Arquivo da categoria: EDUCAÇÃO/CULTURA

Walter Alves visita IMD e confirma parceria com instituto

O deputado federal Walter Alves (MDB-RN) visitou essa semana o Instituto Metrópole Digital (IMD), na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A convite do diretor do IMD, José Ivonildo do Rêgo, Walter conheceu a estrutura e projetos desenvolvidos no instituto, e garantiu parceria com a instituição.

“Parabenizo todos que fazem esse trabalho espetacular no IMD. Assumi o compromisso de, no fim do ano, alocar uma emenda individual para o instituto. Além disso, vamos lutar, junto com o restante da bancada federal do Rio Grande do Norte, para conseguir mais verbas e ajudar na expansão do instituto”, pontuou Walter Alves.

Durante a visita, o diretor Ivonildo Rêgo realizou uma apresentação sobre o funcionamento do Instituto, começando pela sua estrutura de formação, que passa pelos cursos técnicos, o Bacharelado de Tecnologia da Informação (BTI) e várias pós-graduações, desde especializações até o doutorado em Bioinformática.

Ivonildo também expôs o modo de funcionamento da incubadora Inova Metrópole e do Parque Tecnológico Metrópole Digital, que atualmente possui 31 empresas da área de Tecnologia da Informação credenciadas à sua estrutura.

O diretor explicou ainda que existe um projeto para construção de um novo prédio do IMD. A ampliação tem orçamento de aproximadamente R$ 26 milhões e o projeto está pronto para licitação. “Contamos com a ajuda do deputado Walter Alves e demais membros da bancada federal para construção do novo prédio”, disse Ivonildo Rêgo.

Estácio abre inscrições para XI Seminário de Pesquisa

Poderão participar do evento estudantes, docentes e profissionais de todas as instituições de ensino do país

Atenção estudantes universitários, docentes e profissionais de instituições de ensino: já estão abertas as inscrições para o XI Seminário de Pesquisa da Estácio. O objetivo do evento é proporcionar à comunidade acadêmica um espaço para a apresentação e discussão de trabalhos científicos, das mais variadas áreas de conhecimento. Os interessados, das demais instituições de ensino do país, poderão fazer suas inscrições, gratuitamente, até o dia 29 de maio de 2019.

O XI Seminário de Pesquisa da Estácio será realizado no dia 26 de outubro de 2019 (sábado), na Universidade Estácio de Sá (UNESA), Campus Nova América – localizado na Avenida Pastor Martin Luther King Jr., 126 – Del Castilho, Rio de Janeiro. Mais informações podem ser obtidas por meio do endereço eletrônico: seminario.pesquisa@estacio.br  e o edital pode ser conferido no site www.estacio.br/seminariodepesquisa

Paralelamente ao seminário, serão realizadas a VII Jornada de Iniciação Científica da UNESA e a II Mostra de Extensão da Estácio e VI Fórum de Extensão da UNESA.

“Cultura Maker”: CEI Mirassol e Zona Sul implantam metodologia de ensino pioneira em Natal que desenvolve criatividade dos alunos

Reconhecidas entre as melhores escolas da rede de ensino privado do Rio Grande do Norte, as escolas CEI Mirassol e CEI Zona Sul, implantaram, neste ano, uma nova metodologia de ensino. Trata-se da Cultura Maker, um projeto trazido pelo grupo Eleva Educação e que tem como proposta o aprendizado a partir da perspectiva prática, aplicando estratégias como o “faça você mesmo” e coloquem a “mão na massa”.

São aulas colaborativas e que envolvem a participação direta do estudante, estimulando a sua capacidade criativa e organizacional, como explica a coordenadora pedagógica, Fabíola Moraes:

“Nosso objetivo nas aulas do Maker é que o aluno desenvolva criatividade, senso crítico e trabalho em equipe. Propomos experimentações aos alunos e, desse modo, exploramos a criatividade, raciocínio e planejamento”, disse a coordenadora.

Ministradas pelos professores regulares aos alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, as aulas do Maker trazem a ideia do “aprender fazendo“. Nelas, o estudante trabalha em equipe e em atividades manuais onde são permitidos erros e tentativas até que o aluno possa acertar.

Sobre o Movimento Maker

A Cultura ou Movimento Maker surgiu a partir da ideia do “DIY (Do It Yourself em inglês)” ou “Faça Você Mesmo”. Sua base está na ideia de que pessoas comuns podem construir, consertar, modificar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos com suas próprias mãos, explorando sua criatividade.

Deputada pedetista Tabata Amaral questiona intenções do novo ministro da Educação e vê risco de 2019 estar perdido

Foto Luis Macedo/Agência Câmara

Após chamar a atenção pelas críticas que fez, frente a frente, ao ex-ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez, demitido nessa segunda (8), a deputada Tabata Amaral (PDT-SP) já tem uma série de cobranças para o novo comandante da pasta, Abraham Weintraub. “Será que ele tem consciência do atraso, da situação calamitosa que o ministério está? Como reverter isso?”, questiona a deputada de 25 anos em entrevista exclusiva ao Congresso em Foco.

Tabata demonstra preocupação com o desconhecimento do novo titular na área educacional. “Quando a gente fala da experiência dele, espero que a gente consiga colocá-lo para correr atrás. Um quarto do ano já se foi e nada foi feito. Então, como ele vai correr atrás, quando ele vai apresentar um calendário para reverter as crises, para pautar as coisas que são importantes?”

***

Economia ou educação?

A deputada considera que o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) precisa ser uma das principais preocupações do ministério este ano. E nesse campo, o ministro não pode deixar que predomine a visão do Ministério Economia, que já impôs cortes orçamentários de grande magnitude à educação e pretende desvincular os gastos do governo.

“Vai prevalecer a visão do Ministério da Economia, ou vai prevalecer a visão daqueles que estão preocupados com uma educação pública de qualidade para todos? Será que o ministério entende o quão desigual é o Brasil? Será que não entende que a discussão ideológica que temos feito até aqui está fazendo alguém lá na ponta, no interior do interior ficar sem educação, ficar sem salário, ficar sem transporte?”

Para a deputada paulista, militante de questões voltadas à educação, se temas ideológicos voltarem a tomar o centro das atenções no ministério, este ano estará perdido para o ensino. “Se o ministro começar na mesma onda de pautar isso [questões ideológicas], perde o ano para a educação”.

A minha preocupação é que, mais uma vez, a gente perca o pequeno espaço que a educação tem e lote com questões ideológicas. Mais uma vez demita um, contrata o outro, causa uma polêmica, faz um desmando. Se a gente chegar na metade do ano no mesmo ritmo que passou só falando de questões ideológicas, sem olhar pra base, Fundeb, formação de professores, etc, 2019 estará perdido”, lamenta.

***

Novo titular

O novo titular da Educação, que era secretário-executivo da Casa Civil, número dois da pasta, abaixo apenas do ministro Onyx Lorenzoni, já demonstrou em outros momentos alinhamento ideológico com o presidente Jair Bolsonaro. Em falas públicas, também, manifestou-se favorável ao escritor Olavo de Carvalho, quem indicou seu antecessor no MEC.

“Quando ele (um comunista) chegar para você com o papo ‘nhoim nhoim’, xinga. Faz como o Olavo de Carvalho diz para fazer. E quando você for dialogar, não pode ter premissas racionais”, disse em um evento no fim do ano passado em Foz do Iguaçu.

Assim como outros integrantes da Comissão de Educação na Câmara, Tabata Amaral já apresentou um requerimento de convite a Abraham Weintraub. Ao lado do presidente do colegiado, Pedro Cunha Lima (PSDB-PB), ela também protocolou outro pedido, este para a criação de uma comissão externa para acompanhar os passos do MEC. Essa solicitação, contudo, depende da aprovação do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Engajada na causa, ela ainda vai integrar, como coordenadora pelo ensino técnico e profissional, a Frente Parlamentar pela Educação Básica, que será lançada amanhã. E desabafa: “É muito estranho não contar com o MEC como aliado quando se fala de financiamento“.

