Blog editado a partir de Natal/RN - Brasil.

Publicidade
Instagram
Twitter
Publicidade
Buscar
Calendário
junho 2018
S T Q Q S S D
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Publicidade
Publicidade
Publicidade Vídeo

Uma homenagem da Prefeitura de Natal para os Professores

Posts da ‘EDUCAÇÃO/CULTURA’

ATENÇÃO – Termina amanhã (3) prazo para solicitar uso do nome social no Enem

Termina amanhã (3) o prazo para que transexuais e travestis possam solicitar a identificação pelo nome social no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A solicitação deve ser feita na Página do Participante.

O candidato deve informar CPF, senha e o nome social usado. Devem ser anexados documentos comprobatórios: fotografia atual nítida, individual, colorida, com fundo branco que enquadre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro sem o uso de óculos escuros e artigos de chapelaria, tais como boné, chapéu, viseira, gorro ou similares; cópia digitalizada da frente e do verso de um dos documentos de identificação oficial com foto e cópia assinada e digitalizada do formulário de solicitação.

Os documentos serão aceitos somente nos formatos PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2MB.

Depois de apresentar as informações solicitadas, o participante deverá, então, clicar no botão “visualizar” e imprimir o formulário de solicitação.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) orienta que os documentos devem ser legíveis para que não haja o risco de serem considerados inválidos para comprovação do atendimento.

As solicitações que não forem aceitas poderão ser consultadas na Página do Participante. Nesse caso, o candidato será informado pelo e-mail cadastrado para que envie um novo documento comprobatório no prazo de cinco dias.

No ano passado, 303 pessoas fizeram a solicitação para uso do nome social no Enem. O atendimento pelo nome que a pessoa se identifica teve início no Enem de 2014, quando 102 pessoas usaram o nome social durante a aplicação da prova. Em 2015, esse número passou para 278 e, em 2016, para 407.

As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro. As notas podem ser usadas para ingresso no ensino superior e para acesso a programas do governo federal como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

(Agência Brasil)

Declaração anual do Microempreendedor termina em 31 de maio

Alunos de Contabilidade da faculdade Estácio realizam mutirão no Alecrim para auxiliar MEI’s na entrega da Declaração Anual

 

O Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da faculdade Estácio promove um mutirão para preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN – SIMEI), que deve ser entregue até dia 31 de maio. A declaração é uma das obrigações e responsabilidades que o MEI deve apresentar anualmente à Receita Federal e diz respeito ao faturamento bruto do exercício do ano anterior, ou seja, do ano de 2017.

O serviço gratuito acontece de segunda a quarta, nas duas últimas semanas de maio, tendo iniciado no dia 21 de maio, sempre no horário das 15h às 18h. A equipe de alunos e professores está a postos para o atendimento no segundo piso do Shopping 10, localizado no Alecrim.

De acordo com Lyana Gurgel, professora de Contabilidade da Estácio Alexandrino e coordenadora do NAF, o documento serve para informar à Receita Federal que o microempreendedor segue operando e enquadrado como MEI. Nesta declaração não é pago ou restituído imposto, isto porque o MEI já tem a obrigação de pagar mensalmente o DAS (R$ 48,70 comércio e R$ 52,70 serviço), independentemente do faturamento.

“Muitos microempreendedores individuais não sabem que precisam fazer a Declaração Anual. Acham que é só abrir o CNPJ de MEI e pronto. Só sabem que estão irregulares quando descobrem o “nome sujo” no mercado, e não conseguem fazer um empréstimo ou abrir uma empresa”, relata a profissional. Além disso, há casos em que a pessoa abre o CNPJ e não recolhe o valor mensal do imposto, ficando em dívida com a Receita.

O teto de faturamento, até dezembro, era de R$ 60 mil. O valor foi ajustado para R$ 81 mil em janeiro. O novo limite, no entanto, só vale para a declaração que será enviada no ano que vem (2019). Quem tiver declarações atrasadas deve, primeiro, enviar as DASN antigas, em ordem cronológica, até habilitar o envio da declaração referente a 2017. Quem extinguiu o MEI em 2017 também precisa declarar.

Abuso sexual: como identificar e o que fazer?

As ocorrências de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes infelizmente são mais comuns do que se pensa. Dados atualizados do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), por exemplo, mostram que 70% das vítimas de estupro do País são menores de idade. O Rio Grande do Norte contabilizou um total de 4.108 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes ao serviço Disque 100 entre 2011 e 2017, segundo dados do Ministério dos Direitos Humanos. Casos podem ocorrer com crianças próximas. Como identificar e abordar o assunto com a criança, ou adolescente, sobre a situação?

O tema se destaca, especialmente, porque esta sexta-feira, 18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, estabelecido pela Lei Federal 9.970/00.

De acordo com a professora de Psicologia da Estácio, Elaine Eufrásio, não há um padrão fixo comportamental para identificar um abuso, no entanto, há indícios comuns na criança e/ou adolescente que merecem atenção. Mudanças bruscas de comportamento, conversas de cunho sexual, referências constantes às partes íntimas, podem ser indícios.

“Muitas vezes a criança apresenta em desenhos, brincadeiras, ou na sua própria linguagem. São pinturas com o órgão sexual em destaque; interesse súbito em beijar, acariciar, de uma maneira não apropriada para a idade; uso de vocabulário de cunho sexual incomum”, exemplifica a psicóloga.

Elaine ressalta que o comportamento repulsivo, ou de aproximação sexualizada, com uma pessoa específica merece observação também. De acordo com dados do Ministério da Justiça, mais de 80% dos abusos sexuais cometidos contra crianças e adolescentes acontecem dentro da casa da própria vítima.

Neste cenário, os pais e responsáveis devem fazer com que a criança e/ou adolescente se sinta ouvido e acolhido, sem questionamentos. “Daí a importância da base familiar, do laço de confiança e afeto. Há estes sinais, mas se os responsáveis não tiverem a atenção necessária, a situação vai passar despercebida. Hoje temos muitos afazeres, mas é preciso separar um tempo de qualidade para essas crianças”, ressalta a profissional.

 

Confirmada a suspeita, é hora de fazer a denúncia

Também é preciso entender a diferença entre abuso e exploração sexual. A professora do curso de Serviço Social da Estácio, Annamaria Martins, explica que um abuso é configurado por qualquer ato de cunho sexual com a criança/adolescente, e não se restringe somente à consumação do sexo. Um toque diferente, o exibicionismo, mensagens obscenas, ou qualquer outra conduta sexual prejudicial ao bem-estar mental, emocional ou físico de uma criança é considerado um abuso sexual infantil, esclarece.

“Já a exploração envolve a mercantilização do corpo, e qualquer aspecto que indique isto. Quando a criança/adolescente troca o ato sexual por dinheiro, comida, roupa”, elucida a professora. Se identificado qualquer um destes casos, a indicação é de denunciar imediatamente. “É muito importante isto, porque a criança vai precisar do adulto para fazer a denúncia”, frisa.

O denunciante pode ligar para o Disque 100 e relatar o ocorrido anonimamente, ou também ir diretamente à Delegacia Especial de Defesa da Criança e do Adolescente, já que se trata de um crime. A ajuda pode vir também do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), ou até por meio do Ministério Público.

