Blog editado a partir de Natal/RN - Brasil.

Publicidade
Instagram
Twitter
Publicidade
Buscar
Calendário
agosto 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Publicidade
Publicidade

Posts da ‘EDUCAÇÃO/CULTURA’

Escola e CMEI da Zona Norte de Natal recebem concerto didático

Na manhã desta quinta-feira (15), o Centro Municipal de Educação Infantil Mailde Pinto Ferreira Galvão e a Escola Municipal Malvina Cosme receberam o Coral Municipal Sons da Terra para um concerto didático. As duas unidades estão localizadas na Zona Norte.

Sob regência da professora Rosângela Albuquerque, o grupo de coralistas professoras da Secretaria Municipal de Educação apresentou o repertório “O Canto de Villa”, numa homenagem ao maestro brasileiro Heitor Villa-Lobos. Entre as 13 canções do programa foram executadas “Trenzinho Caipira”, “Chamados para Brinquedos” e “O Anel”.

A temporada de concertos do Coral Municipal Sons da Terra percorre mensalmente duas unidades de ensino da Rede Municipal de Natal com o propósito de difundir o canto coral e estimular o surgimento de novos corais, além de despertar o interesse das crianças e adolescentes pelo universo da música.

Assistiram às apresentações no CMEI Mailde Pinto 187 crianças de da Educação Infantil e na Escola Professora Malvina Costa, cerca de 180 crianças do Ensino Fundamental.

A diretora pedagógica da Escola Municipal Professora Malvina Costa, Nerineide Cavalcante, apoia a ida do projeto para a unidade de ensino e conta que os alunos adoraram recebê-lo. “As crianças gostaram muito. Esperamos receber o coral na escola mais vezes”, afirmou.

(Fotos: Adrovando Claro)

Alunos da Rede Pública de Natal participam do 16º Circuito Recreativo Fátima Medeiros

A Secretaria Municipal de Educação de Natal está realizando nos dias 16 e 17 de agosto o 16º Circuito Recreativo Fátima Medeiros. As atividades estão sendo sediadas no Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN) e nesta edição participam estudantes de duas unidades de ensino: Escola Municipal Professor Eudo José Alves e Escola Municipal Professora Zuleide Fernandes. As duas unidades estão localizadas na Zona Norte de Natal.

Em cada dia do evento 28 estudantes do Ensino Fundamental estão sendo recebidos por alunos de graduação do UNI-RN para a participação em atividades lúdicas e esportivas como ginástica, basquete, futebol e banho de piscina. As aulas são acompanhadas ainda por professores das unidades municipais de ensino.

Chefe do Setor de Cultura, Eventos e Desportos da SME, Felipe Galvão, explica a importância do projeto para os estudantes beneficiados. “Os circuitos recreativos são para alunos do 1º ao 5º ano, que não participam dos Jogos Escolares Municipais (JEMs). Este é o 3º encontro do ano de 2017”.

A gestora administrativa da Escola Municipal Professor Eudo José Alves, Soraia Cristina Marrocos, destaca o envolvimento da escola com o projeto e o significado deste para os estudantes. “É a segunda vez que a escola participa do projeto. No ano passado trouxemos alunos 4º e 5º ano e agora vieram os do 3º. Procuramos dar oportunidade para todos participarem. Os alunos ficaram encantados com a infraestrutura da escola. É um dia que vai ficar marcado na memória deles”.

Para as alunas Ana Lívia da Fonseca e Bruna Laiana Cabral, de oito anos, estudantes da Escola Municipal Professor Eudo José Alves, o momento mais aguardado era o das atividades na piscina. “Até agora o que mais gostei foram os jogos na quadra. O que eu estou esperando mais é ir para a piscina”, contou Bruna Cabral.

Professores da rede pública de Natal participam de curso sobre “Objetos Digitais de Aprendizagem”

A partir desta terça-feira (15), o Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) da Secretaria Municipal de Educação (SME) está oferecendo aos professores da Rede Municipal de Ensino um curso de formação sobre Objetos Digitais de Aprendizagem (ODAs). Os encontros abordarão recursos tecnológicos voltados para o ensino e aprendizagem.

Os ODAs são programas ou softwares disponibilizados na internet que têm um roteiro de planejamento e são destinados a determinadas séries e conteúdos”, explica Mailson Corsino, coordenador do NTE. “Alguns desses recursos podem ser instalados no computador, outros são rodados diretamente da internet ou são utilizados através do celular. A gente está tentando intensificar o uso do celular porque é acessível à maioria dos alunos”, explica.

As primeiras aulas serão voltadas para 160 educadores de Língua Portuguesa, Matemática, História e Geografia das escolas que participam do G27, grupo de instituições que estão sendo monitoradas com o objetivo de melhorarem os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). A partir de 2018, no entanto, as formações serão ofertadas aos professores de toda Rede Municipal de Natal.

“O que o NTE está prezando no momento é apresentar essas mídias para os professores, e de acordo com a realidade deles, saberem como utilizá-las de forma pedagógica e divertida”, destaca a assessora pedagógica da SME, Eudésia Carvalho ao expor o foco do projeto em execução.

Para o professor Fernando Cordeiro, da Escola Municipal Professor Francisco de Assis Varela Cavalcante, é muito importante que os docentes saibam como utilizar a tecnologia como aliada para o ensino. “Atualmente o professor se depara com uma concorrência muito grande com esses próprios objetos digitais, então a expectativa é que a gente conheça melhor e assim possamos utilizá-los como ferramentas da aula e não como empecilho para esse momento. Eu acredito que o curso vai trazer ideias, porque também é um momento de troca de experiências”.

Para a professora Maria Joyce Medeiros, que leciona na Escola Municipal Professora Josefa Botelho, é importante que hajam cursos que abordem o uso de tecnologias no ensino. “A escola traz computadores e muitas vezes em sala de aula a gente não sabe como trabalhar com eles, então um curso que faz com que a gente insira os meios tecnológicos na sala de aula é muito interessante”.

A coordenadora do curso, professora Josiane Alves, fala sobre novas estratégias no processo de ensino: “Eu creio que esses ODAs vão ajudar muito aos professores porque é mais uma estratégia de ensino e aliada às tecnologias. Isso torna a aprendizagem mais significativa”.

A secretária adjunta de Gestão Pedagógica da SME, professora Judineide Domingos Campos de Souza, comentou a importância do curso. “Neste curso a importância é trazer o fortalecimento do processo de trabalho com o aluno que nasceu na era digital”. A professora destaca ainda os investimentos que a SME vem realizando nessa área: “Nós investimos nos laboratórios de informática, em lousas digitais e fizemos parcerias com a NET/Claro/Embratel para levar internet de alta velocidade para as unidades de ensino”.

(Fotos Adrovando Claro)

Palestra orienta ações contra Violência Doméstica

Ainda em comemoração pelos onze anos de sanção da Lei Maria da Penha, celebrado no dia 11 de agosto, a Estácio Ponta Negra realiza uma palestra informativa, aberta à comunidade, com o tema: “Violência Doméstica o que saber e o que fazer?”.

O evento gratuito ocorrerá nesta segunda-feira (14) às 18h30, no prédio da instituição, localizado na rua Dr. Hernany Hugo Gomes, 90, próximo ao Banco do Brasil. No mesmo dia e horário, os interessados em se qualificarem para o mercado, ou se prepararem para uma avaliação de emprego, poderão participar da palestra “Como se apresentar em público?”. A programação faz parte do Estácio Orienta.

Publicidade na política é tema de debate do projeto Direito ao Cinema

O Projeto Direito ao Cinema da Estácio retoma as atividades neste sábado (12). A partir das 9 horas, na Estácio Romualdo, será exibido o filme chileno “No”, lançado no ano de 2012. Dirigido por Pablo Larraín e escrito por Pedro Peirano, é baseado na peça El Plebiscito de Antonio Skármeta. No debate, que acontece após a exibição do filme, o foco será a publicidade e propaganda na política.