No último dia 27, Tabata cobrou uma proposta de Vélez Rodríguez para a educação, chamou-o de incapaz e sugeriu a ele que, diante da falta de projetos, pedisse demissão do cargo: “Mude de atitude ou saia do cargo“. O vídeo viralizou e se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter.

***

Filha de um cobrador de ônibus e de uma bordadeira e diarista, Tabata deixou a periferia de São Paulo para cursar astrofísica e ciência política na Universidade de Harvard, uma das mais prestigiadas do mundo. Além de Harvard, foi admitida em outras cinco universidades norte-americanas, com direito a bolsa integral: Yale, Columbia, Princeton, Pensilvânia e Caltech.

De volta ao Brasil, ajudou a fundar os movimentos Acredito, que prega renovação nas práticas políticas, e Mapa Educação, voltado para a melhoria da educação. No ano passado decidiu disputar, com sucesso, sua primeira eleição.

(Congresso em Foco)

CEI Mirassol e Zona Sul promovem Aulão integrado sobre desastre em Brumadinho-MG; alunos de outras escolas podem participar

No próximo domingo (31/03) as escolas CEI Mirassol e CEI Zona Sul realizarão um Aulão Integrado, com o tema Desastre em Brumadinho: implicações sociais, geográficas e ambientais. Atividade acontecerá no auditório do CEI Mirassol, entre 08 e 11h e será aberta para alunos de outras escolas.

O Aulão contemplará quatro componentes curriculares e será conduzido de forma integrada pelos professores João Carlos (Geografia), João Melo (Biologia), José Emerson (Biologia) e Kennia Ísis (Filosofia/Sociologia).

As inscrições podem ser feitas até às 17h do dia 29 de março, na secretaria das escolas, ao custo de R$ 15,00.

***

Tragédia em Brumadinho-MG

A tragédia de Brumadinho-MG aconteceu no dia 25 de janeiro de 2019, quando uma barragem de rejeitos da empresa Vale S.A, localizada no ribeirão Ferro-Carvão, na região de Córrego do Feijão, se rompeu, resultando em um desastre industrial e ambiental , com mais de 200 mortes.

***

Serviço:

Aulão: Desastre em Brumadinho-MG

Local: Auditório do CEI Mirassol – R. Cel. João Medeiros, 614-892 – Lagoa Nova, Natal – RN

Hora: das 08h às 11h

Valor: R$ 15,00

MEC revoga portaria que suspendia avaliação de alfabetização por 2 anos

VOLTANDO ATRÁS

O ministro da Educação, Ricardo Veléz Rodriguez, revogou a portaria que suspendia a avaliação de alfabetização deste ano, a Saeb, e que só voltaria a ser realizada em 2021, anunciada na segunda-feira (25). A nova decisão foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (26).

***

DA POLÊMICA ÀS DEMISSÕES

A suspensão da avaliação de alfabetização resultou no pedido de demissão da secretária de Educação Básica do MEC, Tania Leme de Almeida, que não foi previamente consultada sobre a decisão do governo.

Não deveria haver política pública sem métrica e sem avaliação. A interrupção intempestiva de uma série histórica poderia vir a ter consequências indesejáveis sobre a análise de evidências e o balizamento de ações em todo território nacional“, escreveu Tania Leme em suas redes sociais.

Marcus Vinicius Rodrigues, presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), órgão responsável pelas avaliações, também foi atingido. Sua permanência agora depende da Casa Civil, para onde o pedido de desligamento por parte do ministro deve ser encaminhado.

Começa hoje (7) prazo para participar da lista de espera do ProUni

Estudantes podem manifestar interesse até amanhã

Começa hoje (7) o prazo para participar da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni). Aqueles que se inscreveram no programa, mas ainda não garantiram uma bolsa de estudos nas instituições particulares de ensino, podem manifestar interesse, na página do programa, até amanhã (8).

A lista de espera vale apenas para os cursos indicados na hora da inscrição. Cada participante pôde escolher até duas opções.

Podem participar da lista de espera, apenas para a primeira opção de curso, aqueles estudantes que não foram selecionados nem na primeira, nem na segunda chamada regular do programa. Aqueles que foram selecionados na segunda opção, mas cuja turma não foi formada, podem também se inscrever apenas para a primeira opção de curso.

Podem participar da lista de espera para a segunda opção de curso apenas aqueles cuja turma da primeira opção não foi formada, independentemente de terem sido selecionados nas chamadas regulares.

A relação dos candidatos participantes da lista de espera estará disponível para consulta pelas instituições no dia 11 de março.

Todos os candidatos da lista de espera terão que comparecer às respectivas instituições de ensino nas quais estão pleiteando uma vaga, para apresentar a documentação que comprove as informações prestadas na inscrição. O prazo para que isso seja feito é de 12 a 13 de março.

(Agência Brasil)

CEI Mirassol se consagra como uma das escolas com maior número de alunos convocados para as Seleções Norte-rio-grandenses de Voleibol Sub 18 e Sub-17

Comprovando a excelência e o compromisso dedicados ao esporte durante todo o ano letivo, o CEI Mirassol contabiliza, nesse início de 2019, 11 convocações de seus alunos para as seleções norte-rio-grandenses de voleibol de quadra (masculino e feminino) e de areia (feminino) distribuídas entre as categorias sub-18 e sub-17.

As convocações colocam o CEI Mirassol como uma das escolas com maior número de selecionados. Um resultado que enche de orgulho a instituição, que está sempre atenta em fornecer a melhor estrutura física e de preparação técnica aos alunos, estimulando tanto a descoberta dos talentos quanto a manutenção da atividade esportiva.

Para o aluno Gabriel Simas, um dos selecionados, o CEI Mirassol foi fundamental para essa convocação, pois, além de ter despertado nele o talento para o esporte, proporcionou a preparação e o ensino necessários para a continuidade e a evolução da modalidade.

“Eu descobri aqui no CEI que tinha esse talento para o voleibol e desde quando começamos a treinar, eu percebo que evoluímos muito. Nos últimos dois anos, tivemos uma evolução excelente com treinos e competições, e agradeço muito à escola por tudo isso”, declarou o aluno.

Além da excelente estrutura, o CEI Mirassol conta com uma equipe de profissionais especializados que entende o esporte como uma das principais ferramentas na formação dos alunos, como pontua o coordenador de esportes da escola, o professor Jairo Tinôco, que enfatiza o trabalho em conjunto como um dos responsáveis pelos resultados positivos.

“É uma grande parceria entre professor, pais e escola. Nós temos uma grande estrutura e, como resultado, temos a cada ano um aumento no número de convocados e ainda estamos com  a expectativa de aumentar esse número, pois percebemos a evolução dos alunos”, disse o coordenador.

*Confira a lista de todos os alunos convocados:*

Julia Macedo Bastos Damázio – quadra e areia

Lara Beatriz Lucena de Araújo – quadra

Ana Mel Clemente Canuto – quadra

Laura Nóbrega – quadra

Ianne Freitas – quadra

Maria Eduarda Tinôco – quadra

Gabriel Simas – quadra

André Rosas – quadra

Homero Rosas – quadra

João Felipe – quadra

Inscrições para projetos na Atitude Cooperação estão abertas até sexta-feira

Após o período de renovação, ONG segue com matrículas para novatos

A ONG Atitude Cooperação continua até sexta-feira, 1º de março, com matrículas abertas para alunos novatos. São mais de 1.500 vagas destinadas a crianças e jovens da Zona Oeste de Natal (bairros de Felipe Camarão, Bom Pastor e redondezas) em projetos que envolvem música, arte cênica, esporte e capacitação. O horário de atendimento é das 9h às 11h e das 14h às 16h.