 

Serviço Gratuito

Com a necessidade de auxílio psicológico, a família deve procurar por ajuda profissional. A Clínica de Psicologia da Estácio Ponta Negra, denominada Serviço de Psicologia Aplicada (SPA), oferece atendimentos terapêuticos e serviço de plantão de escuta psicológica gratuitamente para a população, de todas as idades. O SPA fica no prédio da faculdade, localizado na Av. Engenheiro Roberto Freire, próximo ao Banco do Brasil. Para o plantão não é necessário agendamento.

 

Plantão de escuta psicológica

Terças e quintas: das 13h30 às 17h

Quartas: 7h30 às 13h30

Quintas: das 13h30 às 17h

Triagem para terapia

Quintas das 18h30 às 20h

Contato: 3642-7531

Mutirão no Alecrim auxilia microempreendedores na entrega da Declaração Anual

O Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da faculdade Estácio promove um mutirão para preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN – SIMEI), que deve ser entregue até dia 31 de maio. A declaração é uma das obrigações e responsabilidades que o MEI deve apresentar anualmente à Receita Federal e diz respeito ao faturamento bruto do exercício do ano anterior.

O serviço gratuito acontecerá de segunda a quarta, nas duas últimas semanas de maio, a iniciar no próximo dia 21, no horário das 15h às 18h. A equipe de alunos e professores estará a postos para o atendimento no segundo piso do Shopping 10, localizado no Alecrim.

De acordo com Lyana Gurgel, professora de Contabilidade da Estácio Alexandrino e coordenadora do NAF, a pessoa formalizada como MEI tem obrigações e responsabilidades específicas para poder exercer a sua atividade como pessoa jurídica que é, e também usufruir dos benefícios. Neste caso, o MEI deve pagar mensalmente o DAS (R$ 48,70 comércio e R$ 52,70 serviço), e também realizar a Declaração Anual Simplificada do MEI (DASN-SIMEI), com o valor do faturamento do ano de 2017.

Faculdade debate investigação de homicídio

O Projeto Direito ao Cinema dá continuidade à sua programação de filmes e dabates com a exibição da película “O Assassinato no Expresso do Oriente”, neste sábado (28), às 9h, na Estácio Alexandrino. O evento é gratuito e aberto à comunidade acadêmica e ao público em geral. Para estudantes de outras instituições é disponibilizado certificado de participação.

A adaptação do clássico da literatura homônimo de Agatha Christie, é dirigida e protagonizada por Kenneth Branagh. Na trama, os personagens ficam presos no veículo que dá título ao filme devido a uma avalanche de neve, e se deparam com uma tragédia quando um deles aparece morto, levantando a suspeita de que qualquer um dos sobreviventes pode ser o assassino. Caberá, então, ao detetive Hercule Poirot (Kenneth Branagh), também a bordo do trem, desvendar o crime.

A escrivã da Polícia Civil de Pernambuco, Priscilla Queiroga, e Taís Aires, delegada da Polícia Civil do RN serão as convidadas especiais para o debate que acontece após a exibição do filme. Elas irão abordar o impacto que a obra teve para suas escolhas profissionais, irão relatar suas experiências na Polícia e discutirão os aspectos penais e investigativos do filme.

Novas oportunidades para administradores

Novas oportunidades de atuação profissional para administradores é o assunto da palestra a ser ministrada por Júlio Rezende, presidente do Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Norte (CRA-RN). O evento acontece na Estácio Ponta Negra na próxima segunda-feira (23), às 19h. O palestrante falará sobre o mercado do RN e o cenário nacional, e como este contexto favorece aos profissionais e formandos da área, com a abertura de novas áreas de negócios.

Júlio Rezende, além de presidente do Conselho, é palestrante nas áreas de sustentabilidade, inovação, empreendedorismo, startups, psicologia e administração. É autor de livros premiados, administrador, psicólogo, doutor em Administração pela UFRN, com pós-doutorado na University of Central Florida (UCF).

O evento é gratuito e aberto ao público. Para estudantes da Estácio e de outras instituições é fornecido um certificado de 3h. Mais informações sobre o evento pelo telefone (84) 99858-5803. Inscrições através do link: https://goo.gl/forms/PTbCdAqrPeBPzhOF2 .

Projeto de Fisioterapia trata de pacientes com AVC

Atendimento gratuito faz uso experimental da tecnologia da Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) e pretende restaurar os movimentos paralisados

 

Grupo de pesquisa do curso de Fisioterapia da Estácio Ponta Negra está com vagas abertas para pacientes que tiveram Acidente Vascular Cerebral, mais conhecido pela sigla AVC, e estão com sequelas motoras. O tratamento gratuito, realizado pelos alunos supervisionados por professores, consiste no uso experimental da tecnologia da Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) e pretende restaurar os movimentos paralisados.

“Utilizamos a técnica da estimulação associada a um protocolo de atividades fisioterapêuticas, que são exercícios específicos programados pela equipe. A ação é realizada em um período de quatro semanas, com duas a três sessões por semana e, em seguida, aplicamos uma reavaliação para verificarmos a evolução do quadro clínico”, explica o professor Clécio Gabriel de Souza, coordenador do projeto.

De acordo com o coordenador, a ETCC já é utilizada, com bons resultados comprovados em outras doenças como depressão, enxaqueca e fibromialgia. Para pacientes de AVC, na Estácio, o grupo realiza esse tratamento desde o semestre passado, mas atualmente conta com uma equipe mais ampla e novos procedimentos fisioterápicos.

O AVC, também conhecido popularmente como ‘derrame’, é causado pela interrupção da circulação sanguínea no cérebro, devido ao rompimento de um vaso sanguíneo ou bloqueio por um coágulo. Sem o fornecimento de oxigênio e nutrientes, o tecido cerebral sofre os danos que acarretam o AVC.

Para participar do projeto como paciente, a pessoa deve comprovar que sofreu um AVC há mais de seis meses e, após a inscrição, será avaliada por meio de diversos exames para posterior agendamento. Os interessados devem entrar em contato pelos telefones: (84) 99818-0204 (TIM), 98707-9163 (Oi), ou 99422-9879 (Claro).

“Machado que eu li” será lançado na ANL próxima quinta, 19 de abril

O imortal da Academia Norte Riograndense de Letras (ANL) Ivan Maciel de Andrade lança livro em que se debruça sobre a obra de Machado de Assis

 

Articulista aos sábados do jornal Tribuna do Norte, o professor aposentado de Direito da UFRN e procurador de Justiça, Ivan Maciel de Andrade, 80, contabiliza mais de 700 artigos publicados naquele periódico, dos quais um pedaço significativo falou da obra de Machado de Assis, considerado o “Patrono das Letras” e que ele reúne agora em livro, por insistência de amigos como Woden Madruga e Jarbas Martins.

A obra Machado que eu Li – Editora Caravela Selo Cultural a ser lançada nesta quinta (19) de abril, às 18h, na ANL, contem 110 artigos e, segundo o autor, que ocupa a cadeira número 17 – antes, assento do amigo falecido Aluízio Alves – é um livro que “foge dos jargões acadêmicos”. Portanto, pode e deve ser lido por qualquer pessoa que tenha interesse em literatura. “Esse livro aproxima Machado do leitor”, diz ele, acrescentando que a aparente dificuldade em se ler Machado tem a ver com o fato de que ele era um escritor erudito, com características anglófilas. Mas, passada essa barreira inicial, sua leitura se mantém atual e necessária. “Machado de Assis retratou a história social do Brasil de maneira crítica. Por trás de toda frase de MA tem um sentido, ele problematizava as questões humanas. Era um escritor, de certa forma, trágico”, diz acrescentando que os temas fundamentais da obra do escritor em questão eram o ciúme e a alma feminina.

Leitor voraz a vida inteira. Dedicou-se aos contos, crônicas e críticas não só de Machado de Assis, como também de obras de autores como (Fiódor) Dostoiévski (1821-1881), (Liev) Tolstói, (Marcel) Proust, (Anton) Tchekhov, Jorge Luis Borges, dentre muitos outros.

Maciel acredita que é o primeiro livro escrito nesse formato sobre a obra de Machado de Assis. Conhecedor também do que foi escrito sobre Machado por grandes nomes como Astrojildo Pereira e Roberto Schwarz é possível que o Rio Grande do Norte inaugure através de Maciel de Andrade um espaço na crítica à obra machadiana, que sai dos rincões acadêmicos, passeia pelas páginas efêmeras de um jornal e se assenta, finalmente, em livro.

 

“Machado que eu Li” – Ivan Maciel de Andrade – Lançamento de livro

Dia: 19 de abril, às 18h

Local: Academia Norte Riograndense de Letras, Rua Mibipu 443, Petrópolis

Preço: R$ 40

IFRN Parnamirim abre inscrições para cursos de Mecatrônica e Redes de Computadores

O IFRN Campus Parnamirim está com inscrições abertas para Processo Seletivo dos Cursos Técnicos subsequentes. Ao todo estão sendo ofertadas 80 vagas, nos cursos de Mecatrônica e Redes de Computadores. As aulas acontecerão no regime presencial no turno noturno e as inscrições vão até o dia 12 de abril, às 18h, pelo site do IFRN.

A modalidade Subsequente é destinada àquelas pessoas que já possuem o nível médio e desejam adquirir uma formação técnica. Os cursos ofertados pelo IFRN tem duração de dois anos e certificação reconhecida pelo mercado, como por exemplo o curso de Redes de Computadores que possui formação para a certificação CISCO, fabricante de equipamentos reconhecido internacionalmente. O Processo Seletivo é para entrada a partir do segundo semestre letivo de 2018. As provas serão aplicadas nos diversos campi do IFRN, abrangendo os conhecimentos comuns à escolarização do nível médio. As provas deste Processo Seletivo estão organizadas da seguinte forma:

  1. a) Prova I – Língua Portuguesa, com 20 (vinte) questões de múltipla escolha;
  2. b) Prova II – Matemática, com 20 (vinte) questões de múltipla escolha;
  3. c) Prova III – Produção Textual Escrita, com 01 (uma) questão discursiva. Cada uma das provas terá pontuação total variando de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.

 

Metade das vagas ofertadas será destinada a candidatos que cursaram integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras, inclusive em cursos de educação profissional técnica, conforme Art. 2o do Decreto 7.824, de 11 de outubro de 2012.

Natal ganha mais uma minibiblioteca do Projeto Casa das Palavras nesta quinta-feira

O Projeto Casa das Palavras volta a Natal e irá instalar, nesta quinta-feira, 29, a partir das 15h, uma minibiblioteca no Terminal Rodoviário do bairro de Cidade a Esperança. Na ocasião, haverá apresentação cultural do poeta Rodrigo Bico, com recital poético e contação de estórias com muito humor.

As pequenas bibliotecas para compartilhamento de livros são construídas no formato de casinhas coloridas de madeira e instaladas em pontos de maior circulação de pessoas nas cidades. Já existem minibibliotecas instaladas em praças, canteiros, em frente a escolas, próximas às paradas de ônibus e à instituições culturais.

Cada minibiblioteca conta com um acervo inicial mínimo de 50 livros. Todos esses livros são novos e adquiridos diretamente junto aos autores ou editoras instaladas no Rio Grande do Norte. O projeto estimula também a participação direta das pessoas através da idéia “Pegue um livro e deixe um livro”.

Até julho de 2018 o Rio Grande do Norte contará com cerca de 60 minibibliotecas em mais de 20 municípios do estado, instaladas em vários espaços urbanos e comunidades.

O projeto tem o patrocínio da Cosern, da NET, da Claro e do Governo do RN, através da Lei Câmara Cascudo. Em Natal, a Unimed e a Prefeitura patrocinam a ação através da Lei Djalma Maranhão.

 

Algumas das cidades contempladas pelas minibibliotecas:

Assú, Apodi, Angicos, Caicó, Ceará-Mirim, Currais Novos, Jardim de Piranhas, Lagoa Nova, Macau, Mossoró, Natal, Nízia Floresta, Nova Cruz, Pau dos Ferros, Parnamirim, Parelhas, Rafael Fernandes, São Miguel do Gostoso, São Paulo do Potengi, São Tomé, Santa Cruz, Santana do Matos, Santo Antônio, São Gonçalo do Amarante, Timbaúba dos Batistas.

 

Alguns bairros já contemplados pelo projeto em Natal:

Cidade Alta, Petrópolis, Tirol, Candelária, Ponta Negra, Pirangi, Cidade Nova e Potengi

Faculdade aumenta horários de atendimentos para declarações de IR gratuitamente

Serviço prioriza turno noturno e final de semana para beneficiar trabalhadores

 

O Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF), da Estácio Alexandrino, aumentou seus dias e horários para atendimentos gratuitos à comunidade. Os contribuintes que precisam fazer a declaração de Imposto de Renda e outras demandas junto à Receita Federal, podem contar com o serviço nas segundas, terças, quartas-feiras e sábados.

Durante a semana, o Núcleo está aberto no horário noturno, com o objetivo de beneficiar as pessoas que trabalham em expediente comercial. Nas segundas e terças-feiras o serviço inicia às 18h e vai até às 20h30; nas quartas-feiras o horário se estende das 18h às 22h e nos sábados o atendimento acontece durante a manhã, das 9h às 12h.

“No total, temos disponíveis agora mais 20 horas semanais, em comparação a quando começamos os atendimentos no início do mês de março, para que possamos atender à demanda”, relata a coordenadora do NAF e professora de Contabilidade da Estácio Alexandrino, Lyana Gurgel. A faculdade está localizada na Av. Alexandrino, Nº 708, bairro Alecrim.

A entrega da declaração do IR segue até o dia 30 de abril. Aqueles que não respeitarem o prazo estão sujeitos ao pagamento de multa de 1% por mês de atraso. O valor mínimo de cobrança é de R$ 165,74 e, o máximo, pode chegar a 20% do imposto devido.

O rendimento bruto superior a R$ 28.559 é um dos itens de obrigatoriedade da declaração do Imposto de Renda. Quem obteve rendimento inferior a este é isento.

 

É obrigado a declarar quem:

-Recebeu rendimentos tributáveis sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma anual foi superior a R$ 28.559,70;

-Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00.

-Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

-Optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias contados da celebração do contrato de venda, nos termos do art. 39 da Lei nº 11.196, de 21 de novembro de 2005;

-Teve a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2016, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00.

 

Relativo à atividade rural:

Quem obteve receita bruta anual em valor superior a R$ 142.798,50;

Quem pretenda compensar, no ano-calendário de 2016 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2016.

 

Mais informações pelo telefone: (84) 3298-1618

Horários de atendimentos:

Segundas-feiras das 18h às 20h30

Terças-feiras das 18h às 20h30

Quartas-feiras das 18h às 22h

Sábados (14/04 e 28/04) das 9h às 12h

Faculdade incentiva solidariedade em trote de boas-vindas

Tradicional na faculdade Estácio, a recepção aos calouros é acompanhada de ações de responsabilidade social através do Trote Solidário. Neste ano, as três unidades da instituição em Natal têm programações diferenciadas, arrecadação de alimentos, materiais de higiene e também doação de sangue. Novos alunos e população em geral estão convidados a participarem das ações.

Essa iniciativa faz parte do projeto de Boas-Vindas da Estácio e envolve toda uma mobilização solidária. Essa é uma prática da instituição, a responsabilidade social. O objetivo é firmar laços entre a faculdade, família e sociedade”, declara Juliana Rocha, Focal de Atividades Acadêmicas Complementares da Estácio Zona Norte.

A unidade, localizada no bairro Igapó, está aberta até o próximo dia 28 para recebimento de lençóis, toalhas, barbeadores e materiais de higiene pessoal em geral. Estas doações serão revertidas para o Projeto Chuveiro Solidário, voltado para populações de rua.

Já na Estácio Ponta Negra, a arrecadação vai até esta sexta-feira (23). No local estão sendo recebidos sabonetes líquidos, leite em pó e fraldas geriátricas. As doações desta unidade serão entregues ao Lar da Vovozinha, que atende idosas.

Já a unidade Estácio Alexandrino está estimulando a doação de sangue entre os alunos e voluntários.

 

Veja abaixo o endereço das unidades para participar das ações.

Estácio Zona Norte: Henrique Dias, 305, no bairro Igapó (rua em frente ao Atacadão).

Estácio Ponta Negra: Av. Roberto Freire, 90 – Capim Macio (próximo ao Banco do Brasil).

Rede Salesiana do RN sedia Nordestão Salesiano 2018

Em 2018 será disputada a 33ª edição dos jogos Nordestão Salesiano em Natal. A competição terá como sedes o Salesiano São José, o Salesiano Dom Bosco, o Instituto Maria Auxiliadora e Centro Educacional Dom Bosco, instituições salesianas do Rio Grande do Norte.

Marcada para o período entre 25 e 30 de junho, o evento esportivo contará com aproximadamente 1.200 atletas de delegações de Pernambuco, Ceará, Sergipe, Bahia, além do RN.

A competição terá disputas no badminton, basquete, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, vôlei, xadrez e vôlei de praia. Além da participação dos alunos-atletas, o evento tem a participação das famílias.

O Nordestão Salesiano objetiva confraternizar alunos e professores salesianos, para vivenciar o espírito de família, através do esporte e de outras atividades culturais, sociais e religiosas.

A última edição do Nordestão realizada em Natal aconteceu no ano 2013 e reuniu em torno de mil atletas de todo o Nordeste.

UFRN discute a institucionalização de programa voltado para mulheres em estado de vulnerabilidade

Representantes da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), Escola de Música da UFRN (EMUFRN) e Escola de Saúde (ESUFRN ) estão discutindo a institucionalização do Programa Mulheres Mil juntamente com representantes do Conselho Nacional das Escolas Técnicas vinculadas as Universidades Federais (CONDETUF) e a equipe técnica da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (SETEC/MEC), coordenada pela professora Jussara Maysa Silva Campos. A ideia é ampliar o acesso a educação e cidadania para mulheres em estado de vulnerabilidade social.

Participaram do encontro o coordenador-geral do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) na EAJ, Prof. João Inácio da Silva Filho; a coordenadora-geral do Pronatec na EMUFRN, professora Raquel Carmona, a coordenadora Geral do Pronatec da ESUFRN, Cleide Oliveira Gomes, além de representantes das escolas vinculadas às universidades federais do Pará, Paraíba, Pernambuco e Minas Gerais.

Durante o encontro as Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais apresentaram a experiência na oferta e discutiram sobre o processo de institucionalização do Programa Mulheres Mil, os desafios, as possibilidades da ampliação do público-alvo e a proposta de oferta institucional.

De acordo com a Coordenadora Geral de Regulação e Supervisão de Educação Profissional e Tecnológica Da SETEC/MEC, Jussara Campos, a institucionalização do Programa tem como objetivo garantir de forma permanente ao atendimento de mulheres em estado de vulnerabilidade social.

A institucionalização do Programa Mulheres Mil está pautada na busca pela oferta permanente de qualificação profissional para mulheres em estado de vulnerabilidade social. Com o cumprimento da meta de 100 mil matrículas em 2016, o Ministério decidiu pela institucionalização do programa por meio de ações e iniciativas que corroborem para o cumprimento das diretrizes do programa”, explica Jussara Campos.

Os desafios da institucionalização do Mulheres Mil perpassam o planejamento institucional já que o exercício envolve não só uma decisão em relação à oferta permanente, mas a criação de uma estrutura que reconhece que o Programa Mulheres Mil contribui para o cumprimento de metas e objetivos institucionais”, completa Jussara Campos.

Para a Assessora da Escola Técnica de Saúde vinculada à Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Juliana Faquim, a institucionalização do Programa Mulheres Mil é muito positiva.  “Até então as experiências com a profissionalização das mulheres em estado de vulnerabilidade social dependiam do Pronatec. Com a institucionalização do programa o processo de elevação de escolaridade do público-alvo se dará de forma regular e em consonância com a missão das universidades em promover igualdade de gêneros e difusão do conhecimento”, comenta Juliana Faquim.

Na reunião, a Setec/MEC apresentou os resultados do grupo de trabalho (GT) da institucionalização anteriormente agrupado com representantes dos Institutos Federais. Será lançado o documento das diretrizes da institucionalização nas Escolas Vinculadas, que após aprovação será implantado.

 

Pronatec Mulheres Mil

O Programa Mulheres Mil foi implantado, inicialmente, como Projeto Piloto, por meio de uma parceria com o Canadá, em 2007, com o objetivo de promover a inclusão social e econômica de mulheres em situação de vulnerabilidade. Em 2013 o Programa passou a integrar Pronatec por meio da iniciativa Bolsa Formação. A oferta é resultado da parceira entre o Ministério de Educação e Cultura (MEC) e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Com o acompanhamento de orientadores, assistentes sociais, pedagogos e psicólogos, as participantes da oferta exclusiva do Pronatec Mulheres Mil, contam com aulas de português, matemática, direito da mulher, inclusão digital, sustentabilidade e empreendedorismo, além da capacitação profissional.

Os cursos são direcionados às beneficiárias titulares e dependentes dos programas federais de transferência de renda, com o objetivo de promover a inclusão educacional, social e produtiva de mulheres em situação de vulnerabilidade.

Salesiano Dom Bosco recebe Jovens Escribas nesta sexta-feira

O projeto “Por entre letras, músicas e poemas do Brasil” vai promover um encontro entre os alunos do 9º ano do colégio Salesiano Dom Bosco e o Jovens Escribas. O evento será na sexta-feira (16), às 10h50.