O filme é estrelado por Gael García Bernal e indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro no Oscar 2013. “No” conta a história do plebiscito de 1988 que decidiria a continuidade ou a finalização da ditadura de Augusto Pinochet, implantada no país em 1973. No caso, o povo chileno foi convidado a votar pelo “sim”, se desejassem a permanência do regime militar, ou pelo “não”, caso preferissem a convocação de eleições democráticas para presidente.

Na discussão após o filme será questionada a importância da publicidade para a sociedade e como uma campanha pode influenciar politicamente. No caso do referendo historiado pela película, o “não” venceu graças a uma campanha que fez uso da criatividade e do marketing. O jornalista e especialista em Marketing Digital, Fábio Farias, editor do Apartamento 702, será um dos debatedores convidados para o Projeto. O segundo debatedor ainda será confirmado.

O evento é gratuito e aberto ao público, e acontece na Estácio localizado na Av. Romualdo Galvão, 2404, em Lagoa Nova. Para estudantes de outras instituições é disponibilizado um certificado de participação.

Livro “Contos Natalenses” é lançado por alunos da Rede Municipal de Ensino de Natal

Uma tarde de autógrafos movimentou a Escola Municipal Juvenal Lamartine nesta quarta-feira (10), com o lançamento do livro “Contos Natalenses”, assinado por quatro professores e 75 alunos do 7º e 9º ano do Ensino Fundamental. A obra patrocinada pelo Fundo de Incentivo à Cultura (FIC) da Prefeitura do Natal, foi construída durante oficinas realizadas em 2016 com os estudantes nas aulas de Língua Portuguesa. A Caravela Selo Cultural participou ativamente do projeto, que tem como principal objetivo estimular o interesse dos estudantes pela leitura e escrita.

A ideia da atividade surgiu em 2015, e em 2016 recebeu investimento na ordem de R$ 10 mil para compra de material didático, contratação de oficineiros e impressão dos livros. As oficinas realizadas resultaram na produção de 75 histórias sobre conflitos familiares, sonhos interrompidos e amor.

Para o professor e oficineiro José da Silva, a experiência de participar da atividade foi muito enriquecedora. “Escolhemos a Escola Municipal Juvenal Lamartine pela diversidade, por ter alunos de vários bairros, e por ser uma turma bastante diversificada. O projeto foi muito rico e nos surpreendeu de maneira muito positiva”.

A professora Gilmara Silva, que leciona a disciplina de Língua Portuguesa para na unidade de ensino conta que as oficinas foram realizadas durante o horário da disciplina que leciona devido à relevância do projeto. “Eu achei o projeto interessante, principalmente por esse produto final, que foi a publicação do livro. Os meninos produziram contos que passaram por todos os trâmites na questão de correção, de reescrita em sala de aula. Foram duas semanas de oficina”.

Para o ex-aluno Ítalo Denner dos Reis, de 16 anos, participar da produção do livro foi interessante por ser uma atividade diferente das comumente realizadas em sala de aula. “Foi muito importante porque não é para ser olhado como um trabalho normal, tem que ser olhado como coisa para a vida porque a linguagem é muito importante. Temos que valorizar nossa linguagem”, afirma o estudante que agora é aluno do IFRN.

A estudante Dominique Fernandes, de 16 anos, fala sobre a importância de participar do projeto: “O importante é que nós nos apegamos mais a leitura e a escrita, pois muitos não gostavam tanto de livros. Eu confesso que também não gostava muito de ler, mas a leitura é importante e o projeto trouxe isso. Então, acho que foi muito gratificante”.

Representando a Secretaria Municipal de Educação, a secretária adjunta de Gestão Pedagógica, professora Judineide Domingos destacou a importância da leitura. “É fundamental que cada criança e adolescente tenha e exercite o hábito da leitura. A escola tem o dever de estimular. A família também. Esse livro é o resultado de um trabalho muito importante”.

Os livros foram impressos e distribuídos gratuitamente para os alunos participantes da atividade e para o acervo da escola. Além disso, serão enviados exemplares para bibliotecas públicas e escolas da Rede Municipal de Ensino de Natal.

Educação financeira é tema debatido em sala de aula

A importância de proporcionar conhecimento às crianças e aos pais sobre planejamento econômico desde cedo é um dos assuntos trabalhados durante o ensino escolar. Para promover uma maior integração do tema com a família, o NEC/Pinguinho de Gente realiza uma palestra sobre educação financeira nesta quinta-feira (10), às 18h:30, para os pais da escola.

No encontro, os palestrantes darão maiores esclarecimentos a respeito da metodologia DSOP (Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar) que proporciona uma administração financeira eficiente. “Esses quatro pilares são desenvolvidos através do aprendizado sobre as questões orçamentárias. O objetivo é contribuir para a criação de uma nova geração de pessoas independentes financeiramente que aprendem desde cedo a utilizar o dinheiro de maneira saudável e consciente para a realização de seus sonhos“, esclarece a coordenadora do NEC/Pinguinho de Gente, Márcia Souto.

O método DSOP está sendo desenvolvido na grade curricular da instituição e ensinando crianças e jovens a ‘Poupar para sonhar’. ‘‘As crianças poderão aprender ao lado dos pais como economizar no ambiente familiar através da metodologia dos sonhos. Esses sonhos podem ser individuais ou coletivos, realizados em curto, médio e longo prazo’’, explica a coordenadora.

A palestra será ministrada por Dorinha Medeiros, pedagoga, mestre em administração escolar, coordenadora pedagógica regional da DSOP e Gustavo Gaivota, formado em administração, consultor e educador financeiro.

A iniciativa visa contribuir para a educação financeira na base escolar por meio do desenvolvimento do conhecimento que possibilita o consumo consciente. “É preciso tirar dúvidas, conversar e levar conhecimento de assuntos cotidianos que nos influenciam’’, conclui.

Matrículas em cursos técnicos ofertados pela EAJ seguem até sexta-feira (11)

Segue até sexta-feira (11), o período de confirmação de matrícula nos cursos técnicos ofertados pela Escola Agrícola de Jundiaí para alunos da rede estadual de ensino. Os aprovados devem comparecer aos locais onde os cursos serão realizados para apresentar documentação. O início das aulas está previsto para 14 de agosto.

É necessário apresentar atestado de matrícula ou declaração da escola; certidão de nascimento ou casamento (cópia); original e cópia do RG e CPF; comprovante de endereço; cópia do histórico escolar da série anterior e laudo médico (se for portador de necessidade especial). Os aprovados com idade acima de 18 anos devem apresentar também título de eleitor, comprovação de votação; e certificado de reservista (para homens).

Os cursos funcionarão no formato presencial com conteúdo de educação a distância e acontecerão nas dependências de escolas estaduais, centros de educação profissional, nos Campi da UFRN em Natal e Macaíba, além da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). As informações sobre locais de matrícula estão disponíveis em: http://www.pronateceajufrn.com.br/ .

Inscrições abertas para o maior Festival de Música do RN

Evento reunirá artistas na UnP nos dias 25 e 26 de agosto e a premiação é de R$ 16 mil

 

O evento musical com maior premiação no estado está com inscrições abertas até o dia 18 de agosto. O Festival de Música, maior evento cultural da Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, está em sua 5ª edição e oferece a alunos, egressos, professores e colaboradores da UnP, a oportunidade de mostrar para toda a comunidade as potencialidades das vozes e de composições musicais aqui do RN. São mais de R$ 16 mil em prêmios, em duas modalidades.

Os interessados em participar devem se inscrever com duas músicas, sendo uma autoral e outra não autoral, nos mais variados gêneros da música nacional e internacional. As inscrições podem ser realizadas nas coordenações de cursos da Unidade Roberto Freire, no Campus Mossoró e nos Polos de Caicó e Currais Novos, por meio de preenchimento de ficha e envio de material (conforme edital abaixo).

As apresentações dos participantes das modalidades: “Alunos, professores e funcionários da UnP” e “High School”(escolas parceiras), serão avaliadas pelo Júri Técnico, formado por músicos e críticos especializados; e o Juri Popular, com votos do público participante do Festival. Uma novidade no evento deste ano e a votação do Juri On-line. Pela internet as pessoas poderão escolher os cantores e grupos favoritos por meio de plataforma digital.

O Festival acontece nos dias 25 e 26 de agosto e serão escolhidos 9 artistas, na modalidade “Alunos, professores e funcionários da UnP”, para as apresentações em cada dia, totalizando 18 apresentações. A entrada é franca.

 

O edital com todas as informações pode ser consultado no link: https://goo.gl/Wa96Pe

 

PREMIAÇÃO

A premiação dos vencedores será do primeiro ao quinto colocado, na avaliação do Júri Técnico, modalidade “Alunos, professores e funcionários da UnP”:

1º Lugar: R$ 4.000,00

2º Lugar: R$ 2.500,00

3º Lugar: R$ 2.000,00

4º Lugar: R$ 1.500,00

5º Lugar: R$ 1.000,00

Premiação para o primeiro colocado na avaliação do Júri Popular da categoria “Alunos, professores e funcionários da UnP:

1º Lugar: R$ 1.000,00

Segundo dia:

1º Lugar: R$ 1.000,00

Premiação para o primeiro colocado na avaliação do Júri On-line da categoria “Alunos, professores e funcionários da UnP”:

1º Lugar: R$ 1.000,00

Premiação para o primeiro colocado na avaliação do Júri Técnico, da categoria “High School”:

Júri Técnico: R$ 1.000,00

Júri Popular: R$ 500,00

Júri On-line: R$ 500,00

 

Estácio disponibiliza curso de Libras gratuitamente

A Estácio Zona Norte abre vagas para o curso básico em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ao todo, são 30 vagas disponíveis gratuitamente para toda a comunidade. As inscrições se iniciam no próximo dia 20 e o curso começa na primeira semana de setembro, sendo uma aula semanal com duração de 2h, totalizando 40h totais.

A Libras foi reconhecida oficialmente e aceita como a segunda língua oficial brasileira por meio da Lei n° 10.436, de 24 de abril de 2002.  E ainda, de acordo com a Lei de Acessibilidade em vigor desde 2004, todo estabelecimento que possui alvará precisa cumprir normas de acessibilidade tanto prediais quanto comunicacionais.

Para a professora Maria do Socorro Marques, coordenadora do curso de Libras, é um diferencial o profissional deter o conhecimento da língua. “A Libras é necessária não apenas para professores ou surdos, mas em todo local de trabalho ou ambiente coletivo é importante ter alguém com este conhecimento para o caso de uma necessidade”, argumenta a professora.

Inscrições e mais informações pelo telefone: (84)3674.8570.

Natal recebe 35 municípios potiguares para discutir Educação em Tempo Integral

Durante os dias 27 e 28 de julho o Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure) sedia a “Oficina: Guia de Educação Integral”, ministrada pelo Centro de Estudos e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), que é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, sediada em São Paulo, e que tem como objetivos o desenvolvimento de projetos, pesquisas e metodologias voltadas à melhoria da qualidade da educação pública e a incidência no debate público.

O evento é organizado pelo Setor de Educação em Tempo Integral da Secretaria Municipal de Educação de Natal (SME) e pelo Comitê Territorial de Educação Integral do Rio Grande do Norte (Polo Natal). Participam da discussão técnicos da Secretaria Municipal de Educação de Natal e de mais 35 municípios do RN.

Durante a abertura dos trabalhos, a titular da Secretaria de Educação de Natal, professora Justina Iva de Araújo Silva, destacou a importância da discussão e dos esforços da Prefeitura do Natal para oportunizar a entrega até o final do ano da primeira escola que vai funcionar em tempo integral na Rede Municipal de Ensino.

De acordo com a professora Justina Iva, a Escola Municipal Professora Tereza de Satsuqui Aoki está sendo erguida no bairro Planalto, e vai atender crianças do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. “A escola em tempo integral é muito importante porque você pode implementar atividades que são complementares à educação da criança, nas áreas de artes, linguagens, da música e principalmente o esporte”.

A oficina está sendo ministrada por Júlio Maria Neres, técnico em Educação Integral do CENPEC e pela consultora do Centro, Luciana Conrado Martins. De acordo com Júlio Neres um dos principais objetivos da oficina é investigar as práticas já existentes em cada território (município) de Educação em Tempo Integral. “Não se pode falar de política pública sem ir ao território. A oficina apresenta um guia da Educação Integral como um recurso para qualificar ações de educação.

Presente na atividade, a chefe do Setor de Educação em Tempo Integral da SME, professora Idelúzia Andrade de Mendonça destacou a permanente formação nas mais diversas áreas para os professores da rede que atuam em projetos e ações direcionadas na proposta da educação em tempo integral. “Temos um calendário de atividades, e mesmo Natal estando nesse momento sem o Programa Mais Educação do Governo Federal, nossas atividades de formação com os professores continuam sendo realizadas”.

Além de Natal participam da oficina educadores dos municípios de Acari, Arês, Elói de Souza, São José do Campestre, São José de Mipibu, Várzea, Ielmo Marinho, Tangará, Ceará-Mirim, Lagoa de Pedras, São Pedro, Monte das Gameleiras, Espírito Santo, Currais Novos, Caicó, Cerro Corá, Serrinha, Ipanguaçu, Patu, Montanhas, Serra Caiada, Canguaretama, Goianinha, Jundiá, Macaíba, Parnamirim, Pedro Velho, Santa Maria e técnicos do Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES-UFRN).

(Fotos: Adrovando Claro)

NATAL – Crianças do CMEI Professora Cláudia Oliveira comemoram o Dia Mundial do Mangue na ZPA 7

Dentro da programação da Semana do Manguezal 2017, crianças do Centro Municipal de Educação Infantil Professora Cláudia Oliveira de Farias, localizado na Rua Esplanada Silva Jardim, 169, Ribeira, participaram nesta quarta-feira (26), de uma atividade na Zona de Proteção Ambiental 7 (ao lado da Fortaleza dos Reis Magos).

De acordo com o professor e ativista ambiental Milton França Júnior, “o ambiente manguezal, mangal ou mangue é um dos ecossistemas mais importantes, biodiversos, produtivos e ameaçados do mundo. É típico de regiões costeiras de clima tropical e subtropical, principalmente, onde há misturas de águas doces com águas salinas”.

Acompanhados dos educadores infantis, 42 crianças tiveram oportunidade de conhecer o ecossistema do mangue e, aprenderem desde pequenos, toda importância da consciência e preservação das reservas ambientais existentes no território da capital potiguar.

De acordo com a educadora infantil Irenilde de Almeida de Oliveira Barros, o projeto anula da escola tem como o tema o meio ambiente. “O nosso projeto anual tem essa vertente ambiental e de preservação. Trabalhamos questões como o espaço de todos, e os elementos que vivem nesse meio ambiente. É importante que nossas crianças possam conhecer desde cedo, e aprender a importância da preservação. Temos que aguçar a curiosidade deles para conhecerem e cuidarem da natureza”.

O aluno de quatro anos do Nível III da Educação Infantil, Alison Roberto Martins de Oliveira participou da aula de campo. “Eu gostei bastante do passeio. Eu vi um caranguejo e achei bem legal. Temos que cuidar dele”.

O Brasil possui aproximadamente 15% dos manguezais do mundo e também a maior faixa continua costeira. Natal, capital do Rio Grande do Norte, possui mais de 13% do seu território coberto por manguezais.