Das 1.575 vagas disponíveis, 1.488 são direcionadas, prioritariamente, para alunos em idade escolar, de 06 a 17 anos; alunos matriculados e frequentando a escola regularmente em especial das parceiras da ONG como a Escola Francisca Ferreira, Escola Jean Mermoz e Escola Professor Zuza; moradores dos bairros da Zona Oeste de Natal e, alunos de família de baixa renda. Os cursos são gratuitos, sendo assim, não há cobrança de taxa de matrícula e nem de mensalidades.

Para mais detalhes sobre horários, locais, faixa etária e documentação, acesse o edital em www.atitudecooperacao.org.br/. A divulgação do resultado do preenchimento das vagas está marcada para dia 08 do próximo mês, com início das atividades previsto para dia 11 de março, nos turnos matutino e vespertino, podendo sofrer alterações, de acordo com os dias das oficinas nas quais os alunos estão inscritos.

Projetos da ONG

Celeiro (esporte), com 360 vagas para futebol, futsal, judô, vôlei e xadrez; 200 vagas no Encena (teatro); 535 vagas para o Tocando a vida com D’Amore (música), em Canto Coral, contrabaixo, flauta, musicalização, piano, teoria musical, viola, violão, violino e violoncelo; já para o Coletivo Jovem (empreendedorismo pessoal e capacitação para o mercado de trabalho) são 480 vagas para eventos, marketing e comunicação.  O Coletivo Jovem conta com parceria do Instituto Coca-Cola Brasil e Solar Coca-Cola e atende jovens de 16 a 25 anos. As inscrições para o Coletivo acontecem em período diferenciado, de acordo com cada ciclo. Inscrições para o próximo ciclo, de 23 de abril a 11 de maio.

Os alunos matriculados na ONG também participam de outras atividades complementares como: Inclusão digital (informática); Ações de cidadania e boas práticas; De olho no futuro (atendimento oftalmológico); Plantação de horta; Mutirão médico; Livro sem fronteiras; Acompanhamento pedagógico (português e matemática).

Informações, entrar em contato através do telefone (84) 3605-5523; pelo e-mail: equipetecnica@atitudecooperacao.org.br ou pessoalmente na secretaria da ONG.

Resultado do FIES será divulgado hoje (25)

O resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será divulgado hoje (25) na página do programa na internet. Ele poderá também ser verificado nas instituições de ensino participantes. Ao todo, são ofertadas 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na modalidade P-Fies. As duas modalidades têm apenas uma chamada.

Aqueles que forem pré-selecionados para a modalidade juro zero devem complementar suas informações no FiesSeleção, no endereço eletrônico http://fies.mec.gov.br, no período de 26 de fevereiro a 7 de março de 2019, para contratação do financiamento.

Já os aprovados pelo P-Fies devem verificar os procedimentos com os agentes financeiros operadores de crédito e as instituições de ensino superior.

Na modalidade juro zero, aqueles que não forem selecionados serão incluídos automaticamente na lista de espera. Esses estudantes devem acompanhar sua eventual pré-seleção do dia 27 de fevereiro a 10 de abril, na internet.

Na modalidade P-Fies não há lista de espera.

(Por Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil Brasília)

UnP recebe conceito máximo do MEC

Universidade foi avaliada com 5, reconhecimento que garante autonomia para expansão de cursos no Rio Grande do Norte

A Universidade Potiguar recebeu do Ministério da Educação (MEC) o conceito 5, nota máxima concedida pelo Governo Federal a Instituições de Ensino Superior. O reconhecimento torna a UnP, integrante da rede Laureate, a única Instituição de Ensino Superior Privada do Rio Grande do Norte a alcançar este nível de avaliação. Além disso, garante à Universidade mais autonomia para expansão de seus cursos no interior do Estado.

Em fevereiro de 2019, a UnP recebeu a visita da comissão do MEC que avaliou in loco eixos como Desenvolvimento Institucional, Corpo Docente, Políticas Acadêmicas e de Gestão, e Infraestrutura. A avaliação é criteriosa e confirma à instituição por mais 10 anos, o título de Universidade, diferenciando-a dos Centros Universitários e Faculdades. Ou seja, a UnP continua sendo a única instituição privada do RN a abranger todos os níveis educacionais e em todas as áreas do conhecimento, desde a Graduação, até as Pós-Graduações Lato Sensu e Stricto Sensu.

“Esse resultado significa também para a UnP a autonomia para expansão com a criação de novos Campi fora de sede, como é o caso do Campus Mossoró. Além disso, na Capital do Oeste poderemos pedir a autonomia de nossas atividades, ampliando os cursos oferecidos no interior do estado”, explica o Reitor da UnP, Prof. Gedson Nunes.

Os conceitos do MEC são notas que variam de 1 a 5: 1 ou 2 são insuficientes e as instituições passam por diligências tendo que deixar de oferecer alguns cursos; o conceito 3 significa que a IES cumpre os requisitos necessários para o seu funcionamento; já a nota 4 mostra que a Universidade vai além de suas entregas. “O conceito máximo, porém, mostra que além de ser uma instituição inovadora, a UnP é também pioneira e exitosa em suas ações no Rio Grande do Norte”, declara Nunes.

Abertura da 5ª Mostra de Gostoso lota cinema a céu aberto e encanta público

A abertura oficial da 5ª Mostra de Cinema de Gostoso, nesta sexta-feira (23) à noite em São Miguel do Gostoso, foi bastante concorrida com público de quase mil pessoas entre autoridades, moradores locais, convidados e turistas. A estrutura montada nas areias da Praia do Maceió, com uma tela de 12 m de comprimento por 6m de altura, projeção em resolução 2K, som Dolby 5.1. A novidade este ano, além da tela maior, foram as 500 espreguiçadeiras no lugar das tradicionais cadeiras, que transformaram o local em um charmoso cinema ao ar livre, tendo a lua como coadjuvante.

Os diretores da Mostra, Eugênio Puppo e Matheus Sundfeld, iniciaram a solenidade de abertura falando sobre a quinta edição, agradecendo o público e apresentando os integrantes do coletivo Nós do Audiovisual. O coletivo é fruto do trabalho desenvolvido pela Mostra de Gostoso, que há seis anos realiza oficinas para formar e estimular os jovens de Gostoso na produção audiovisual.

A noite de exibições começou com a exibição dos filmes da mostra competitiva curta “Derradeiro”, uma ficção de Renata Alves, do coletivo Nós do Audiovisual. Depois foi a vez da apresentação da animação “Guaxúma”, com direção de Nara Normande. O encerramento aconteceu com a exibição longa premiado “Socrates”, dirigido por Alex Moratto, que retrata os desafios vividos por milhares de jovens expostos a riscos no Brasil. O ator protagonista, Christian Malheiros, está em Gostoso e participou da abertura. O filme brasileiro concorre a três prêmios no Oscar do cinema independente.

A Mostra segue até terça-feira (23), com programação diária e dividida em quatro programações paralelas: Mostra Infantil, Mostra Competitiva, Mostra Panorama e Sessões Especiais.

A 5ª edição é uma realização da Heco Produções e do Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC). Apresentação: Ministério da Cultura. Patrocínio: Grupo Banco Mundial, Governo Cidadão, Governo do Rio Grande do Norte – Secretaria de Turismo (SETUR), BRDE, FSA e ANCINE. Apoio: Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso; SEBRAE RN, Serveng, Pousada dos Ponteiros, Inter TV Cabugi, On Projeções, Itograss, Elo Company e Místika.

Confira a Programação no site: www.mostradecinemadegostoso.com.br/2018/

Prêmio IEL de Estágio 2018 destaca UnP como melhor do RN

Reconhecimento chega pela terceira vez, à Instituição que já recebeu reconhecimento nacional em empregabilidade

 

Pela terceira vez, a Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, foi reconhecida como a melhor do Rio Grande do Norte por seus programas de estágio e empregabilidade. No dia 26 de junho, a cerimônia do Prêmio IEL de Estágio 2018 revelou seus vencedores na etapa estadual e a UnP foi a primeira colocada na categoria Instituição de Ensino Nível Superior. O resultado reforça os propósitos da instituição que conta, atualmente, com mais de 3 mil alunos inseridos em estágio não obrigatório.