O objetivo do projeto é inserir e divulgar as produções dos alunos, mostrando-os como agentes transformadores. A palestra do Jovens Escribas tem como propósito aproximar os educandos de importantes autores locais para incentivar o desenvolvimento da cultura regional brasileira, além de estimular o prazer pela literatura.

Encontro de RH discute Etiqueta Profissional

O evento é gratuito e será realizado na UNINASSAU Natal, unidade Capim Macio

 

A Faculdade UNINASSAU Natal, por meio do Núcleo de Trabalhabilidade, promove nesta quarta-feira (14), o encontro de Gestores de Recursos Humanos. O evento acontece às 19h30min, na unidade Capim Macio e reúne gestores e analistas de recursos humanos, com objetivo de aprimorar o comportamento social e profissional na busca de melhores resultados.

Durante o evento serão debatidos os seguintes assuntos: Marketing pessoal; Etiqueta ao vestir – homem e mulher; O que é ser ético; Cartão de visita; Relacionamento Interpessoal; Etiqueta para diversas ocasiões; Postura, apresentação e aparência pessoal; Regras de cumprimentos e o Novo Perfil Profissional.

O Encontro de Gestores de Recursos Humanos será realizado no campus do bairro de Capim Macio, localizado na Avenida Engenheiro Roberto Freire, nº 1514.

As inscrições podem ser feitas através dos telefones (84) 3344-7807/99421-3972, ou pelo e-mail carreiras.nat@mauriciodenassau.edu.br .

Em Natal, faculdade promove dia de descontos em graduações

Bolsas de até 70% na mensalidade em todas as graduações da Estácio serão distribuídas no ‘Mega Vestibular’. O evento acontece neste sábado (10), em todas as unidades da instituição: Ponta Negra, Alexandrino e Zona Norte. Quem realizar a prova avaliativa já garante o desconto de 40% e quem levar a nota do ENEM ganha 50% de abatimento. Os testes serão aplicados em dois horários: 10h e 12h.

“As inscrições podem ser realizadas na hora, não é preciso pagar nada. É preciso apenas levar caneta para fazer a avaliação e a Carteira de Identidade (RG). Durante a semana entraremos em contato com os participantes informando a pontuação deles e o quanto de desconto ganharam”, informa Diego Dantas, gerente comercial da faculdade. Ele acrescenta que a promoção inclui os cursos presenciais, semipresenciais e EAD.

 

Endereço das unidades Estácio em Natal:

Alexandrino – Av. Alexandrino de Alencar, Nº 708, bairro Alecrim.

Ponta Negra – Av. Roberto Freire, 90 – Capim Macio (próximo ao Banco do Brasil).

Zona Norte – Rua Henrique Dias, 305, no bairro Igapó (rua em frente ao Atacadão).

Violência contra mulher é tema de debate na UNINASSAU

O evento é gratuito e acontece na unidade Capim Macio

 

A Faculdade UNINASSAU Natal, por meio da coordenação do curso de Direito promove nesta quinta-feira (8), mesa redonda cujo o tema é: “Violência contra a mulher: aspectos jurídicos e psicossociais”. A discussão é alusiva ao Dia Internacional da Mulher e acontece às 8h, na unidade localizada na Avenida Engenheiro Roberto Freire, 1422, Capim Macio.

A Mesa contará com as participações do Juiz responsável pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica (CE-Mulher), Deyvis Marques; a Professora e Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Daline Maria de Souza, e como mediadora a Professora da UNINASSAU, Tereza de Luzieux.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da UNINASSAU, Stefani Leite Cavalcanti, o evento é uma grande oportunidade para que os alunos possam refletir sobre a realidade das mulheres que vivem esse tipo de violência. “É uma oportunidade única para os alunos, principalmente dos cursos de Direito e Serviço Social, que costumam vivenciar no dia a dia situações ligadas a violência contra mulher”, disse.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da UNINASSAU, ou na Secretaria da Coordenação do Curso de Direito, localizados na unidade em Capim Macio.

 

Serviço:

Mesa Redonda sobre o tema “Violência contra a mulher: aspectos jurídicos e psicossociais”.

Data:

08 de março de 2018, de 8h às 11h.

Inscrições:

NPJ durante o dia e a noite na Secretaria do Curso de Direito (Av. Engenheiro Roberto Freire, 1514 – Capim Macio, Natal – RN, 59080-400. Prédio anexo, ao lado da piscina). De 02 a 08 de março. Telefone: (84) 3344-7815. Vagas limitadas.

Clínica de Fisioterapia retoma atendimentos gratuitos para crianças com microcefalia

As vagas estão disponíveis para pacientes de 0 a 3 anos e os atendimentos ocorrem na faculdade Estácio em Ponta Negra

 

O Grupo de Atenção à Criança com Microcefalia da Estácio (GACRIM), formado por alunos e professores do curso de Fisioterapia da Estácio Ponta Negra, abre novas inscrições para pacientes com microcefalia. Os atendimentos fisioterapêuticos são gratuitos e as sessões objetivam a estimulação precoce das funções motoras dos pacientes – crianças de 0 a 3 anos. Após inscrição e triagem, o atendimento inicia já nesta sexta-feira (2).

Como novidade para este semestre, o grupo implantará um instrumento especial que apresenta uma quantificação da evolução dos pacientes, informa Luan Simões, coordenador do projeto. “Recebemos crianças com diferentes níveis de gravidade da microcefalia e, dependendo do quadro, verificamos progressos rápidos, e outros que levam mais tempo. Este novo instrumento daremos um retorno mais personalizado para cada paciente”, acrescenta o coordenador.

Nas sessões, os pacientes são estimulados a perceber seu próprio corpo, além de realizarem exercícios para o fortalecimento muscular. “O tratamento é com as crianças, mas também os familiares recebem orientações. A ideia é que as atividades sejam estendidas ao cotidiano da família, para que seja alcançado um melhor resultado”, acrescenta o professor de Fisioterapia da Estácio.

 

Microcefalia

A microcefalia é uma malformação congênita que pode ser ocasionada pela exposição de fatores de riscos, como por exemplo: infecções por sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus, desnutrição grave, entre outros. Mais recentemente, foi comprovada a relação da infecção pelo Zika Vírus na causalidade da microcefalia. No Rio Grande do Norte foram notificados 519 casos suspeitos de microcefalia e/ou outras malformações relacionadas às infecções congênitas, desde 2015 a dezembro de 2017.

 

Atendimento

Os atendimentos são semanais, sempre às sextas-feiras no período da tarde. Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com a Clínica de Fisioterapia, exclusivamente no horário da tarde, pelo número 3642-7531.

UNINASSAU oferece atendimento jurídico à população

Os atendimentos são gratuitos e serão realizados a partir da próxima segunda-feira (05)

 

A Faculdade UNINASSAU Natal, através do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), promove nesta segunda-feira (5), às 9h, atendimento jurídico gratuito a população na Casa da Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte.

Os atendimentos fazem parte de um novo convênio firmado entre a UNINASSAU e o Tribunal de Justiça, como meio de incentivar a prática jurídica dos alunos e ainda atender a população carente da capital potiguar e região.

De acordo com coordenadora do NPJ da UNINASSAU, Stefani Leite Cavalcanti, a partir dessa semana a UNINASSAU terá três salas de atendimento na Casa da Justiça e Cidadania, órgão vinculado à SEJUC, onde são oferecidos serviços integrados à população da zona norte. “Firmamos este convênio para atuarmos durante esse primeiro semestre, podendo se estender ao longo do ano. A partir de agora, estaremos todas as segundas-feiras com uma equipe formada por professores e alunos da instituição”, explicou.

A central do cidadão está localizada na Av. Dr. João Medeiros Filho, 2300 – Potengi- Shopping Estação em Natal. Além dos atendimentos na zona norte, o Núcleo oferece seus serviços de orientações jurídicas diariamente no Núcleo de Práticas Jurídicas da Instituição em Capim Macio.

Faculdade realiza declarações de IR gratuitamente

Atendimentos acontecem todas as terças e sextas-feiras na Estácio Alexandrino

 

O contribuinte que tem dúvidas na hora de fazer sua declaração do Imposto de Renda pode contar com a orientação gratuita do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) da Estácio Alexandrino. Alunos e professores do curso de Contabilidade realizam o atendimento todas as terças-feiras das 16h às 18h30 e sextas-feiras das 18h30 às 21h na faculdade, localizada na Av. Alexandrino, na Rua Alexandrino de Alencar, Nº 708, bairro Alecrim.

A entrega da declaração do IR começou nesta quinta-feira (01) e segue até o dia 30 de abril.  Aqueles que não respeitarem o prazo estão sujeitos ao pagamento de multa de 1% por mês de atraso. O valor mínimo de cobrança é de R$ 165,74 e, o máximo, pode chegar a 20% do imposto devido.

São obrigados a declarar os contribuintes que tiveram um ganho anual bruto superior a R$ 28.559. Quem obteve rendimento inferior a este é isento. Os trabalhadores que se adiantarem têm mais chances de receber a restituição nos primeiros lotes – a partir de 15 de junho. O último lote será em 17 de dezembro.

Mais informações pelo telefone: (84) 3298-1618

Quais são os documentos necessários para IRPF 2018?

 

Pessoais:

CPF/RG/Título de Eleitor

Comprovante de endereço atualizado

Declarações dos anos anteriores (se tiver)

Dependentes (CPF obrigatório acima de oito anos de idade)

CPF do cônjuge, caso tenha

Número de telefone/e-mail

Cargo ocupado na empresa em que trabalha

 

Bens e direitos:

Recibo de compra e venda de veículos – com valor e forma de pagamento

Escrituras e/ou contrato de compra e venda de Imóvel Urbano – com valor e forma de pagamento

Extrato de rendimentos financeiros

Empréstimos

Consórcios

Financiamentos

Títulos de capitalização

Previdência privada

Extrato de controle de animais do INDEA (para atividade rural)

Escritura e/ou contrato de compra e venda de Imóvel Rural

 

Renda:

Informe de rendimentos (fornecido pela empresa)

Extrato de aposentadoria/auxilio doença

Ação trabalhista

Pensão alimentícia (Decisão judicial que comprove recebimento)

Recebimento de FGTS (comprovante)

Aluguel (contrato ou extrato da imobiliária)

Pagamentos dedutíveis do Imposto:

Extrato de pagamentos de plano de saúde individual

Recibo (com CPF) e/ou Nota Fiscal de pagamento a médicos, dentistas, hospitais, laboratórios.

Extrato de pagamentos a escolas, faculdades e cursos (exceto escola de idiomas)

Recibo de doações

Recolhimento de carnê INSS pessoa física

Pensão alimentícia (Decisão Judicial)

Recolhimento de INSS para empregada doméstica

Pagamento de aluguel

MEI’s com CNPJ cancelados podem se regularizar

Núcleo de Apoio Fiscal da Estácio Alexandrino realiza atendimentos aos microempresários gratuitamente

 

No início deste ano, 1,3 milhão de Micros Empreendedores Individuais (MEI’s) tiveram seus CNPJ cancelados em todo o Brasil. Somente no RN, quase 17 mil microempresas tiveram registro cancelado em 2018. Caso não se regularizem, os contribuintes poderão até ter seus bens penhorados. No Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da faculdade Estácio Alexandrino os microempresários podem verificar suas situações e renegociar os débitos.

Os cancelamentos aconteceram por inadimplência da guia do imposto mensal ou por falta de envio da declaração anual (DASN-SIMEI) referentes aos anos de 2015 e 2016, como explica a professora de Contabilidade da Estácio, Lyana Gurgel. “Os débitos do MEI migrarão automaticamente para o CPF vinculado e, a não regularização de fato, ocasionará multas e prejuízos para o contribuinte. Se esses débitos forem inscritos na dívida ativa para fins de cobrança judicial, terá a possibilidade de penhora de bens”, afirma.

Os microempreendedores que não têm a certeza sobre a sua situação, podem comparecer ao NAF para consultar seu cadastro e, caso desejem, poderão se regularizar e pagar suas contribuições em atraso. No entanto, não será mais possível utilizar o CNPJ cancelado. “A única possibilidade é de parcelar os débitos em até 60 vezes, e depois criar um novo CNPJ”, explica.

O Núcleo de Apoio Fiscal está localizado nas instalações da Estácio Alexandrino, na Rua Alexandrino de Alencar, Nº 708, bairro Alecrim. Os dias e horários de atendimento são todas as terças-feiras das 16h às 18h30 e sextas-feiras das 18h30 às 21h.

Cursos gratuitos começam segunda-feira (05) na Estácio Zona Norte

Começam, a partir da próxima segunda-feira (05), os cursos gratuitos oferecidos pela Estácio Zona Norte dentro da 1º Qualificação de Verão da unidade. As aulas acontecem até a sexta-feira (08), sempre às 19h.

A programação começa com uma aula introdutória sobre defesa pessoal com base na arte marcial israelense Krav Maga. O nome em hebraico significa “combate corpo-a-corpo” e envolve técnicas de luta, torções, defesa contra armas, bastões, facas, agarramentos e golpes.

Em seguida, empresários e comerciantes da região terão a oportunidade de conhecer técnicas para incrementar suas vendas através das redes sociais, com a oficina Marketing Digital: como aumentar suas vendas através das redes sociais. Alternativas simples e práticas para transformar a decoração do seu comércio serão abordadas na oficina: dicas simples de decoração para transformar sua casa ou comércio.

Já o curso de Novas Tecnologias da Informação trará novos conceitos para a dinâmica de ensino e aprendizagem. Estará em discussão a nova didática da “sala de aula invertida”, em que o estudante tem o contato com o conteúdo antes da aula – com vídeos, textos, arquivos de áudio, games e outros recursos -, e no encontro em sala, coloca em prática o aprendizado.

A Estácio Zona Norte fica localizada R. Henrique Dias, 305, no bairro Igapó. Mais informações sobre os cursos pelo telefone 3674.8570.

