemos uma explanação da situação de vários assentamentos precários e desumanos de nossa cidade e reivindicamos essa obra. E graças ao Governo Federal, estamos tendo condições de entregar às pessoas”, afirmou o prefeito Carlos Eduardo, agradecendo o apoio do Governo Federal e da Caixa para a realização do sonho da casa própria de 1.792 famílias da cidade.

O prefeito Carlos Eduardo anunciou que a Prefeitura tem projeto já pronto para a construção de duas creches e uma escola para atender estas famílias, como forma de continuidade de investimento no local. Outro benefício para os moradores da área, é uma linha de transporte público, a 41, que já circula até o Village de Prata.

Janaína dos Santos e sua família, recebeu as chaves do apartamento das mãos do ministro Alexandre Baldy, como forma simbólica representando todos os beneficiados no empreendimento. Seu apartamento foi visitado pelo prefeito, pelo ministro e pelo vice-presidente da Caixa, para verem a obra concluída e pronta para receber os novos moradores. O prefeito entregou as chaves à Damiana dos Santos Oliveira; os senadores Garibaldi Alves e José Agripino junto com o deputado federal Walter Alves, entregaram as chaves a Márcia Militão Carvalho e o vice-presidente da Caixa, Nelson de Souza, entregou a Carla dos Santos e sua família.

O ministro da Cidades, Alexandre Baldy, parabenizou o prefeito Carlos Eduardo por conseguir os recursos necessários para a construção do empreendimento e disse que Ministério vai assegurar R$ 6 milhões para uma escola de duas creches para o Village de Prata. “Temos que dar condições de estudo para prepará-los para o futuro”, afirmou o ministro. Segundo o vice-presidente da Caixa, Nelson de Souza, o Ministério das Cidades tem construído o maior número de habitações dos últimos quatro anos.

Metade dos apartamentos entregues neste sábado são destinados a moradores de assentamentos, sendo também uma reivindicação do Movimento de Luta por Moradia, que tem à frente Wellington Bernardo. Segundo ele, após cinco anos de reivindicações e idas ao MInistério junto ao prefeito e secretários municipais de Natal, o sonho dessas pessoas que moravam em barracos, se realiza.

É uma benção, ter minha casa”, com essas palavras e olhos marejados, Joice Silva, 22, com sua filha mais nova nos braços, de cinco meses, se refere à nova moradia no condomínio Village de Prata. Ela foi umas das pessoas atingidas pelo incêndio no assentamento 8 de Março, em outubro do ano passado. De um barraco de madeira, de apenas dois cômodos medindo 5×5 metros, como Joice mesmo descreve, para um apartamento de dois quartos, sala, cozinha e banheiro, medindo 39,23m2, ela se diz abençoada, apesar do susto que passou com o incêndio. “Não sei nem dizer, é uma coisa muito boa”, diz. A expectativa dela é de dias melhores junto com o marido e seus dois filhos no novo endereço.

Bárbara Shirley de Souza, 41, é titular de um apartamento no empreendimento Júlio Lira, no Village de Prata. Inscrita no programa Minha Casa Minha Vida em 2013, ano passado foi surpreendida com o comunicado de que havia sido sorteada pela Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe). “Ainda fico perguntando se é verdade”, diz. Shirley morava na Zona Norte da cidade e mesmo indo para outra área de Natal está feliz. “É minha casa, né!”, diz. Com uma filha de um ano e meio, diz que expectativa da nova morada é das melhores possíveis.

Segundo o secretário Municipal de Habitação, Carlson Gomes, o trabalho da Prefeitura continua junto aos novos moradores do Village de Prata, com o acompanhamento da adaptação com a nova moradia, visando à facilitação da vida em condomínio. “A Prefeitura continua dando total assistência a essas famílias do 8 de Março, bem como para todos os assentados no município, fazendo as mudanças para os novos imóveis”, afirmou.