No ano de 2017, a Universidade também foi o grande destaque estadual no reconhecimento do Instituto Euvaldo Lodi (IEL). E, em 2015, além da etapa potiguar, a Instituição recebeu o primeiro lugar na fase nacional, destacando o nome do Rio Grande do Norte para todo o Brasil.

O estágio é uma fase importante da formação no Ensino Superior, pois é uma das oportunidades para o estudante colocar em prática seus conhecimentos adquiridos em sala de aula, formando competências para o mercado de trabalho após a Graduação. “A partir do momento em que trabalhamos a empregabilidade, tanto em sala de aula, quanto através dos programas específicos que desenvolvemos para isso, acreditamos que contribuímos também para o desenvolvimento do nosso Estado, tendo em vista que colocamos profissionais mais qualificados no mercado”, afirma a Coordenadora de Qualidade Acadêmica da UnP, Profa. Karen Montenegro.

Um dos destaques da Universidade é o Global Office, setor que cuida das áreas de Empregabilidade e Internacionalidade, nos Campi Natal e Mossoró. Antenada ao que é exigido pelo mercado de trabalho e padrão de desenvolvimento comportamental orientado pela Laureate, a equipe oferta aos alunos temas através de programas de desenvolvimento de carreira. Além disso, faz o acompanhamento dos alunos nas empresas atendendo não somente ao que rege a legislação, como também tornando o estágio uma experiência de desenvolvimento profissional.

“O Prêmio IEL de Estágio é um reconhecimento importante pois representa que estamos atingindo o propósito de inserir os alunos no mercado de trabalho”, afirma a Coordenadora do Global Office, Marina Aragão. Ela lista algumas ações do setor que buscam formar competências como: os programas Mentoring e Banco de Talentos, os eventos Workshops e Feiras de Empregabilidade, Oficinas de Currículo e Planejamento de Carreira. Além disso, há também a Internacionalidade, que dá ao universitário a oportunidade de estudar parte do seu curso em uma instituição estrangeira, trazendo ganhos para o aprendizado acadêmico e pessoal.

Além dos alunos, um outro olhar está voltado para fora da instituição com o programa Plus Empresas que oferece assistência aos empresários, desde a divulgação de uma vaga, orientação sobre a Lei de Estágio, assessoria no recrutamento e seleção, e treinamentos. Para os ex-alunos, o Alumni UnP mantém o relacionamento com a Universidade, mesmo depois de formado, oferecendo sessões de coaching e planejamento carreira.

Estudantes de Redes consertam computadores de escola pública

Próximo passo será a doação de máquinas reformadas para o laboratório de informática da escola e também a instalação de um sistema de rede

 

Alunos do curso de Redes de Computadores e Análise e Desenvolvimento de Sistemas, da faculdade Estácio Alexandrino, se uniram para colocar em prática os conhecimentos adquiridos em sala, e ainda prestar serviço à sociedade. A equipe, supervisionada pelos professores, consertou os computadores da Escola Estadual Tiradentes, localizada no bairro do Alecrim em Natal, que depois de prontos, foram instalados na sala de vídeo da escola e também destinados às funções administrativas.

O próximo passo será a doação de máquinas reformadas da faculdade, que devem ser usadas no laboratório de informática da escola. Além disto, está em andamento o projeto do sistema da rede de computadores do colégio e serão ministrados cursos de capacitação em Tecnologia para alunos e professores da escola Tiradentes. As ações serão colocadas em prática através dos projetos de extensão ‘Semear Alecrim’ e ‘Sinapse’, ambos da faculdade Estácio.

A diretora da Escola Estadual Tiradentes, Nicácia Passos, considera a ação uma importante parceria entre a escola e a faculdade. “É algo que é extremamente necessário para nós, pois muitas vezes temos dificuldades burocráticas para contratar a manutenção dos equipamentos. Esperamos agora a instalação da rede e, desta forma, vamos começar muito bem o segundo semestre”, planeja.

Para Rafael Silva, concluinte do curso de Redes de Computadores, a experiência chegou em bom tempo para colocar em prática o aprendizado teórico. “É muito importante para nós irmos além da teoria e, nesse caso, nos deparamos com um problema real. Por mais simples que tenha sido a ação, já ‘deu uma luz’ para os estudantes do primeiro período, participantes do projeto, e que até então, não tinham realizado nenhum exercício de forma tão prática”, relata o estudante.

Inscrições para a 8ª edição do Prêmio Estácio de Jornalismo vão até 5 de julho; premiação total é de R$ 125 mil

Ainda há tempo para jornalistas de todo o Brasil inscreverem seus trabalhos na edição 2018 do Prêmio Estácio de Jornalismo. O evento tem o objetivo de fomentar a produção pela imprensa de matérias jornalísticas que abordem o Ensino Superior no Brasil. O prêmio é hoje o mais importante e tradicional dedicado exclusivamente à temática e contemplará reportagens inéditas de todas as regiões geográficas do território nacional, que tenham sido publicadas ou veiculadas entre os dias 11 de junho de 2017 e 2 de julho de 2018.

Desde a sua criação, a coordenação do prêmio vem percebendo que, além do crescimento do número de reportagens inscritas, há um aumento expressivo da qualidade e da diversidade de temas propostos. Matérias cada vez mais elaboradas e estruturadas mostram que os jornalistas estão se dedicando e se aprofundando para produzir mais trabalhos de “fôlego” sobre o ensino superior. A Estácio acredita que as boas produções podem contribuir e trazer para sociedade mais conhecimento e mostrar a real missão do ensino superior e como ele pode transformar vidas.

Até o momento, o prêmio registrou a participação de mais de mil jornalistas e profissionais de imprensa, que inscreveram mais de 1.800 reportagens veiculadas em 26 estados e no Distrito Federal. Foram mais de 100 premiados, entre concorrentes individuais e equipes.

 

INSCRIÇÕES E PREMIAÇÃO

O prêmio conta com uma plataforma online de inscrição, que poderá ser acessada por meio deste site. O processo de inscrição é prático, seguro, rápido e é possível fazer o upload dos arquivos das reportagens via plataforma. As inscrições poderão ser efetuadas até o dia 5 de julho de 2018. Cada concorrente poderá inscrever até 5 (cinco) matérias.

A edição 2018 distribuirá 9 (nove) prêmios no valor total bruto de R$ 125.000,00 (cento e vinte e cinco mil reais), os quais sofrerão os devidos descontos legais, divididos da seguinte forma:

 

Modalidade Nacional

Impresso (jornal e revista) – R$ 15.000,00 (quinze mil reais);

TV – R$ 15.000,00 (quinze mil reais);

Rádio – R$ 15.000,00 (quinze mil reais);

Internet – R$ 15.000,00 (quinze mil reais).

 

Modalidade Regional

Impresso (jornal e revista) – R$ 10.000,00 (dez mil reais);

TV – R$ 10.000,00 (dez mil reais);

Rádio – R$ 10.000,00 (dez mil reais);

Internet – R$ 10.000,00 (dez mil reais).

 

Prêmio Principal

Grande Prêmio Estácio de Jornalismo – R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais).

Todos os vencedores receberão certificado e troféu alusivos à premiação.

 

JULGAMENTO

A apreciação das reportagens será realizada em três etapas:

Na primeira etapa, uma comissão da Estácio ficará encarregada de fazer uma pré-seleção dos trabalhos. Caberá a esta comissão averiguar se os trabalhos inscritos seguem os critérios definidos pelo regulamento.