 

Oficinas disponíveis

05/03: Gestão em Segurança Preventiva: Krav Maga Operacional

06/03: Marketing Digital: como aumentar suas vendas através das redes sociais

07/03: Dicas simples de decoração para transformar sua casa ou comércio

08/03: Novas Tecnologias da Informação: saiba como seu aluno pode aprender mais através da sala de aula invertida

Faculdade oferta cursos gratuitos para Zona Norte

A Estácio Zona Norte realiza ‘Qualificação de Verão’ com atividades acadêmicas para diferentes áreas de trabalho

 

Marketing digital, decoração de interiores, novas Tecnologias da Informação e arte marcial Krav Maga operacional. Estes são os temas dos cursos de qualificação promovidos pela Estácio Zona Norte. Aberta a alunos e à comunidade gratuitamente, a 1º Qualificação de Verão da unidade acontece de 5 a 8 de março, com aulas todos os dias, sempre às 19h.

No primeiro dia será realizada uma aula básica de defesa pessoal com base na arte marcial israelense Krav Maga. O nome em hebraico significa “combate corpo-a-corpo” e envolve técnicas de luta, torções, defesa contra armas, bastões, facas, agarramentos e golpes.

Durante a programação do evento, os empresários e comerciantes da região terão a oportunidade de conhecer técnicas para incrementar suas vendas através das redes sociais, além de ter acesso a alternativas simples e práticas para transformar a decoração do seu comércio. As dicas também servem para os espaços domésticos.

No âmbito educacional, o curso de Novas Tecnologias da Informação trará novos conceitos para a dinâmica de ensino e aprendizagem. Estará em discussão a nova didática da “sala de aula invertida”, em que o estudante tem o contato com o conteúdo antes da aula – com vídeos, textos, arquivos de áudio, games e outros recursos -, e no encontro em sala, coloca em prática o aprendizado.

A ideia do ‘Qualificação de Verão’ é disponibilizar conteúdo de informação a quem deseja se qualificar no mercado de trabalho, além de promover experiências profissionais para quem ainda está em dúvida sobre qual carreira seguir”, explica Tâmara, gestora acadêmica da Estácio ZN.

A Estácio Zona Norte fica localizada R. Henrique Dias, 305, no bairro Igapó. Mais informações sobre os cursos pelo telefone 3674.8570.

 

Oficinas disponíveis

05/03 às 19h: Marketing Digital: como aumentar suas vendas através das redes sociais.

06/03 às 19h: Dicas simples de decoração para transformar sua casa ou comércio.

07/03 às 19h: Gestão em Segurança Preventiva: Krav Maga Operacional.

08/03 às 19h: Novas Tecnologias da Informação: saiba como seu aluno pode aprender mais através da sala de aula invertida.

UNINASSAU promove curso de panificação

A oficina é gratuita e faz parte do projeto Capacita

 

A Faculdade UNINASSAU Natal promove nesta terça-feira (20), workshop sobre “Os 5 segredos da panificação”. O curso será às 19 horas, na unidade localizada na Avenida Prudente de Morais, 3510, Lagoa Nova.

O pão é um alimento muito comum na mesa dos brasileiros, seja ele tradicional, o famoso pão francês, ou os integrais e sem glúten que a cada dia ganham a preferência das pessoas que não abrem mão do tão querido café com pão, inclusive aquelas que não querem sair da dieta ou quem tem algum tipo de intolerância alimentar.

De acordo com o coordenador do curso de Gastronomia da UNINASSAU, Jonatã Canela, durante o curso será possível aprender sobre fermentos, farinhas e materiais necessários para a produção em grande e pequena escala. “A ideia é apresentar de forma prática as técnicas e segredos para cada tipo de pão e os ingredientes fundamentais para o preparo das massas”, explicou.

O evento faz parte das atividades do Projeto Capacita que tem como objetivo oferecer cursos para auxiliar na formação profissional de alunos e da comunidade. Os interessados podem se inscrever pelo site extensao.uninassau.edu.br e devem levar um quilo de alimento não perecível.

Prevenção é o caminho para um Carnaval seguro

Por causa das frequentes aglomerações e contatos íntimos, proliferação de doenças aumenta nesse período festivo

 

Entre o frevo e os amores de Carnaval, é preciso se prevenir para não sair do período de festas com um saldo negativo na saúde. Em um contexto de constante aglomeração, alimentação desregulada e esforço físico, há um favorecimento da propagação de doenças como conjuntivites, mononucleose, e IST’s (Infecções Sexualmente Transmissíveis).

De acordo com a professora do curso de Enfermagem da Estácio Ponta Negra, Isabelle Braga, quando se fala em Carnaval, o sinal de alerta acende, principalmente, para o aumento da incidência de Infecções Sexualmente Transmissíveis. Tanto é que o Ministério da Saúde lançou nessa terça-feira (06) o tema da Campanha de Prevenção do Carnaval 2018: “Prevenir é Viver o Carnaval #VamosCombinar”.

Nos últimos dados do Ministério constam que cerca de 830 mil pessoas vivem com HIV/Aids no País. Estima-se que 136 mil ainda não sabem que estão com o vírus HIV e que 196 mil sabem que têm o vírus HIV, mas ainda não estão em tratamento. “A palavra chave é prevenção. E para prevenir as IST’s o Governo distribui preservativos gratuitamente”, destaca a professora.

Outra ocorrência muito comum é a “doença do beijo”, como é conhecida a mononucleose infecciosa, alerta Isabelle. A troca de salivas, por meio do beijo, é a principal forma de transmissão – por isso o apelido à doença. Os sintomas muitas vezes são confundidos com uma gripe ou resfriado. Febre alta, dor de garganta, e gânglios inchados acontecem após a transmissão do vírus Epstein-Barr (EBV). “Nesse caso o mais indicado é evitar o contato com pessoas que demonstrem sintomas gripais, pois já pode ser a mononucleose, além de manter uma higienização bucal regular”, orienta.

Já a conjuntivite é um pequeno mal que pode gerar um desconforto enorme. A principal orientação da profissional de saúde é priorizar a higiene nas mãos e do rosto. “É interessante também o cuidado com o uso dos produtos de maquiagem e outros objetos que são levados ao rosto. O ideal é não compartilhar”, afirma Isabelle Braga.

Direito de alunos a faltar por motivo religioso está na pauta da Comissão de Educação do Senado

Em sua primeira reunião do ano, na terça-feira (6), a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) pode votar projetos relacionados à liberdade religiosa e à educação indígena.

Na pauta está o projeto de lei (PLC 130/2009) que autoriza faltas escolares em razão da guarda religiosa de determinados dias. O PLC altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) para garantir aos estudantes o direito de não comparecer à aula ou prova marcada para dias em que sua religião proíba a realização de atividades.

Conforme o projeto, que já passou pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), a escola deve oferecer outra possibilidade para o aluno ser avaliado e ter a falta compensada, seja por meio de reposição de aulas, segunda chamada de provas ou de outras providências. Essa possibilidade deverá ser aberta a alunos de qualquer nível de ensino, matriculados em escola pública ou privada. O pedido de ausência terá de ser encaminhado previamente por requerimento fundamentado.

O relator na CE, senador Pedro Chaves (PSC-MS), fez algumas mudanças no texto aprovado pela CCJ após uma audiência em que ouviu representantes das escolas particulares, pais e religiosos. Ele retirou trecho que equiparava as faltas por motivo religioso às demais ausências do aluno no período letivo, não podendo, portanto, ultrapassar o limite previsto na LDB de 25% do total da carga horária curricular. Pedro Chaves também aumentou para dois anos o prazo para as escolas e outras instituições de ensino se adaptarem à nova norma. A versão aprovada pela CCJ determinava que as novas regras valeriam 60 dias depois da vigência da lei.