Participaram da solenidade de entrega do Village de Prata, ao lado do prefeito Carlos Eduardo, do ministro das Cidades, Alexandre Baldy e do vice-presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, o vice-prefeito de Natal, Álvaro Dias; o secretário Municipal de Habitação, Carlson Gomes e o secretário Municipal de Governo, Homero Grec, representando os demais secretários; os senadores Garibaldi Alves e José Agripino; o deputado federal Walter Alves; a vereadora Nina Souza, representando demais vereadores presentes; o presidente do Movimento Luta por Moradia, Wellington Bernardo, representando demais lideranças e os contemplados no empreendimento.

Contribuinte deve ficar atento para não perder prazo de Declaração de Imposto de Renda

Quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em 2017 deve declarar seus rendimentos pelo programa da Receita Federal

 

O contribuinte mais atento e precavido já está com todos os documentos prontos para a temporada de declaração do Imposto de Renda, que teve início na última quinta-feira, 01 de março. A pessoa física tem até o dia 30 de abril para declarar à Receita Federal seus rendimentos referentes ao ano de 2017. A declaração do IR deve ser feita todos os anos pela parcela dos contribuintes brasileiros que ganham mais que o teto-base estipulado pelo fisco do governo federal.

O programa gerador do Imposto de Renda 2018 já está disponível desde a segunda-feira (26). O download pode ser feito por meio da página da Internet da Secretaria da Receita Federal. Outra opção é mediante acesso ao serviço Meu Imposto de Renda, disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC), no site da Receita, com uso de certificado digital. No entanto, para garantir que a declaração será feita sem contratempos e dentro do prazo estimulado pelo órgão federal, o ideal é buscar apoio de um profissional capacitado para lidar com o leão.

Aos contribuintes que possuem vínculo ativo por meio da CLT e que ainda não receberam os seus comprovantes de rendimentos, é importante lembrar-se de pedir às empresas o documento, que é necessário para fazer a declaração. “Além do informe de rendimentos, é necessário ter em mãos ainda os documentos comprobatórios de compra e venda de bens e direitos, bem como da aquisição de dívidas e ônus ocorridos durante o ano passado”, explica Daniel Carvalho, contador e diretor executivo da Rui Cadete. Também é necessário separar recibos de pagamentos efetuados, como plano de saúde, despesas médicas e educacionais, entre outras.

Aqueles que se apressarem para apresentar a declaração já no início de março, sem erros, omissões ou inconsistências, são recompensados e recebem mais cedo as restituições do Imposto de Renda, caso tenham direito. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. Daniel lembra que as restituições já começam a ser pagas em junho, e seguem até dezembro, para os contribuintes cujas declarações não caírem em malha fina. Mas é importante não procrastinar e atentar para não esquecer o prazo: a multa para quem não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo é correspondente a 20% do imposto devido.

 

Quem deve declarar

Para quem tem dúvida sobre a necessidade de declarar o IR, o contador esclarece. Deve declarar neste ano quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2017.  No caso da atividade rural, deve declarar quem teve receita bruta acima R$ 142.798,50. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado.

 

Mudanças em 2018

Uma alteração importante no programa de declaração do IR é que este ano passam a ser solicitadas, de forma não obrigatória, informações como endereço dos imóveis declarados, sua matrícula, IPTU, e data de aquisição. Já no caso de veículos, o Fisco pedirá o número do Renavam. O painel inicial do sistema terá informações das fichas que poderão ser mais relevantes para o contribuinte durante o preenchimento da declaração.

Outra mudança, e que pode ser uma mão na roda para alguns contribuintes, atenta o contador, é a possibilidade de impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para pagamento de todas as cotas do imposto, inclusive as que estão em atraso.

Parnamirim já dispõe de Política Municipal de Saneamento Básico

O município de Parnamirim conta, desde o último dia 09, com a Política Municipal de Saneamento Básico, uma lei que disciplina o planejamento e a execução das ações, obras e serviços de saneamento básico, abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.