As reportagens que atenderem aos critérios do regulamento serão encaminhadas para a Comissão de Seleção. Esta comissão será integrada por professores universitários de Jornalismo da Estácio, com atuação no mercado de trabalho em várias partes do país. Caberá a eles indicar os 3 (três) finalistas de cada categoria (Impressa, TV, Rádio e Internet), nas modalidades Nacional e Regional.

Na terceira e última etapa, uma Comissão de Premiação, composta por formadores de opinião de projeção nacional, terá a função de indicar os vencedores do Prêmio Estácio de Jornalismo – edição 2018 em cada categoria e também o vencedor do prêmio principal, o Grande Prêmio Estácio de Jornalismo. Os membros da Comissão de Premiação serão conhecidos e divulgados ao longo do processo.

 

RESULTADOS

Os finalistas terão seus nomes divulgados em setembro e o anúncio dos vencedores será feito durante solenidade, em lugar e data a serem divulgados oportunamente.

Facebook: www.facebook.com/PremioEstacioDeJornalismo

Programa visa regularizar dívidas de MEIs com a Receita

A iniciativa permite a renegociação com condições especiais de débitos vencidos até dezembro de 2017

 

Os microempreendedores individuais (MEIs) que estão em dívida com a Receita Federal podem contar com o auxílio do Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil da Estácio para regularizar seus débitos. O Refis das pequenas e microempresas (PMEs) facilita a renegociação dos MEIs, reduzindo em até 90% o valor total da dívida e aumenta o número de parcelas, com redução de juros e multas. O Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil da Estácio Alexandrino (NAF) oferece orientações e auxílio a quem se encontra nesta situação.

O limite para aderir ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte com débitos do Simples Nacional (Pert-SN) vai até o dia 9 de julho. Os alunos do curso de Contabilidade da Estácio, participantes do NAF, estão capacitados pela Receita Federal para fazer a operação de renegociação no sistema da instituição.

De acordo com Lyana Gurgel, coordenadora do NAF – Estácio, para fazer parte do Refis das PMEs, as empresas com débitos deverão dar uma entrada de 5% do total devido à Receita Federal. Este valor pode ser dividido em até cinco vezes, com prestações adicionadas da taxa Selic e de mais 1%. O programa vai permitir a renegociação – com descontos diferenciados – de débitos vencidos até 29 de dezembro de 2017, informa a especialista.

Lyana Gurgel ressalta que serão aceitos somente os pedidos de adesão de quem pagar a entrada no prazo de vencimento do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS). Empresários que já estiverem em outros programas de refinanciamento poderão migrar para o Refis das PMEs.

Segundo cálculos do Sebrae, o programa vai beneficiar cerca de 600 mil empresas cadastradas no Simples Nacional que devem, juntas, aproximadamente R$ 21 bilhões em impostos. A renúncia fiscal estimada é de R$ 7 bilhões em 15 anos.

Interessados no serviço gratuito do NAF da Estácio Alexandrino podem entrar em contato pelo telefone: (84) 3298-1618

 

Horários de atendimentos:

Segundas e terças-feiras das 16h às 18h30

Quartas-feiras das 18h às 22h

ATENÇÃO – Termina amanhã (3) prazo para solicitar uso do nome social no Enem

Termina amanhã (3) o prazo para que transexuais e travestis possam solicitar a identificação pelo nome social no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A solicitação deve ser feita na Página do Participante.

O candidato deve informar CPF, senha e o nome social usado. Devem ser anexados documentos comprobatórios: fotografia atual nítida, individual, colorida, com fundo branco que enquadre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro sem o uso de óculos escuros e artigos de chapelaria, tais como boné, chapéu, viseira, gorro ou similares; cópia digitalizada da frente e do verso de um dos documentos de identificação oficial com foto e cópia assinada e digitalizada do formulário de solicitação.

Os documentos serão aceitos somente nos formatos PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2MB.

Depois de apresentar as informações solicitadas, o participante deverá, então, clicar no botão “visualizar” e imprimir o formulário de solicitação.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) orienta que os documentos devem ser legíveis para que não haja o risco de serem considerados inválidos para comprovação do atendimento.

As solicitações que não forem aceitas poderão ser consultadas na Página do Participante. Nesse caso, o candidato será informado pelo e-mail cadastrado para que envie um novo documento comprobatório no prazo de cinco dias.

No ano passado, 303 pessoas fizeram a solicitação para uso do nome social no Enem. O atendimento pelo nome que a pessoa se identifica teve início no Enem de 2014, quando 102 pessoas usaram o nome social durante a aplicação da prova. Em 2015, esse número passou para 278 e, em 2016, para 407.

As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro. As notas podem ser usadas para ingresso no ensino superior e para acesso a programas do governo federal como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

(Agência Brasil)

Declaração anual do Microempreendedor termina em 31 de maio

Alunos de Contabilidade da faculdade Estácio realizam mutirão no Alecrim para auxiliar MEI’s na entrega da Declaração Anual

 

O Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da faculdade Estácio promove um mutirão para preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN – SIMEI), que deve ser entregue até dia 31 de maio. A declaração é uma das obrigações e responsabilidades que o MEI deve apresentar anualmente à Receita Federal e diz respeito ao faturamento bruto do exercício do ano anterior, ou seja, do ano de 2017.

O serviço gratuito acontece de segunda a quarta, nas duas últimas semanas de maio, tendo iniciado no dia 21 de maio, sempre no horário das 15h às 18h. A equipe de alunos e professores está a postos para o atendimento no segundo piso do Shopping 10, localizado no Alecrim.

De acordo com Lyana Gurgel, professora de Contabilidade da Estácio Alexandrino e coordenadora do NAF, o documento serve para informar à Receita Federal que o microempreendedor segue operando e enquadrado como MEI. Nesta declaração não é pago ou restituído imposto, isto porque o MEI já tem a obrigação de pagar mensalmente o DAS (R$ 48,70 comércio e R$ 52,70 serviço), independentemente do faturamento.

“Muitos microempreendedores individuais não sabem que precisam fazer a Declaração Anual. Acham que é só abrir o CNPJ de MEI e pronto. Só sabem que estão irregulares quando descobrem o “nome sujo” no mercado, e não conseguem fazer um empréstimo ou abrir uma empresa”, relata a profissional. Além disso, há casos em que a pessoa abre o CNPJ e não recolhe o valor mensal do imposto, ficando em dívida com a Receita.

O teto de faturamento, até dezembro, era de R$ 60 mil. O valor foi ajustado para R$ 81 mil em janeiro. O novo limite, no entanto, só vale para a declaração que será enviada no ano que vem (2019). Quem tiver declarações atrasadas deve, primeiro, enviar as DASN antigas, em ordem cronológica, até habilitar o envio da declaração referente a 2017. Quem extinguiu o MEI em 2017 também precisa declarar.

Abuso sexual: como identificar e o que fazer?

As ocorrências de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes infelizmente são mais comuns do que se pensa. Dados atualizados do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), por exemplo, mostram que 70% das vítimas de estupro do País são menores de idade. O Rio Grande do Norte contabilizou um total de 4.108 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes ao serviço Disque 100 entre 2011 e 2017, segundo dados do Ministério dos Direitos Humanos. Casos podem ocorrer com crianças próximas. Como identificar e abordar o assunto com a criança, ou adolescente, sobre a situação?

O tema se destaca, especialmente, porque esta sexta-feira, 18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, estabelecido pela Lei Federal 9.970/00.

De acordo com a professora de Psicologia da Estácio, Elaine Eufrásio, não há um padrão fixo comportamental para identificar um abuso, no entanto, há indícios comuns na criança e/ou adolescente que merecem atenção. Mudanças bruscas de comportamento, conversas de cunho sexual, referências constantes às partes íntimas, podem ser indícios.

“Muitas vezes a criança apresenta em desenhos, brincadeiras, ou na sua própria linguagem. São pinturas com o órgão sexual em destaque; interesse súbito em beijar, acariciar, de uma maneira não apropriada para a idade; uso de vocabulário de cunho sexual incomum”, exemplifica a psicóloga.

Elaine ressalta que o comportamento repulsivo, ou de aproximação sexualizada, com uma pessoa específica merece observação também. De acordo com dados do Ministério da Justiça, mais de 80% dos abusos sexuais cometidos contra crianças e adolescentes acontecem dentro da casa da própria vítima.

Neste cenário, os pais e responsáveis devem fazer com que a criança e/ou adolescente se sinta ouvido e acolhido, sem questionamentos. “Daí a importância da base familiar, do laço de confiança e afeto. Há estes sinais, mas se os responsáveis não tiverem a atenção necessária, a situação vai passar despercebida. Hoje temos muitos afazeres, mas é preciso separar um tempo de qualidade para essas crianças”, ressalta a profissional.

 

Confirmada a suspeita, é hora de fazer a denúncia

Também é preciso entender a diferença entre abuso e exploração sexual. A professora do curso de Serviço Social da Estácio, Annamaria Martins, explica que um abuso é configurado por qualquer ato de cunho sexual com a criança/adolescente, e não se restringe somente à consumação do sexo. Um toque diferente, o exibicionismo, mensagens obscenas, ou qualquer outra conduta sexual prejudicial ao bem-estar mental, emocional ou físico de uma criança é considerado um abuso sexual infantil, esclarece.

“Já a exploração envolve a mercantilização do corpo, e qualquer aspecto que indique isto. Quando a criança/adolescente troca o ato sexual por dinheiro, comida, roupa”, elucida a professora. Se identificado qualquer um destes casos, a indicação é de denunciar imediatamente. “É muito importante isto, porque a criança vai precisar do adulto para fazer a denúncia”, frisa.

O denunciante pode ligar para o Disque 100 e relatar o ocorrido anonimamente, ou também ir diretamente à Delegacia Especial de Defesa da Criança e do Adolescente, já que se trata de um crime. A ajuda pode vir também do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), ou até por meio do Ministério Público.

 

Serviço Gratuito

Com a necessidade de auxílio psicológico, a família deve procurar por ajuda profissional. A Clínica de Psicologia da Estácio Ponta Negra, denominada Serviço de Psicologia Aplicada (SPA), oferece atendimentos terapêuticos e serviço de plantão de escuta psicológica gratuitamente para a população, de todas as idades. O SPA fica no prédio da faculdade, localizado na Av. Engenheiro Roberto Freire, próximo ao Banco do Brasil. Para o plantão não é necessário agendamento.

 

Plantão de escuta psicológica

Terças e quintas: das 13h30 às 17h

Quartas: 7h30 às 13h30

Quintas: das 13h30 às 17h

Triagem para terapia

Quintas das 18h30 às 20h

Contato: 3642-7531

Mutirão no Alecrim auxilia microempreendedores na entrega da Declaração Anual

O Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da faculdade Estácio promove um mutirão para preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN – SIMEI), que deve ser entregue até dia 31 de maio. A declaração é uma das obrigações e responsabilidades que o MEI deve apresentar anualmente à Receita Federal e diz respeito ao faturamento bruto do exercício do ano anterior.

O serviço gratuito acontecerá de segunda a quarta, nas duas últimas semanas de maio, a iniciar no próximo dia 21, no horário das 15h às 18h. A equipe de alunos e professores estará a postos para o atendimento no segundo piso do Shopping 10, localizado no Alecrim.

De acordo com Lyana Gurgel, professora de Contabilidade da Estácio Alexandrino e coordenadora do NAF, a pessoa formalizada como MEI tem obrigações e responsabilidades específicas para poder exercer a sua atividade como pessoa jurídica que é, e também usufruir dos benefícios. Neste caso, o MEI deve pagar mensalmente o DAS (R$ 48,70 comércio e R$ 52,70 serviço), e também realizar a Declaração Anual Simplificada do MEI (DASN-SIMEI), com o valor do faturamento do ano de 2017.

Faculdade debate investigação de homicídio

O Projeto Direito ao Cinema dá continuidade à sua programação de filmes e dabates com a exibição da película “O Assassinato no Expresso do Oriente”, neste sábado (28), às 9h, na Estácio Alexandrino. O evento é gratuito e aberto à comunidade acadêmica e ao público em geral. Para estudantes de outras instituições é disponibilizado certificado de participação.

A adaptação do clássico da literatura homônimo de Agatha Christie, é dirigida e protagonizada por Kenneth Branagh. Na trama, os personagens ficam presos no veículo que dá título ao filme devido a uma avalanche de neve, e se deparam com uma tragédia quando um deles aparece morto, levantando a suspeita de que qualquer um dos sobreviventes pode ser o assassino. Caberá, então, ao detetive Hercule Poirot (Kenneth Branagh), também a bordo do trem, desvendar o crime.

A escrivã da Polícia Civil de Pernambuco, Priscilla Queiroga, e Taís Aires, delegada da Polícia Civil do RN serão as convidadas especiais para o debate que acontece após a exibição do filme. Elas irão abordar o impacto que a obra teve para suas escolhas profissionais, irão relatar suas experiências na Polícia e discutirão os aspectos penais e investigativos do filme.

Novas oportunidades para administradores

Novas oportunidades de atuação profissional para administradores é o assunto da palestra a ser ministrada por Júlio Rezende, presidente do Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Norte (CRA-RN). O evento acontece na Estácio Ponta Negra na próxima segunda-feira (23), às 19h. O palestrante falará sobre o mercado do RN e o cenário nacional, e como este contexto favorece aos profissionais e formandos da área, com a abertura de novas áreas de negócios.

Júlio Rezende, além de presidente do Conselho, é palestrante nas áreas de sustentabilidade, inovação, empreendedorismo, startups, psicologia e administração. É autor de livros premiados, administrador, psicólogo, doutor em Administração pela UFRN, com pós-doutorado na University of Central Florida (UCF).

O evento é gratuito e aberto ao público. Para estudantes da Estácio e de outras instituições é fornecido um certificado de 3h. Mais informações sobre o evento pelo telefone (84) 99858-5803. Inscrições através do link: https://goo.gl/forms/PTbCdAqrPeBPzhOF2 .

Projeto de Fisioterapia trata de pacientes com AVC

Atendimento gratuito faz uso experimental da tecnologia da Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) e pretende restaurar os movimentos paralisados

 

Grupo de pesquisa do curso de Fisioterapia da Estácio Ponta Negra está com vagas abertas para pacientes que tiveram Acidente Vascular Cerebral, mais conhecido pela sigla AVC, e estão com sequelas motoras. O tratamento gratuito, realizado pelos alunos supervisionados por professores, consiste no uso experimental da tecnologia da Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) e pretende restaurar os movimentos paralisados.

“Utilizamos a técnica da estimulação associada a um protocolo de atividades fisioterapêuticas, que são exercícios específicos programados pela equipe. A ação é realizada em um período de quatro semanas, com duas a três sessões por semana e, em seguida, aplicamos uma reavaliação para verificarmos a evolução do quadro clínico”, explica o professor Clécio Gabriel de Souza, coordenador do projeto.

De acordo com o coordenador, a ETCC já é utilizada, com bons resultados comprovados em outras doenças como depressão, enxaqueca e fibromialgia. Para pacientes de AVC, na Estácio, o grupo realiza esse tratamento desde o semestre passado, mas atualmente conta com uma equipe mais ampla e novos procedimentos fisioterápicos.

O AVC, também conhecido popularmente como ‘derrame’, é causado pela interrupção da circulação sanguínea no cérebro, devido ao rompimento de um vaso sanguíneo ou bloqueio por um coágulo. Sem o fornecimento de oxigênio e nutrientes, o tecido cerebral sofre os danos que acarretam o AVC.

Para participar do projeto como paciente, a pessoa deve comprovar que sofreu um AVC há mais de seis meses e, após a inscrição, será avaliada por meio de diversos exames para posterior agendamento. Os interessados devem entrar em contato pelos telefones: (84) 99818-0204 (TIM), 98707-9163 (Oi), ou 99422-9879 (Claro).

“Machado que eu li” será lançado na ANL próxima quinta, 19 de abril

O imortal da Academia Norte Riograndense de Letras (ANL) Ivan Maciel de Andrade lança livro em que se debruça sobre a obra de Machado de Assis

 

Articulista aos sábados do jornal Tribuna do Norte, o professor aposentado de Direito da UFRN e procurador de Justiça, Ivan Maciel de Andrade, 80, contabiliza mais de 700 artigos publicados naquele periódico, dos quais um pedaço significativo falou da obra de Machado de Assis, considerado o “Patrono das Letras” e que ele reúne agora em livro, por insistência de amigos como Woden Madruga e Jarbas Martins.

A obra Machado que eu Li – Editora Caravela Selo Cultural a ser lançada nesta quinta (19) de abril, às 18h, na ANL, contem 110 artigos e, segundo o autor, que ocupa a cadeira número 17 – antes, assento do amigo falecido Aluízio Alves – é um livro que “foge dos jargões acadêmicos”. Portanto, pode e deve ser lido por qualquer pessoa que tenha interesse em literatura. “Esse livro aproxima Machado do leitor”, diz ele, acrescentando que a aparente dificuldade em se ler Machado tem a ver com o fato de que ele era um escritor erudito, com características anglófilas. Mas, passada essa barreira inicial, sua leitura se mantém atual e necessária. “Machado de Assis retratou a história social do Brasil de maneira crítica. Por trás de toda frase de MA tem um sentido, ele problematizava as questões humanas. Era um escritor, de certa forma, trágico”, diz acrescentando que os temas fundamentais da obra do escritor em questão eram o ciúme e a alma feminina.

Leitor voraz a vida inteira. Dedicou-se aos contos, crônicas e críticas não só de Machado de Assis, como também de obras de autores como (Fiódor) Dostoiévski (1821-1881), (Liev) Tolstói, (Marcel) Proust, (Anton) Tchekhov, Jorge Luis Borges, dentre muitos outros.

Maciel acredita que é o primeiro livro escrito nesse formato sobre a obra de Machado de Assis. Conhecedor também do que foi escrito sobre Machado por grandes nomes como Astrojildo Pereira e Roberto Schwarz é possível que o Rio Grande do Norte inaugure através de Maciel de Andrade um espaço na crítica à obra machadiana, que sai dos rincões acadêmicos, passeia pelas páginas efêmeras de um jornal e se assenta, finalmente, em livro.

 

“Machado que eu Li” – Ivan Maciel de Andrade – Lançamento de livro

Dia: 19 de abril, às 18h

Local: Academia Norte Riograndense de Letras, Rua Mibipu 443, Petrópolis

Preço: R$ 40

IFRN Parnamirim abre inscrições para cursos de Mecatrônica e Redes de Computadores

O IFRN Campus Parnamirim está com inscrições abertas para Processo Seletivo dos Cursos Técnicos subsequentes. Ao todo estão sendo ofertadas 80 vagas, nos cursos de Mecatrônica e Redes de Computadores. As aulas acontecerão no regime presencial no turno noturno e as inscrições vão até o dia 12 de abril, às 18h, pelo site do IFRN.

A modalidade Subsequente é destinada àquelas pessoas que já possuem o nível médio e desejam adquirir uma formação técnica. Os cursos ofertados pelo IFRN tem duração de dois anos e certificação reconhecida pelo mercado, como por exemplo o curso de Redes de Computadores que possui formação para a certificação CISCO, fabricante de equipamentos reconhecido internacionalmente. O Processo Seletivo é para entrada a partir do segundo semestre letivo de 2018. As provas serão aplicadas nos diversos campi do IFRN, abrangendo os conhecimentos comuns à escolarização do nível médio. As provas deste Processo Seletivo estão organizadas da seguinte forma:

  1. a) Prova I – Língua Portuguesa, com 20 (vinte) questões de múltipla escolha;
  2. b) Prova II – Matemática, com 20 (vinte) questões de múltipla escolha;
  3. c) Prova III – Produção Textual Escrita, com 01 (uma) questão discursiva. Cada uma das provas terá pontuação total variando de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.

 

Metade das vagas ofertadas será destinada a candidatos que cursaram integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras, inclusive em cursos de educação profissional técnica, conforme Art. 2o do Decreto 7.824, de 11 de outubro de 2012.

Natal ganha mais uma minibiblioteca do Projeto Casa das Palavras nesta quinta-feira

O Projeto Casa das Palavras volta a Natal e irá instalar, nesta quinta-feira, 29, a partir das 15h, uma minibiblioteca no Terminal Rodoviário do bairro de Cidade a Esperança. Na ocasião, haverá apresentação cultural do poeta Rodrigo Bico, com recital poético e contação de estórias com muito humor.

As pequenas bibliotecas para compartilhamento de livros são construídas no formato de casinhas coloridas de madeira e instaladas em pontos de maior circulação de pessoas nas cidades. Já existem minibibliotecas instaladas em praças, canteiros, em frente a escolas, próximas às paradas de ônibus e à instituições culturais.

Cada minibiblioteca conta com um acervo inicial mínimo de 50 livros. Todos esses livros são novos e adquiridos diretamente junto aos autores ou editoras instaladas no Rio Grande do Norte. O projeto estimula também a participação direta das pessoas através da idéia “Pegue um livro e deixe um livro”.

Até julho de 2018 o Rio Grande do Norte contará com cerca de 60 minibibliotecas em mais de 20 municípios do estado, instaladas em vários espaços urbanos e comunidades.

O projeto tem o patrocínio da Cosern, da NET, da Claro e do Governo do RN, através da Lei Câmara Cascudo. Em Natal, a Unimed e a Prefeitura patrocinam a ação através da Lei Djalma Maranhão.

 

Algumas das cidades contempladas pelas minibibliotecas:

Assú, Apodi, Angicos, Caicó, Ceará-Mirim, Currais Novos, Jardim de Piranhas, Lagoa Nova, Macau, Mossoró, Natal, Nízia Floresta, Nova Cruz, Pau dos Ferros, Parnamirim, Parelhas, Rafael Fernandes, São Miguel do Gostoso, São Paulo do Potengi, São Tomé, Santa Cruz, Santana do Matos, Santo Antônio, São Gonçalo do Amarante, Timbaúba dos Batistas.

 

Alguns bairros já contemplados pelo projeto em Natal:

Cidade Alta, Petrópolis, Tirol, Candelária, Ponta Negra, Pirangi, Cidade Nova e Potengi

Faculdade aumenta horários de atendimentos para declarações de IR gratuitamente

Serviço prioriza turno noturno e final de semana para beneficiar trabalhadores

 

O Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF), da Estácio Alexandrino, aumentou seus dias e horários para atendimentos gratuitos à comunidade. Os contribuintes que precisam fazer a declaração de Imposto de Renda e outras demandas junto à Receita Federal, podem contar com o serviço nas segundas, terças, quartas-feiras e sábados.

Durante a semana, o Núcleo está aberto no horário noturno, com o objetivo de beneficiar as pessoas que trabalham em expediente comercial. Nas segundas e terças-feiras o serviço inicia às 18h e vai até às 20h30; nas quartas-feiras o horário se estende das 18h às 22h e nos sábados o atendimento acontece durante a manhã, das 9h às 12h.

“No total, temos disponíveis agora mais 20 horas semanais, em comparação a quando começamos os atendimentos no início do mês de março, para que possamos atender à demanda”, relata a coordenadora do NAF e professora de Contabilidade da Estácio Alexandrino, Lyana Gurgel. A faculdade está localizada na Av. Alexandrino, Nº 708, bairro Alecrim.

A entrega da declaração do IR segue até o dia 30 de abril. Aqueles que não respeitarem o prazo estão sujeitos ao pagamento de multa de 1% por mês de atraso. O valor mínimo de cobrança é de R$ 165,74 e, o máximo, pode chegar a 20% do imposto devido.

O rendimento bruto superior a R$ 28.559 é um dos itens de obrigatoriedade da declaração do Imposto de Renda. Quem obteve rendimento inferior a este é isento.

 

É obrigado a declarar quem:

-Recebeu rendimentos tributáveis sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma anual foi superior a R$ 28.559,70;

-Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00.

-Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

-Optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias contados da celebração do contrato de venda, nos termos do art. 39 da Lei nº 11.196, de 21 de novembro de 2005;

-Teve a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2016, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00.

 

Relativo à atividade rural:

Quem obteve receita bruta anual em valor superior a R$ 142.798,50;

Quem pretenda compensar, no ano-calendário de 2016 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2016.

 

Mais informações pelo telefone: (84) 3298-1618

Horários de atendimentos:

Segundas-feiras das 18h às 20h30

Terças-feiras das 18h às 20h30

Quartas-feiras das 18h às 22h

Sábados (14/04 e 28/04) das 9h às 12h

Faculdade incentiva solidariedade em trote de boas-vindas

Tradicional na faculdade Estácio, a recepção aos calouros é acompanhada de ações de responsabilidade social através do Trote Solidário. Neste ano, as três unidades da instituição em Natal têm programações diferenciadas, arrecadação de alimentos, materiais de higiene e também doação de sangue. Novos alunos e população em geral estão convidados a participarem das ações.

Essa iniciativa faz parte do projeto de Boas-Vindas da Estácio e envolve toda uma mobilização solidária. Essa é uma prática da instituição, a responsabilidade social. O objetivo é firmar laços entre a faculdade, família e sociedade”, declara Juliana Rocha, Focal de Atividades Acadêmicas Complementares da Estácio Zona Norte.

A unidade, localizada no bairro Igapó, está aberta até o próximo dia 28 para recebimento de lençóis, toalhas, barbeadores e materiais de higiene pessoal em geral. Estas doações serão revertidas para o Projeto Chuveiro Solidário, voltado para populações de rua.

Já na Estácio Ponta Negra, a arrecadação vai até esta sexta-feira (23). No local estão sendo recebidos sabonetes líquidos, leite em pó e fraldas geriátricas. As doações desta unidade serão entregues ao Lar da Vovozinha, que atende idosas.

Já a unidade Estácio Alexandrino está estimulando a doação de sangue entre os alunos e voluntários.

 

Veja abaixo o endereço das unidades para participar das ações.

Estácio Zona Norte: Henrique Dias, 305, no bairro Igapó (rua em frente ao Atacadão).

Estácio Ponta Negra: Av. Roberto Freire, 90 – Capim Macio (próximo ao Banco do Brasil).

Rede Salesiana do RN sedia Nordestão Salesiano 2018

Em 2018 será disputada a 33ª edição dos jogos Nordestão Salesiano em Natal. A competição terá como sedes o Salesiano São José, o Salesiano Dom Bosco, o Instituto Maria Auxiliadora e Centro Educacional Dom Bosco, instituições salesianas do Rio Grande do Norte.

Marcada para o período entre 25 e 30 de junho, o evento esportivo contará com aproximadamente 1.200 atletas de delegações de Pernambuco, Ceará, Sergipe, Bahia, além do RN.

A competição terá disputas no badminton, basquete, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, vôlei, xadrez e vôlei de praia. Além da participação dos alunos-atletas, o evento tem a participação das famílias.

O Nordestão Salesiano objetiva confraternizar alunos e professores salesianos, para vivenciar o espírito de família, através do esporte e de outras atividades culturais, sociais e religiosas.

A última edição do Nordestão realizada em Natal aconteceu no ano 2013 e reuniu em torno de mil atletas de todo o Nordeste.

UFRN discute a institucionalização de programa voltado para mulheres em estado de vulnerabilidade

Representantes da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), Escola de Música da UFRN (EMUFRN) e Escola de Saúde (ESUFRN ) estão discutindo a institucionalização do Programa Mulheres Mil juntamente com representantes do Conselho Nacional das Escolas Técnicas vinculadas as Universidades Federais (CONDETUF) e a equipe técnica da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (SETEC/MEC), coordenada pela professora Jussara Maysa Silva Campos. A ideia é ampliar o acesso a educação e cidadania para mulheres em estado de vulnerabilidade social.

Participaram do encontro o coordenador-geral do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) na EAJ, Prof. João Inácio da Silva Filho; a coordenadora-geral do Pronatec na EMUFRN, professora Raquel Carmona, a coordenadora Geral do Pronatec da ESUFRN, Cleide Oliveira Gomes, além de representantes das escolas vinculadas às universidades federais do Pará, Paraíba, Pernambuco e Minas Gerais.

Durante o encontro as Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais apresentaram a experiência na oferta e discutiram sobre o processo de institucionalização do Programa Mulheres Mil, os desafios, as possibilidades da ampliação do público-alvo e a proposta de oferta institucional.

De acordo com a Coordenadora Geral de Regulação e Supervisão de Educação Profissional e Tecnológica Da SETEC/MEC, Jussara Campos, a institucionalização do Programa tem como objetivo garantir de forma permanente ao atendimento de mulheres em estado de vulnerabilidade social.

A institucionalização do Programa Mulheres Mil está pautada na busca pela oferta permanente de qualificação profissional para mulheres em estado de vulnerabilidade social. Com o cumprimento da meta de 100 mil matrículas em 2016, o Ministério decidiu pela institucionalização do programa por meio de ações e iniciativas que corroborem para o cumprimento das diretrizes do programa”, explica Jussara Campos.

Os desafios da institucionalização do Mulheres Mil perpassam o planejamento institucional já que o exercício envolve não só uma decisão em relação à oferta permanente, mas a criação de uma estrutura que reconhece que o Programa Mulheres Mil contribui para o cumprimento de metas e objetivos institucionais”, completa Jussara Campos.

Para a Assessora da Escola Técnica de Saúde vinculada à Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Juliana Faquim, a institucionalização do Programa Mulheres Mil é muito positiva.  “Até então as experiências com a profissionalização das mulheres em estado de vulnerabilidade social dependiam do Pronatec. Com a institucionalização do programa o processo de elevação de escolaridade do público-alvo se dará de forma regular e em consonância com a missão das universidades em promover igualdade de gêneros e difusão do conhecimento”, comenta Juliana Faquim.

Na reunião, a Setec/MEC apresentou os resultados do grupo de trabalho (GT) da institucionalização anteriormente agrupado com representantes dos Institutos Federais. Será lançado o documento das diretrizes da institucionalização nas Escolas Vinculadas, que após aprovação será implantado.

 

Pronatec Mulheres Mil

O Programa Mulheres Mil foi implantado, inicialmente, como Projeto Piloto, por meio de uma parceria com o Canadá, em 2007, com o objetivo de promover a inclusão social e econômica de mulheres em situação de vulnerabilidade. Em 2013 o Programa passou a integrar Pronatec por meio da iniciativa Bolsa Formação. A oferta é resultado da parceira entre o Ministério de Educação e Cultura (MEC) e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Com o acompanhamento de orientadores, assistentes sociais, pedagogos e psicólogos, as participantes da oferta exclusiva do Pronatec Mulheres Mil, contam com aulas de português, matemática, direito da mulher, inclusão digital, sustentabilidade e empreendedorismo, além da capacitação profissional.

Os cursos são direcionados às beneficiárias titulares e dependentes dos programas federais de transferência de renda, com o objetivo de promover a inclusão educacional, social e produtiva de mulheres em situação de vulnerabilidade.