UnP oferece assessoria gratuita para empresas em Natal e Mossoró

As empresas conveniadas à Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, através do Núcleo de Estágios e Empregabilidade contam com o programa Plus Empresas. Trata-se de uma assessoria inteiramente gratuita para que os parceiros tenham total apoio na realização dos processos seletivos de contratação de estagiários ou profissionais efetivos. O apoio vai desde a divulgação das vagas no Portal de Empregabilidade até a seleção do futuro colaborador, além de oferecer orientações relacionadas aos processos legais que envolvem o estágio.

O programa contempla os seguintes serviços: assessoria e orientação sobre a Lei 11.788/08 (Lei do Estágio); assessoria para os tipos de Estágio (Obrigatório e não-Obrigatório); Preenchimento do Termo de Compromisso de Estágio – TCE, Aditivos e Relatório de Avaliação das atividades; Apoio a projetos que utilizem estudantes a fim de oportunizar a vivência acadêmica e prática no mercado; Convênios; Divulgação de Vagas; e Recrutamento e Seleção.

Todos os serviços são oferecidos através de agendamentos e a equipe da Universidade pode realizar o assessoramento tanto na própria empresa quanto na estrutura da UnP, com salas para o treinamento. O agendamento pode ser feito para o Campus Natal, na Unidade Roberto Freire, e para o Campus Mossoró nos horários e através dos contatos seguintes:

 

Campus Natal

Tel.: (84) 3216-8626/ 3215-8541

E-mail: ne2@unp.br

Horário de funcionamento: Segunda a sexta: 8h às 20h30

 

Campus Mossoró

Tel.: (84) 3323-8243

Horário de funcionamento: Segunda a sexta: 8h30 às 12h e 14h às 19h

Pesquisa sobre microcefalia será realizada no RN

Após publicação de artigo de professor do curso de Medicina da UnP, hipótese será investigada em estudo internacional

 

A prevalência da microcefalia em pequenos municípios brasileiros, significativamente mais alta que nos mais populosos, tem levantado entre pesquisadores a suspeita de que fatores ambientais existentes no campo podem estar relacionados às malformações observadas em bebês após a infecção das mães pelo Zika vírus. Essa é a hipótese levantada em um artigo publicado este mês de julho no SciFed Virology Research Journal da Scientific Federation e assinado pelos professores Ion de Andrade, da Universidade Potiguar (UnP), integrante da rede Laureate, e Massimo Giangaspero, da Universidade de Teramo, na Itália. Ainda neste semestre, a publicação resultará em uma pesquisa maior que tem o propósito de aprofundar as investigações.

Médico com Doutorado em Ciências da Saúde/Medicina II, o prof. Ion de Andrade afirma que os números da epidemia de microcefalia registrados no final de 2015 no Brasil se mostram assimétricos quando avaliados por localidade: as cidades com menos de 50 mil habitantes possuem proporcionalmente 4,6 vezes mais casos do que aquelas com 100 mil habitantes. “Isso nos fez levantar a hipótese de que um cofator presente no meio rural pode atuar conjuntamente com o Zika vírus”, explica.

De acordo com o artigo, em análises de tecidos de fetos infectados pelo Zika vírus, foi identificado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) a presença de um segundo micro-organismo: o vírus da diarreia bovina (BVDV). “Apesar de comumente não causar malformações em humanos, esse segundo patógeno é responsável por anomalias em bezerros que se assemelham às encontradas em bebês com microcefalia. Essa associação é uma das hipóteses a serem testadas na pesquisa”, esclarece o professor.

Para investigar mais profundamente a suspeita, uma pesquisa apoiada por diversas instituições internacionais – incluindo a UnP – será realizada. Ainda não há uma data precisa para o início dos estudos, mas Andrade acredita que ainda neste segundo semestre de 2017 o trabalho deverá ser iniciado com a participação ativa da Universidade Potiguar.

Os resultados poderão trazer diversos benefícios para a população. “Qualquer conhecimento sobre os mecanismos de transmissão ou instalação das doenças nas pessoas pode ensejar novos tratamentos ou novos métodos preventivos. O conhecimento abre também pistas para novas leituras da realidade conhecida até então fazendo a ciência ir além”, acrescenta.

NATAL – Projeto “Artes: Novo Horizonte” mobiliza estudantes da Escola Municipal Professora Angélica Moura

Uma manhã de música e alegria na Escola Municipal Professora Angélica de Almeida Moura. Neste sábado (15), foi lançado oficialmente o projeto “Artes: Novo Horizonte”, que vai funcionar aos sábados na unidade de ensino, e tem como proposta principal apresentar o universo das artes (música, teatro, dança e pintura) para os alunos moradores da comunidade Novo Horizonte.

A iniciativa acontece como um Projeto de Extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, por meio da Escola de Música (EMUFRN) e do Núcleo de Arte e Cultura (NAC), além da participação da 1ª Companhia de Polícia Militar, comandada pelo Capitão PM Eann Styvenson Valentim Mendes, que pertence ao 9º Batalhão de Polícia Militar do RN.

Durante o lançamento do projeto, a titular da Secretaria Municipal de Educação de Natal, professora Justina Iva de Araújo Silva, agradeceu a parceria da UFRN e da Policia Militar do RN, e destacou o trabalho realizado na Escola Municipal Professora Angélica de Almeida Moura, em prol da educação e do futuro das crianças e adolescentes matriculados na unidade de ensino.

Presente na abertura oficial do projeto, a diretora do NAC-UFRN, Teodora Alves falou da oportunidade que os universitários terão de compartilhar conhecimento com os alunos e a comunidade. “É um projeto de extensão importante para a UFRN. Estamos felizes de fazer parte deste momento”. Participou também da solenidade, o diretor da ESMUFRN, o professor Jean Joubert.

O capitão Styvenson Valentim disse acreditar na existência de boas parcerias, e ressaltou que o projeto pode propiciar acesso à cultura aos moradores da comunidade, minimizando a vulnerabilidade social existente em algumas comunidades existentes na capital. “Esse tipo de atitude e iniciativa fortalece a dignidade e influencia diretamente na segurança pública”.

De acordo com a coordenadora do projeto, a professora da UFRN, Raquel Carmona, os alunos da Escola Municipal Professora irão ser iniciados no universo das artes. “Eles vão iniciar com a musicalização, flauta doce e atividades de teatro e dança. Os alunos da UFRN serão monitores. É um projeto de extensão da UFRN que já é gratificante para todos os envolvidos”. O projeto vai oferecer 150 vagas para cursos de música, teatro, dança, artes visuais, maquiador cênico e artesão de pintura em tecido, para um público que inclui crianças, jovens e adultos.

Emocionada durante a apresentação do Grupo Café com Choro da UFRN e da cantora Camila Masiso, a dona de casa Taize Cristina da Rocha, mãe da estudante Alana Kelly Rocha Melo, de oito anos, contou que sonhava em ser atriz, porém, não houve nenhuma oportunidade quando era criança. “Agora eu vejo que minha filha, que também sonha em ser atriz, pode realizar o sonho dela e o meu também. Estou muito feliz pela oportunidade que surge aqui nesta escola e na nossa comunidade. Estarei sempre pronta para ajudar”.

Diretor administrativo da Escola Municipal Professora Angélica de Almeida Moura, o professor Júlio César Nóbrega de Souza, falou sobre a chegada do projeto. “Estamos muito felizes com esta oportunidade. Nossa escola está de portas abertas. Agradecemos muito e desejamos sempre um futuro melhor para nossos alunos”.

A Escola Municipal Professora Angélica de Almeida Moura está localizada na Rua Prefeito Gentil Ferreira, S/N Quintas. A unidade de ensino atende 210 crianças e adolescentes nos níveis III e IV da Educação Infantil.

Estão abertas inscrições para o 21º Encontro de Corais da Cidade do Natal

Foto Adrovando Claro

Foto Adrovando Claro

A Prefeitura Municipal do Natal informa que estão abertas as inscrições para os corais interessados em participar do 21º Encontro de Corais da Cidade do Natal e o 13º Encontro Nacional de Coros em Natal (Enconat). As inscrições seguem até o dia 01 de setembro deste ano. O regulamento do Enconat 2017 e a ficha de inscrição está no site da Prefeitura do Natal no link – https://www.natal.rn.gov.br/sme/paginas/ctd-922.html .

O evento é organizado pela Secretaria Municipal de Educação por meio do Setor de Cultura, Eventos e Desporto do Departamento de Ensino Fundamental. Este ano, será realizado no período de 14 a 18 de novembro, no auditório do Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure), situado na Avenida Coronel Estevam, 3703, bairro Nossa Senhora de Nazaré.

A coordenadora do Enconat, professora Rosângela Albuquerque, afirma que as inscrições já começaram e os interessados deverão encaminhar a ficha de inscrição (anexo ao regulamento) devidamente preenchida, juntamente com a documentação solicitada através do e-mail: ros_albuquerque@hotmail.com ou no seguinte endereço: Secretaria Municipal de Educação / Setor de Cultura, Eventos e Desportos,  Rua Fabrício Pedroza, 915 1º piso, sala 112, Areia Preta, Cep: 59.014-690, Natal – RN, aos cuidados da professora Rosângela F. S. Albuquerque, até o dia 01 de setembro deste ano.

O Enconat tem como objetivo reunir os coros locais, nacionais e internacionais com o intuito de promover a difusão, o incentivo, o desenvolvimento, a integração e o fortalecimento de laços entre coralistas e regentes, sem que haja o estímulo à competitividade e sim valorizando e motivando positivamente os grupos participantes.

UnP Idiomas está com turmas de Inglês em vários níveis para 2017.2 em Natal e Mossoró

Estar preparado para o mercado de trabalho passa pelo domínio em outro idioma. A fluência no Inglês é fundamental para uma boa colocação no mercado. O UnP Idiomas ajuda àqueles que querem se destacar, com oportunidade de início no Curso no segundo semestre, dispondo de turmas em vários níveis. Estão abertas as matrículas em Natal e Mossoró e se encerram no dia 14 de agosto, sendo oferecidas as últimas vagas em 2017.2.

As aulas são presenciais e acontecem nas Unidades Roberto Freire, Salgado Filho e Campus Mossoró e terão início no dia 7 de agosto. São oferecidas turmas nos turnos da manhã, tarde e noite, em dois encontros na semana, e aos sábados, pela manhã. Os dias e horários da cada turma podem ser consultados no www.unp.br/idiomas. O valor de investimento é de R$ 219 e o curso conta com metodologia e material de Cambridge, além de dispor da infraestrutura da Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate.

Informações sobre o teste de nivelamento e demais dúvidas podem ser esclarecidas por meio dos telefones (84) 3215-1373 ou 3216-8518.

Alunos da UnP ganham 4 prêmios no Intercom Nordeste e vão para etapa nacional

Os alunos da Escola de Comunicação Social da Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, brilharam em mais uma edição do Intercom Nordeste, evento que reúne estudantes e professores da área de Comunicação da Região. Foram 4 prêmios conquistados na mostra competitiva, Expocom. O maior evento da área de Comunicação foi realizado em Fortaleza (CE), e os nomes dos vencedores foram divulgados no do 1º de julho.

Eles levaram os troféus nas Categorias de Melhor Revista Customizada (Jornalismo), Spot, Ficção em Vídeo e Filme Publicitário (Publicidade e Propaganda). Os alunos premiados aguardam agora a etapa nacional da competição, que acontecerá em Curitiba (PR), em setembro deste ano.

Competindo com trabalhos de estudantes de universidades federais como de Sergipe e Pernambuco, os alunos de Jornalismo da UnP comemoram o troféu da Melhor Revista Customizada do Nordeste. Danielly Souza, uma das alunas de Jornalismo premiada no evento, falou da emoção na conquista. “É indescritível. Um misto de missão cumprida, com afirmação que estou no caminho certo e orgulho por trazer o prêmio para o curso de Jornalismo da UnP. Orgulho ainda por fazer parte dos 4 prêmios conquistados pela Universidade”, comemora a aluna da 7ª série do Curso.

 

PRÊMIOS

-Jornalismo

Categoria: Revista Customizada

Trabalho: Revista Plural: Tema –Tribos

-Publicidade e Propaganda

Categoria Spot

Trabalho:  Casa de Taipa: das raízes ao requinte

Categoria Ficção em Vídeo

Trabalho: Festival do Sol

Categoria Filme publicitária

Trabalho: Das raízes ao requinte: Casa de Taipa Tapiocaria

Prêmio Estácio de Jornalismo encerra período de inscrição com recorde de reportagens participantes

Com 386 matérias jornalísticas, sétima edição superou a de 2016 em 17%; finalistas serão anunciados em agosto

Com recorde de reportagens, o Prêmio Estácio de Jornalismo encerrou o prazo para inscrição no dia 25/06. No total 386 reportagens vão concorrer em 9 categorias, com premiações variando entre R$ 10 mil (mídias regionais), R$ 15 mil (mídias nacionais) e R$ 25 mil (Grande Prêmio Estácio). A edição 2017 registrou um aumento de 17% em relação ao prêmio de 2016, que contou com 331 matérias concorrentes.

Este ano a premiação conta com a participação de veículos de imprensa de 24 estados e do Distrito Federal. Somando as reportagens jornalísticas inscritas nas sete edições, são mais de 1.800 entre as mídias impressa (jornais e revistas), TV, rádio e internet.

JULGAMENTO

A apreciação das reportagens será realizada em três etapas: na primeira, uma comissão da Estácio ficará encarregada de fazer a pré-seleção dos trabalhos. Caberá a esta comissão averiguar se as matérias seguem os critérios definidos pelo regulamento.

As reportagens que atenderem aos critérios do regulamento serão encaminhadas para a Comissão de Seleção. Esta comissão será integrada por professores de Jornalismo da Estácio, com atuação no mercado de trabalho em várias partes do país. Caberá a eles indicar os 3 (três) finalistas de cada categoria (Impressa, TV, Rádio e Internet), nas modalidades Nacional e Regional.

Na terceira e última etapa, uma Comissão de Premiação, composta por formadores de opinião de projeção nacional, terá a função de escolher os nove vencedores do Prêmio Estácio de Jornalismo – edição 2017 (nas 8 categorias e do prêmio principal, o Grande Prêmio Estácio de Jornalismo 2017). Os membros da Comissão de Premiação serão conhecidos e divulgados ao longo do processo.

RESULTADOS

Os finalistas terão seus nomes divulgados em agosto e o anúncio dos vencedores será feito durante solenidade, em outubro, em lugar e data a serem divulgados oportunamente. Só nesta data serão divulgados os nomes dos vencedores.

Informações:

Andre Marins: (21) 3311-9835

Fernanda Andrade: (21) 3311- 9866

Luciana Velho: (21) 3311-8940

E-mail: imprensa@estacio.br

Site: www.premioestaciodejornalismo.com.br

Mídias Sociais:

Facebook: www.facebook.com/PremioEstacioDeJornalismo

Twitter: https://twitter.com/premioestacio

 

Estudantes criam identidade visual para nova campanha de sustentabilidade do TCE/RN

Alunos dos cursos de Publicidade e Propaganda e Jornalismo da Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, se destacaram na criação da identidade visual para o Programa de Gestão Ambiental e Responsabilidade Social do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN). A solenidade de Implementação, realizada no dia 14 de junho, marcou o início da campanha.

