Valorização profissional do jornalista será debatida hoje em Audiência Pública na Câmara Municipal de Natal

Cabo Jeoás - Foto Verônica MacedoA Câmara Municipal de Natal realiza hoje (26) uma audiência pública para debater sobre a “Valorização Profissional dos Jornalistas“. O encontro foi proposto pelo vereador Cabo Jeoás (PCdoB) e acontece às 18h30 no plenário da Casa Legislativa com o objetivo de debater melhores condições salariais e de trabalho da categoria. Participam do debate, jornalistas, representantes do SINDJORN, da Superintendência e Procuradoria Regional do Trabalho no RN, DIEESE, Departamentos de Comunicação Social das Universidades e Faculdades locais, além de dirigentes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Seccional RN.

O SINDJORN tem lutado ao longo de várias décadas pela valorização profissional dos jornalistas do estado. Algumas das bandeiras reivindicatórias da entidade são a luta por um piso salarial compatível com a realidade econômica do Rio Grande do Norte, contra o Assédio Moral e a favor de melhores condições de trabalho para a categoria. Dessa forma tem buscado e apresentado ao Sindicato patronal, propostas de Acordo Coletivo que contemplem melhorias salariais, estruturais e organizacionais para os jornalistas. Atualmente, o piso salarial do jornalista no Rio Grande do Norte é de R$ 1.370 reais, o segundo mais baixo de todos os estados brasileiros perdendo apenas para a Paraíba.

Breno PerrucciDe acordo com o presidente do SINDJORN, Breno Perruci, é fundamental que os jornalistas compareçam à audiência, mesmo em horário de trabalho ou até mesmo sofrendo pressão dentro de seu ambiente de trabalho. Para ele, a presença e união da categoria demonstram a força para vencer esta batalha que se inicia.

Segundo o Vereador Cabo Jeoás, a pedido do SINDJORN, esta audiência será realizada em um horário diferencial, pois a maioria dos jornalistas não poderiam comparecer ao debate entre as 8 e 18 horas, porém após esse horário, a maioria dos profissionais estão aptos a participar. Para ele, o debate dará visibilidade aos problemas que os jornalistas enfrentam, servindo muitas vezes como o pontapé inicial para que a sociedade passe a conhecer a realidade destes profissionais. “É muito difícil que as próprias empresas de comunicação social veiculem a luta desta categoria. A audiência pública possibilita quebrar essa regra, uma vez que será transmitida ao vivo pela TV Câmara. Por isso podemos alcançar e sensibilizar a sociedade sobre essa discussão”, explica Jeoás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *