Blog editado a partir de Natal/RN - Brasil.

Publicidade
Twitter
Publicidade
Buscar
Calendário
dezembro 2018
S T Q Q S S D
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Publicidade
Publicidade
Publicidade Vídeo

Uma homenagem da Prefeitura de Natal para os Professores

Reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Artesão discute Projeto de Lei que facilita acesso de profissionais as feiras de artesanato

Foto Elpídio Júnior

Na última sexta-feira (30), o Vereador Ney Lopes Júnior realizou uma reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Artesão. O encontro foi realizado no Plenário da Câmara Municipal. Durante a reunião o Vereador apresentou aos profissionais seu Projeto de Lei nº 128/2018, que reserva espaços em feiras para artesãos cadastrados na Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social.

De acordo com o Vereador o objetivo do projeto é incentivar o trabalho do artesão local. “A nossa meta é valorizar a economia local, sobretudo no setor do artesanato, que é de extrema importância para o desenvolvimento social da cidade”, afirmou.

Os artistas presentes na reunião elogiaram a iniciativa e afirmaram que o projeto será importante para valorização dos trabalhadores. Sônia Maria do Rosário trabalha com artesanato há seis anos e explica que as feiras são caras, por isso muitos não conseguem participar do evento “Em algumas feiras os espaços chegam a custar até 300 reais. Esse valor é muito caro e não conseguimos arcar. Por isso a aprovação dessa lei é uma vitória para a categoria”, disse.

A Diretora do Departamento de Empreendedorismo, Artesanato e Economia Solidária da SEMTAS, Valdeleda Medeiros, explicou que a Secretaria já possui muitos artesãos inscritos “Hoje a SEMTAS possui uma média de 200 profissionais cadastrados. A nova lei será importante para ajuda-los e para divulgar a cultura da cidade”, explicou.

 

Projeto de Lei nº 128/2018

O projeto já foi aprovado e agora só espera a sanção do Prefeito para ser colocado em prática. De acordo com a PL feiras de artesanato, bazares, brechós e similares, que recebam direta ou indiretamente incentivo do Poder Público Municipal, devem reservar pelo menos 20% dos stands, barracas ou Box de exposição para artesãos cadastrados junto a SEMTAS. Os profissionais poderão expor seus trabalhos nesses espaços de forma gratuita.

Deixe o seu Comentário!