A proposta terá decisão terminativa na Comissão de Educação. Com isso, se for aprovada com mudanças em relação ao projeto original, retornará para a Câmara dos Deputados. A votação no Plenário do Senado somente será necessária se houver recurso com esse objetivo.

 

Educação indígena

Também está na pauta o Projeto de Lei do Senado (PLS) 737/2015, do senador Telmário Mota (PTB-RR), que cria os territórios étnico-educacionais (TEE) como forma facultativa de organização da educação escolar indígena, inserindo a determinação na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

Os TEEs compreendem terras indígenas, ainda que descontínuas, que sejam ocupadas por povos que mantêm relações inter-societárias caracterizadas por raízes históricas, relações político-econômicas, filiações linguísticas e práticas culturais compartilhadas.

Para Telmário, o projeto reforça e explicita o que já deveria ser praticado, já que a LDB e o Plano Nacional de Educação (PNE) atualmente em vigor determinam a existência de estratégias educacionais adaptadas às necessidades específicas das populações do campo e das comunidades indígenas e quilombolas.

Se a proposta for aprovada, diz Telmário, as comunidades indígenas deixarão de ficar sem norte, sem estrutura e sem recursos e não estarão mais à mercê da boa vontade das autoridades, aceitando passivamente o que é oferecido, quando é oferecido. Essas comunidades, avalia o senador, também poderão participar mais ativamente da definição dos caminhos pedagógicos a serem firmados.

O relator, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), defendeu a aprovação da proposta, por representar “mais um avanço na garantia da oferta de educação escolar de qualidade para as populações indígenas”.

O projeto também será votado em caráter terminativo na CE.

(Agência Senado)

Projeto Cultura na Praça recebe próximo domingo a cantora Nara Costa e o infantil Mickey no Reino das Maravilhas

O projeto Cultura na Praça tem como foco principal a valorização da cultura e dos artistas potiguares, e apresenta todos os domingos uma programação especial para que os potiguares e turistas que visitam a cidade possam curtir com suas famílias. As apresentações acontecem dentro da programação do Domingo na Arena, que ocorre todos os domingos, na praça externa da Arena das Dunas, a partir das 15h, com acesso gratuito.

No próximo domingo (04), a apresentação infantil será o espetáculo Mickey no Reino das Maravilhas, do grupo Fábrica das Maravilhas, e a apresentação musical será com a cantora potiguar Nara Costa, que irá apresentar um show com repertório voltado para as marchinhas de carnaval.

O projeto Cultura na Praça tem realização da Cultura de Valor e patrocínio da Prefeitura do Natal, Programa Djalma Maranhão e Arena das Dunas.

 

SERVIÇO:

CULTURA NA PRAÇA

Praça externa da Arena das Dunas

Domingo, 04 de fevereiro.

Horários:

16h – FitDance e Zumba com a academia Carbofit

17h30 – Apresentação infantil – Mickey no Reino das Maravilhas – Grupo Fábrica das Maravilhas

19h – Apresentação musical com a cantora Nara Costa – prévia de Carnaval

Aumento tarifário estimula economia no consumo de energia

Professor da Estácio ensinará gratuitamente como interpretar e reduzir o valor da conta

 

Na última terça-feira (30), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs um reajuste de 14,88% nas tarifas da Cosern. O reajuste diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária da companhia, processo realizado de quatro em quatro anos. Com a perspectiva de um novo aumento no custo da energia elétrica, os mecanismos para economia são cada vez mais necessários.

Nesse contexto, a Estácio Alexandrino promove amanhã, quinta-feira (01), uma palestra gratuita com o professor do curso de Engenharia Civil da Estácio, Steferson Aderaldo. Ele ensinará como interpretar as tarifas e valores na conta mensal e como melhor reduzir os gastos com a energia elétrica. Além disso, o profissional explanará sobre as características das instalações elétricas em unidades residencial e comercial.

“O custo da energia elétrica para o consumidor irá depender de uma série de fatores. Além dos equipamentos e suas condições operacionais, a forma de contratação da energia poderá causar enormes diferenças de preços entre projetos semelhantes”, explica o professor. Para se ter uma eficiência energética, de forma simples, deve-se reduzir o consumo por meio do uso racional, sem diminuir e até melhorar a qualidade de vida, ressalta.

A palestra faz parte do ciclo de cursos gratuitos de qualificação, promovidos durante o mês de fevereiro. A programação inclui palestras, oficinas e mesas-redondas envolvendo os cursos de Redes de Computadores, Contabilidade, Direito, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Engenharia, dentre outros. A participação é aberta ao público gratuitamente.

A Estácio Alexandrino fica localizada na Avenida Alexandrino de Alencar, 708, no bairro Alecrim. Mais informações através dos emails: emmanoel.junior@estacio.br ou narayara.muniz@estacio.br . Links para inscrições disponíveis na página do Facebook ‘Estácio Alexandrino’.

ENEM – Aalunos do CEI Mirassol conquistam cinco primeiros lugares em cursos da UFRN, dois deles com médias superiores ao 1º lugar de Medicina

Instituição aprovou 56% dos estudantes na 1ª chamada do Sisu para universidades federais e estaduais

 

Nesta segunda-feira (29) foi divulgado o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), e, por mais um ano, o CEI Mirassol se destaca com relação ao desempenho de estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Uma das grandes conquistas deste ano são os primeiros lugares em cinco cursos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN): Engenharia Elétrica, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Física e Ciências Sociais. Com destaque para o primeiro lugar de Engenharia Civil, Lucas de Oliveira Sousa Santos, que obteve a média (804,18) e para Rodrigo Braga de Paiva,1º de Engenharia Elétrica, com média (803,84) ambas mais altas que a média do primeiro lugar aprovado para o curso de Medicina (802,65).  Além disso, a escola obteve, na 1ª chamada do certame, o percentual de 56% de alunos convocados para universidades federais e estaduais.

Maria Célia Andrade, diretora do CEI Mirassol, comemora o excelente resultado e explica que ele é decorrente da metodologia eficaz adotada pela escola. “Contamos com um turno de disciplinas regulares, um turno de aulas complementares e turmas divididas por áreas de interesses. Também intensificamos o apoio psicológico com testes vocacionais profissionais e criamos uma disciplina de teoria e prática argumentativa, focando o preparo dos estudantes para a prova de redação. Além disso, contamos com docentes e discentes dedicados e comprometidos. Só temos a comemorar“, explicou a educadora.

 

Segue a lista com as médias dos primeiros colocados CEI Mirassol – UFRN 2018:

LUCAS DE OLIVEIRA SOUSA SANTOS – 1º lugar Engenharia Civil UFRN – 804,18

RODRIGO BRAGA PAIVA – 1º lugar – Engenharia Elétrica UFRN – 803,84

GABRIL ZUZA DINIZ – 1º lugar Física UFRN – 748,51

MELTIAS REBOUÇAS JALES DE QUEIROZ ASSIS – 1º lugar Engenharia de Alimentos UFRN – 704,08

JOÃO CARLOS LIMA GONDIM DE FARIAS – 1º lugar Ciências Sociais UFRN: 686,63