A atividade de criação de identidade foi desenvolvida pelos alunos voluntários da Agência Escola da Universidade, sob orientação dos professores Cristina Vidal e Thiago Garcia. Além do logotipo, foram idealizadas as possibilidades de usos dos aspectos visuais do programa em produtos como: canecas, camisetas, lixeiras e ecobags.

A cada semestre, a Agência possibilita que 6 alunos de Jornalismo e 6 alunos de Publicidade e Propaganda vivenciem experiências práticas na área de Comunicação. O Tribunal de Contas do Estado firmou a parceria com a UnP, por acreditar no potencial criativo dos jovens estudantes.

No encontro foi lançado o Plano de Logística Sustentável (PLS) e apresentado o logotipo da campanha de sustentabilidade “SER TCE” a todos os servidores do Tribunal, a fim de promover a conscientização acerca das questões ambientais.

Estudante de Medicina ganha prêmio de centro de pesquisa mais importante dos EUA

 

O estudante de Medicina da UnP, Nilson Nogueira Mendes Neto, levou duas pesquisas desenvolvidas na Instituição para apresentação em eventos nos Estados Unidos. O futuro médico conquistou destaque internacional com os estudos acerca do Zika Vírus e da Cefaleia, levando prêmio do National Institute of Health (NIH), mais importante centro de pesquisa em Saúde e Serviços Humanos dos EUA, pela relevância do trabalho sobre o tratamento neurocirúrgico da Neuralgia do Trigêmeo, um tipo de dor facial grave.

 

 

Na ocasião, Nilson pôde ministrar palestra no Congresso Anual da Academia Americana de Neurologia (AAN), em Boston, sobre a Síndrome Congênita do Zika no Nordeste do Brasil. Outra conquista foi a apresentação de estudo sobre o tratamento de cefaleia em salvas, um tipo mais grave da doença, que causa dores mais intensas. Como resultado do trabalho, a pesquisa foi reconhecida pela AAN como uma das melhores realizadas por um estudante de Medicina.

 

O jovem foi ainda selecionado para o programa científico da Associação de Médicos Cientistas Americanos (APSA), para a profundar suas pesquisas. Essa não foi a primeira vez que o aluno da Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, ganhou destaque internacional. Em 2016, ele foi o único na história do Congresso de Infectologia da Sociedade Americana de Doenças Infecciosas (Infectious Diseases Society of America – IDSA) a ser escolhido para uma apresentação oral de trabalho, a forma mais concorrida de apresentação em congressos médicos.

Prefeitura do Natal participa da III Conferência Nacional de Alternativas para uma Nova Educação

A Prefeitura do Natal foi representada em Brasília durante a III Conferência Nacional de Alternativas para uma Nova Educação (III Conane), pela titular da Secretaria Municipal de Educação, professora Justina Iva de Araújo Silva, e pela assessora pedagógica do Setor de Educação em Tempo Integral, Giovanna de Araújo Silva. O evento aconteceu de 15 a 17 de junho no Centro de Aperfeiçoamento dos Profissionais (EAPE).

Em pauta durante o evento temas como sustentabilidade, territórios educativos, fortalecimento e expansão das escolas inovadoras e ruptura e ousadia na educação, com a participação de educadores de todo o Brasil e do Chile, que compartilharam durante os três dias experiências exitosas na rede pública de ensino.

Além do compartilhamento de experiências, a programação contou com oficinas, rodas de conversa sobre temas como educação integral, tecnologia e educação dos povos tradicionais.

Durante o III Conane foi iniciado um conjunto de ações em rede, em que os participantes divididos em 10 grupos temáticos debateram e elaboraram um plano de ação para ser realizado coletivamente até o Conane 2019. Entre os temas abordados estão “Fortalecimento das escolas em processo de inovação e criatividade – suporte e continuidade”, “Construção do PPP com autonomia pedagógica”, “Educador: doença e solidariedade”, “O desafio pedagógico da alfabetização: crianças e adultos”, “Inclusão, diversidade e gênero nas escolas”.

Entre as atividades que participou durante o III Conane, a professora Justina Iva se fez presente na discussão sobre a facilitação do diálogo nas escolas, e foi expositora durante uma roda de conversa com o tema “A crise institucional da escola pública e o papel do Estado”.

Polo UAB Natal abre inscrições para cinco cursos de pós-graduação com 180 vagas

O Polo Municipal de Apoio Presencial do Sistema Universidade Aberta do Brasil (Polo UAB Natal) divulga aos professores, gestores e servidores públicos da Rede Municipal de Ensino de Natal, a abertura de cinco cursos de especializações em formação docente e gestores públicos, totalmente gratuitos e na modalidade a distância. Estão sendo ofertadas no total 180 vagas para Natal.

O Polo UAB Natal funciona como órgão integrante da estrutura administrativa da Secretaria Municipal de Educação e tem suas instalações físicas no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure). É um polo municipal de apoio presencial e de cursos superiores de instituições públicas de ensino superior na modalidade à distância para o Sistema Universidade Aberta do Brasil.

Aos interessados estão abertas as inscrições para os processos seletivos para os cursos superiores de pós-graduação Lato Sensu na moda de Especialização (Edital 31/2017) e em nível de Especialização em Gestão Pública (Edital 32/2017). Os cursos são oferecidos pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), em parceria com a Universidade Aberta do Brasil – UAB, com ingresso no segundo semestre letivo de 2017.

São ofertados os seguintes cursos: Literatura e Ensino (60 vagas), Ensino de Língua Portuguesa e Matemática em uma Perspectiva Transdisciplinar (30 vagas), Ensino de Matemática para o Ensino Médio (30 vagas), Educação Ambiental e Geografia do Semi-árido (30 vagas) e Gestão Pública (30 vagas).

A inscrição do candidato será feita exclusivamente via INTERNET, no Portal do Candidato, por meio do sítio do Sistema Gestor de Concursos (SGC) do IFRN (http://processoseletivo.ifrn.edu.br), no período de 12 de junho de 2017 a 26 de junho de 2017, até 18h (horário local).

 

Polo UAB Natal

O funcionamento do Polo Municipal de Apoio Presencial do Sistema Universidade Aberta do Brasil (Polo UAB Natal) foi instituído em 2008, por meio de um Termo de Compromisso assinado entre a Prefeitura do Natal e o Ministério da Educação, passando a funcionar como órgão integrante da estrutura administrativa da SME.

De acordo com o coordenador do Polo UAB Natal, o professor João Maria de Castro Pontes, o Polo oferece diversos cursos na modalidade a distância e todos de forma gratuita, em parceria com as instituições públicas de ensino superior (Ufersa, UFRN e IFRN). “Acredito que é uma das ações de grande importância da Secretaria de Educação e da gestão do prefeito Carlos Eduardo, em ofertar a formação inicial e continuada para o professor do seu município”, disse.

O professor Castro Pontes conta que no ano de 2016, várias turmas foram concluídas e os alunos colaram grau. Foram cursos de especialização, tecnológico, licenciatura e bacharelado, como Educação Ambiental, Ensino de Matemática, Literatura e Ensino, Administração Pública, Letras Português e Pedagogia.

O coordenador João de Castro destaca que estão em andamento os cursos de Licenciatura em Espanhol (IFRN – UAB Natal) e Matemática e Computação (Ufersa – UAB Natal), com previsão de conclusão para 2018.

“Os cursos são a distância, porém acontecem três momentos presencias, como na abertura com a aula inaugural, com as provas que são online e por agendamento e a defesa do TCC. Podendo ocorrer também algum encontro presencial para a retirada de dúvidas e revisões dos alunos que procuram a coordenação do Polo UAB Natal e utilizam o laboratório de informática no Cemure. Os cursos possuem tutores (professores mediadores) a distância e presencial”, explicou João de Castro.