E em busca de uma cidade totalmente saneada, a Secretaria de Obras realizou na manhã desta sexta-feira, -09, no auditório Clênio José dos Santos, uma audiência pública para discutir a minuta de contrato de concessão do serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário municipal. “Queremos ouvir a opinião de vocês sobre a renovação desta concessão, as sugestões, as proposições. Quem não pode comparecer, entre no site da prefeitura e nos ajude respondendo ao questionário que disponibilizamos”, disse o secretário Franklin Wanderley.

A audiência pública contou ainda com a participação dos secretários Charles Quadros (Semsur), João Albérico (Saúde), Giovanni Júnior (Finanças) e Irani Guedes (Câmara de Vereadores), Betinho da Mala, Kátia Pires e representantes da Caern. Moradores e lideres comunitários de Cidade Verde fizeram questão de participar da audiência e esclarecer alguns pontos sobre as obras de esgotamento, inclusive se o bairro seria contemplado.

Franklin Wanderley explicou que as obras em Cidade Verde podem sair mesmo antes dessa etapa que será financiada pelo Ministério das Cidades. “O bairro de Cidade Verde já tem a tubulação e por isso as obras poderão ser aceleradas, mesmo antes desse convênio que é bem maior”, disse.

A partir de hoje, Parnamirim também está firmando um convênio com a Agência Reguladora dos Serviços Públicos, pois com a Política Municipal, caberá à Prefeitura incentivar a adoção de mecanismos de planejamento, regulação e fiscalização da prestação dos serviços de saneamento básico.

Oito paredões de som são apreendidos pela Guarda Municipal nas zonas Norte e Oeste de Natal

Uma operação realizada pela Guarda Municipal do Natal (GMN) em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) resultou na noite desse sábado (10), na apreensão de oito paredões de som automotivo. As ocorrências de perturbação do sossego e poluição sonora foram registradas nas zonas Norte e Oeste da capital.

No total, cinco paredões de som foram apreendidos nos bairros de Cidade da Esperança e Cidade Nova. Os outros três foram localizados no bairro de Pajuçara. Na ocasião, o proprietário de um bar que funcionava com execução de música ao vivo sem autorização do órgão competente foi notificado pela equipe de fiscalização e teve o equipamento de som desligado.

Durante o patrulhamento, os guardas municipais abordaram diversas pessoas que passaram por revista pessoal no sentido de localizar arma de fogo, drogas e identificar possíveis foragidos. “Essa operação não se resume apenas ao combate à poluição sonora, mas principalmente na realização de patrulhamento ostensivo pelas ruas dos bairros da cidade no sentido de contribuir com a segurança do cidadão identificado criminosos e os tirando de circulação”, explicou o comandante da GMN, Michel Dantas.

Além de Lei Federal que prevê crime ambiental, o artigo 3º da Lei municipal nº 6.246, sancionada em 20 de maio de 2011 em Natal, versa sobre a proibição do funcionamento dos paredões de som nas vias, praças, praias e demais logradouros públicos do município de Natal e define “paredão de som” como “todo e qualquer equipamento de som automotivo rebocado, instalado ou acoplado nos porta-malas ou sobre a carroceria dos veículos”.

O descumprimento da lei municipal 6.246/2011 é passível de multa que pode variar de 300 a 3.000 unidades fiscal de referência (Ufir). Outro agravante é que o proprietário de veículo flagrado perturbando o sossego público pode ser multado sem a necessidade de medição dos decibéis, com base em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Nessa situação, basta que o agente registre no auto de infração a forma de constatação da transgressão. A infração é considerada grave, registra cinco pontos na CNH e tem penalidade pecuniária de R$ 195,23.

O cidadão pode denunciar o uso irregular de paredões de som ligando para o telefone 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) que as viaturas do Grupamento de Ação Ambiental da GMN serão acionadas para averiguar a denúncia.

Opção de alugar espaço para “guarda-móveis” chega a Natal

Com o crescimento da população, as casas e os apartamentos estão com os espaços cada vez mais limitados e, é pensando, também, na praticidade e no bem estar, que chega a Natal o primeiro guarda-móveis. O modelo “self storage” vem se popularizando no Brasil principalmente por sua versatilidade.

O serviço, que já é bastante conhecido nos Estados Unidos e na Europa, tem conquistado adeptos em vários estados brasileiros. Seu funcionamento é simples: guardar com segurança e praticidade objetos para pessoas ou empresas.  Em Natal, a Guarde Mais chega como pioneira no ofício, sendo a melhor opção para quem quer guardar estoques, documentos, móveis ou qualquer outro item. No total, possui 123 boxes, variando de 2m³ a 40m³.

Se vai viajar, fazer mudança, o ambiente em casa ou na empresa está reduzido, o “self storage” possui custo-benefício comprovado, economia e liberdade para guardar pelo tempo que quiser, sem burocracia e segurança 24 horas. A Guarde Mais passou a funcionar neste mês de março, na Av. Interventor Mário Câmara, 1665. Loja 1 – Alecrim – (84) 2226 8885 / 99113 6834.

Alunos da rede pública poderão ter aulas de robótica em Natal

Está em tramitação na Câmara Municipal um Projeto de Lei que busca a inclusão da atividade complementar de “Robótica” no Ensino Fundamental das escolas públicas do Município do Natal. De autoria do vereador Sueldo Medeiros, do Partido Humanista da Solidariedade (PHS), o projeto visa estimular o aprendizado colaborativo e o erro construtivo, para a elaboração do conhecimento de forma eficiente e divertida por meio da robótica.

De acordo com o vereador, o projeto vai favorecer a interdisciplinaridade para os estudantes. “A robótica pode promover a integração de conceitos de diversas áreas, tais como: linguagem, matemática, física, eletricidade, eletrônica, mecânica, ciências, história, geografia e artes“, destaca.

A realização da Campus Party Natal em 2018, uma das bandeiras de Sueldo Medeiros no seu mandato, deve favorecer o crescimento da robótica no município. “Batalhamos pela Campus Party em Natal por entender que a tecnologia da informação é a onda do momento e temos que inserir de uma vez por todas nossa cidade nessa rota. A chegada da robótica na rede pública vai facilitar muito a inserção desses jovens nesse mundo atual e no mercado de trabalho“, garante o parlamentar.

Felipe Neto chega a Natal em abril com seu novo show Megafest

No próximo dia 01 de abril, o ator e humorista Felipe Neto apresenta, pela primeira vez em Natal, o seu novo espetáculo Megafest. O show faz parte de sua nova turnê nacional e acontece no Teatro Riachuelo, a partir das 16h.

Dessa vez, o ator, que ficou conhecido como rei do Youtube, conta com o improviso para fazer de cada sessão uma experiência única, cheia de alegria e emoção. Felipe apresenta ao vivo vários quadros do seu canal, interagindo diretamente com algumas pessoas da plateia que são escolhidas na hora para subir ao palco e participar das brincadeiras. Uma excelente oportunidade para os fãs ficarem ainda mais próximos do artista. Com faixa etária livre, o evento é uma ótima opção para reunir a família. “Quero passar a mensagem de que a pessoa pode se desligar por uma hora, esquecer dos problemas dentro do teatro”, conta Felipe Neto.

Este evento é mais uma produção da Viva Entretenimento e Idearte Produções. O ingressos começam a ser vendidos na próxima terça-feira, 6, na bilheteria do teatro e também pelo site https://uhuu.com/ .

 

SERVIÇO: FELIPE NETO – MEGAFEST

Data: Domingo, 01 de abril de 2018

Horário: 16h

Local: Teatro Riachuelo

Ingressos: Bilheteria do teatro ou site https://uhuu.com/evento/rn/natal/felipe-neto-megafest-4323

 

VALORES DOS INGRESSOS POR SETOR (valor de inteira)

Balcão Nobre: R$ 120,00

Frisas: R$ 120,00

Plateia A: R$ 140,00

Plateia B: R$ 140,00

Camarotes: R$ 140,00