A estrutura física do Polo UAB Natal possui acervo bibliográfico, laboratório de Matemática, laboratório de Informática com 32 computadores, duas redes de internet e sala da coordenação. “Trabalhamos em regime de parceria. Se não estivermos utilizando os nossos laboratórios, nós sedemos para alguma formação da SME, pois acreditamos que as parcerias são fundamentais”, concluiu.

Presidente do CREF16/RN é recebido pelo Reitor da UNI-RN

Na última sexta-feira (09) o Presidente do CREF16/RN, Francisco Borges de Araujo CREF 001001-G/RN, foi recebido em audiência pelo Reitor do Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN), Dr. Daladier Pessoa Cunha Lima. No encontro, ficou estabelecido uma importante parceria entre estas instituições. Estiveram presentes os Profissionais Paulo Sérgio Santa Rosa Castim CREF 000543-G/RN coordenador adjunto do UNI-RN e Aluisio Alberto Dantas, coordenador de Pesquisa e Pós-Graduação do UNI-RN.

No mês de agosto, na colação de grau, acontecerá a entrega de Cédula de Identidade Profissional na solenidade de formatura dos graduandos em Educação Física desta Instituição. Por outro lado, o CREF16/RN divulgará os eventos acadêmicos do UNI-RN em suas redes sociais e na sede do Conselho.

“Estaremos dando início a uma parceria entre instituições que trabalham pela Educação Física no Rio Grande do Norte. Enquanto uma instituição é responsável pela formação, a outra responde pela habilitação.  Sendo assim, estaremos dando qualidade ao trabalho do Profissional de Educação Física para atender à sociedade Potiguar“, explica Borges, Presidente do CREF16.

Professores Mediadores de Leitura discutem a importância da biblioteca nas escolas da rede pública de Natal

Foto Adrovando Claro

Dentro do processo contínuo de formação pedagógica dos professores da Rede Municipal de Ensino de Natal, cerca de 70 mediadores de leitura que atuam nas bibliotecas das escolas participaram do “3º Encontro de Formação Entre Leituras e Leitores: Mediadores”, nesta segunda-feira (12) com o tema “Biblioteca e sala de aula: estratégias para uma parceria no trabalho de formação de leitores”. O encontro aconteceu no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure).

De acordo com a professora formadora da Secretaria Municipal de Educação, Mirian Dantas de Araújo (Mirianzinha), os objetivos da formação são socializar e recomendar obras literárias, contribuir para o desenvolvimento de comportamentos leitores e discutir estratégias que possibilitem ações conjuntas de promoção da leitura envolvendo biblioteca e sala de aula.

As atividades foram iniciadas com o momento de acolhida – “Deixe junho pro São João”, de Manoel Cavalcante, em seguida, os mediadores participaram das atividades “Adivinhe se puder”, “intercâmbio entre escolas: o que nós vivenciamos?”, atividade em grupo: construindo parcerias e as discussões sobre as estratégias de leitura e a avaliação.

A professora Mirianzinha conta que as bibliotecas municipais têm um acervo muito bom e cita alguns atores que são sugeridos para os mediadores trabalharem nas escolas. “Além de Monteiro Lobato, também trabalhamos com as obras de Ziraldo, Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Bartolomeu Campos Queiros, diversos autores potiguares, entre eles, José de Castro, Salizete Freire, Manoel Cavalcante, Daniel Campos e tantos outros. E também alguns autores estrangeiros estamos discutindo as suas obras”, disse. “A nossa ideia é que o plano de leitura não seja apenas da biblioteca, é sim, de toda a escola, que extravase para a comunidade e as famílias”, concluiu.

A professora formadora da SME, Rosa Magda dos Santos, conta algumas ações que foram vivenciadas no intercâmbio entre escolas. “Vivenciamos diversas atividades, como Calçadão Literário, Clube de leitura da família, alunos mediadores, assombro literário, semana no cinema, biblioteca aberta no recreio, produção literária de alunos e depoimentos, espaço e acervos organizados e a parceria com a sala de aula”.

A mediadora de leitura da Escola Municipal Ivonete Maciel, Cláudia Fernandes, falou da sua participação no intercâmbio de experiências leitoras. “Visitei a biblioteca da Escola Municipal Celestino Pimentel e fomos acolhidos de forma maravilhosa com muito cuidado, atenção e carinho. Os mediadores de leitura da Celestino estão de parabéns. A biblioteca é muito organizada, com acervo separados por gêneros e cores”. Para Cláudia Fernandes, o intercâmbio foi produtivo e dinâmico, possibilitando trocas e muito aprendizado.

O encontro de formação é conduzido pelas professoras formadoras Mirian Dantas de Araújo, Rosa Magda dos Santos e Carolina Cândido do Amaral.

Prêmio Estácio de Jornalismo 2017 tem inscrições prorrogadas até 25 de junho

Jornalistas poderão inscrever suas reportagens direto pelo site da premiação; R$ 125 mil serão distribuídos para as melhores matérias do ano sobre ensino superior

 

Jornalistas de todo o Brasil ganharam um tempo extra para participar da edição 2017 do Prêmio Estácio de Jornalismo. As reportagens veiculadas no país entre 11 de junho de 2016 e 10 junho de 2017, que tenham o Ensino Superior como tema central, poderão ser enviadas até o dia 25 de junho de 2017. Cada concorrente poderá inscrever até 5 (cinco) reportagens. A premiação irá distribuir R$ 125 mil para as melhores matérias do ano produzidas sobre o tema.

As reportagens poderão ser inscritas no site www.premioestaciodejornalismo.com.br. Além de cadastrar as informações sobre as reportagens, é possível fazer o upload dos arquivos das matérias pela plataforma de inscrição online. O processo é seguro e rápido.

O Prêmio Estácio de Jornalismo é hoje o único em nível nacional dedicado exclusivamente a esta temática. Desde sua criação, o prêmio vem demonstrando um crescimento expressivo na quantidade de reportagens inscritas e na qualidade dos conteúdos produzidos pelos jornalistas. Até o momento, o prêmio registrou a participação de mais de 1.000 jornalistas e profissionais de imprensa, que inscreveram um total de mais de 1.400 reportagens veiculadas em 25 estados e no Distrito Federal. Foram mais de 100 premiados, entre concorrentes individuais e equipes, desde 2011.

 

Resultados

Os finalistas terão seus nomes divulgados em agosto e o anúncio dos vencedores será feito durante solenidade, em lugar e data a serem divulgados oportunamente.

Sede própria do CMEI Professor José Carlos Bezerra será entregue nesta terça-feira

Foto Adrovando Claro

A Prefeitura do Natal entrega nesta terça-feira (13), para a população do bairro de Igapó, na Zona Norte, o prédio próprio do Centro Municipal de Educação Infantil Professor José Carlos Bezerra de Jesus Filho. A inauguração vai acontecer às 16h30 na unidade de ensino localizada na Rua Bela Vista, S/N. Esta é a 18ª unidade de ensino entregue pelo prefeito Carlos Eduardo desde 2013 até esta data.

O CMEI Professor José Carlos Bezerra de Jesus Filho atende 247 crianças dos níveis II, III e IV da Educação Infantil, e funcionava até então, em um espaço alugado pela Secretaria Municipal de Educação (SME).

A nova estrutura física do CMEI conta com cinco salas de aula, secretaria, direção, refeitório, cozinha, lavanderia, banheiros femininos e masculinos com chuveiros, além do banheiro adaptado para pessoas com deficiência ou pouca mobilidade. A estrutura conta também com rampas de acesso. A obra foi executada pela empresa Conarte – Projetos, Construções e Serviços LTDA, com investimentos de R$ 190 mil do orçamento próprio da Prefeitura do Natal.

De acordo com a chefe do Setor de Orçamentos, Conferência e Manutenção da SME, Miriam Neri de Almeida, o CMEI funcionava em um imóvel alugado, e não foi encontrado um terreno adequado para construir a nova sede na região. “Como a demanda é grande da população do bairro de Igapó para a Educação Infantil, e a SME não encontrava um terreno para construir a sede do CMEI Professor José Carlos Bezerra, então utilizamos uma área existente na Escola Municipal Irmã Arcângela, que possuía um prédio grande. Parte do prédio passou por total melhoria nas instalações físicas para sediar o CMEI Professor José Carlos Bezerra”.

O fiscal da obra e engenheiro do Departamento de Engenharia e Arquitetura da SME, Eduardo Pagnoncelli, explicou que foi construído um muro dividindo a escola do novo CMEI, e as melhorias nas instalações físicas foram realizadas por meio de um projeto de adequação para funcionar a unidade infantil. “Foram reformados todos os banheiros, todas as salas, parte elétrica e hidráulica, revisão de cobertura, foi feito ainda as rampas de acesso, cozinha, refeitório e a parte administrativa foram todas adequadas e reformadas, sendo toda a estrutura praticamente nova”.

O Centro de Educação Infantil Professor José Carlos Bezerra atende crianças dos três anos de idade aos cinco anos e 11 meses, nos níveis II, III e IV da Educação Infantil. A unidade de ensino conta com 10 educadores infantil, cinco estagiários, três auxiliares de serviços gerais, uma assistente de secretariado, dois auxiliares de cozinha, uma merendeira, dois porteiros diurnos e quatro porteiros noturnos.

 

Professor José Carlos Bezerra de Jesus Filho

Nasceu em São Gonçalo do Amarante no dia 05 de junho de 1952, sendo filho de Francisca Emiliano de Jesus e José Carlos Bezerra de Jesus. Filho de família pobre, sem condições de custear os estudos, começou a ministrar aulas em casa, para ajudar a suprir algumas demandas da família. Com esforços próprios, ajuda e incentivo de sua mãe, foi o único de seus irmãos que conseguiu o êxito da graduação em um curso superior.

A primeira escola a trabalhar foi a Escola Estadual Potiguassu. Entrou para a Rede Municipal de Natal em 1979, e atuou na Escola Municipal Irmã Arcângela, ministrando aulas para as turmas de 4ª série e alfabetização. Também atuou na Escola Municipal Vicente de França Monte (São Gonçalo do Amarante) e Instituto de Cegos.

Dos seus 24 anos de trabalho na Escola Municipal Irmã Arcângela, atuou na função de coordenador pedagógico e foi candidato ao cargo de vice-diretor e professor.

No 2000 foi acometido por um grave problema de saúde, mas resistiu e continuou servindo e ajudando aos que estavam ao seu redor. Em 25 de setembro de 2004, sofreu outra crise de saúde e, desta vez, não resistiu. Adormeceu. Deixou saudades aos familiares e amigos, que o reconhecem como um ser humano fantástico. Admirado por suas virtudes, era também conhecido e respeitado no bairro de Igapó, onde viveu até seus últimos dias.

Saque no FGTS ajuda a limpar nome nos órgãos de proteção ao crédito

Porém, além de ter em mãos o recurso financeiro para liquidar a dívida, é importante conhecer a regras do Direito do Consumidor, alerta especialista

 

O saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que teve a quarta fase iniciada neste sábado (10), tem sido uma solução para “limpar” o nome dos orgãos de proteção ao crédito. E ter o nome negativado na praça é mesmo motivo de dor de cabeça para boa parte da população.

Aproximadamente 60,1 milhões de brasileiros estão com restrições ao CPF, enfrentando problemas para contratar empréstimos, financiamentos ou realizar compras parceladas, o que representa quase 40% da população brasileira adulta. Estes dados foram apurados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Porém, além de ter em mãos o recurso financeiro para liquidar a dívida, é importante conhecer a regras do Direito do Consumidor para estes casos. De acordo com o professor da faculdade Estácio, doutor em Direito do Consumidor, Marcus Vinicius Andrade, ao não pagar uma dívida, o consumidor pode ser incluído em órgãos como SPC, Serasa, SCPC.

No entanto, há uma obrigação por parte do fornecedor de notificar o cliente cinco dias antes da inclusão da dívida. “Este prazo é dado para que a pessoa tenha ciência e possa tomar as providências caso não tenha conhecimento da dívida, ou possa comprovar que a quitou, caso a empresa não tenha atestado o pagamento”, explica o professor. Ele acrescenta ainda que a notificação deve ser comunicada, preferencialmente, em um documento físico – de papel.

Além disto, o prazo máximo para o registro nos órgãos de proteção ao crédito é de cinco anos, acrescenta Andrade. “Após este período, a retirada do nome é automática e não pode constar nem o registro de que a pessoa esteve endividada. Isso não quer dizer que a dívida foi perdoada. A dívida continua. A anotação nos órgãos de proteção é que não existirá mais”, esclarece.

No caso de o consumidor efetuar o pagamento, o fornecedor tem o dever de retirar o seu nome de imediato – não é necessário a pessoa ir até o órgão solicitar a remoção. “Se o consumidor estiver em dia e há um cadastro como devedor, é possível até entrar com uma ação de dano moral. Principalmente, se a pessoa foi impedida de realizar uma compra por causa desse registro”, alerta. Geralmente, é dado um prazo de cinco dias para que o nome seja retirado do cadastro.

Resultado do ProUni está disponível na internet

O resultado da edição do segundo semestre do Programa Universidade para Todos (ProUni) já está disponível na internet. O prazo para se candidatar a uma bolsa do programa terminou na sexta-feira (9) e, até as 12 h daquele dia, o sistema registrou mais de 370 mil estudantes inscritos e mais de 720 mil inscrições. O estudante pode selecionar até duas opções de curso, entre as 27.237 disponíveis.

Neste processo seletivo, o ProUni oferta 147.492 bolsas em 1.076 instituições privadas de educação superior em todo o país. O número de bolsas oferecidas é 17% maior do que na segunda edição do programa do ano passado. Do total de bolsas, 67.603 são integrais e 79.889, parciais.

O estudante tem até o dia 19 de junho para procurar a instituição de ensino para a qual foi pré-selecionado a fim de comprovar as informações prestadas na inscrição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, a reprovação do candidato.

(Agência Brasil)

Zona Norte terá Ecoponto na Semana do Meio Ambiente

O ponto de coleta de lixo eletroeletrônico estará na Estácio Zona Norte do dia 6 a 9 de junho

 

Os moradores da Zona Norte de Natal podem contar com a estrutura da faculdade Estácio para o descarte de lixos eletrônicos. A instituição está participando da sexta campanha de recolhimento de resíduos eletroeletrônicos realizada pela Prefeitura do Natal de 6 a 9 junho – na Semana do Meio Ambiente. A Estácio Zona Norte está localizada na Av. Henrique Dias, bairro Igapó.

Para quem tem dúvidas, o lixo eletrônico é todo resíduo material produzido pelo descarte de equipamentos eletrônicos, como por exemplo, peças de televisores, computadores, impressoras, celulares, calculadora, etc. Estes materiais não devem ser jogados junto ao lixo comum. O descarte correto é importante para evitar a contaminação e poluição do meio ambiente.

Para a coordenadora acadêmica da Estácio Zona Norte, Carolline Candeias, a faculdade enquanto instituição de ensino tem a responsabilidade de estimular entre os estudantes e a população boas práticas. “É imprescindível para a Estácio participar desta campanha. Queremos ser referência para a comunidade como um local aberto para ações educativas e sociais”, ressalta.

Segundo o Programa da ONU para o Meio Ambiente (Pnuma), cerca de 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico são geradas por ano no mundo e entre os países emergente, o Brasil é o que mais gera lixo eletrônico. A cada ano o Brasil descarta cerca de 97 mil toneladas métricas de computadores; 2,2 mil toneladas de celulares; e 17,2 mil toneladas de impressoras.