Em situação de inadimplência junto ao CADIN e SIAFI, Governo do RN não pode receber recursos do Governo Federal

COLUNA_logo

Quanto ao quesito Regularidade perante o Poder Público Federal, no caso CADIN, o governo do Estado do RN encontra-se inadimplente, como também na Regularidade quanto à Prestação de Contas de Recursos Federais recebidos anteriormente, no caso o SIAFI.

Vejam a seguir:

IMAGEM_1IMAGEM_2

É bom o Governador Robinson Faria ficar de olhos bem abertos em relação a tais inadimplências e aproveitar a ocasião da prestação de contas que irá fazer na Assembleia Legislativa para esclarecer aos deputados Estaduais o porquê da não regularidade com os convênios federais.

 

  • EMPREENDEDORISMO

Natal recebe ‘X Encontro das Empresas de Serviços do RN’

Com o tema “Gestão Empresarial, com Foco na Tecnologia e em Resultados de Sucesso”, acontece em Natal, nos dias 17 e 18 de julho, no Praiamar Hotel, o ‘X Encontro das Empresas de Serviços do Rio Grande do Norte’. O evento, uma realização do Sescon/RN e Aescon/RN, pretende debater temas de interesse no momento atual da economia brasileira, como as mudanças do COAF e a carga tributária no país.

Em um momento delicado da economia brasileira, a busca pela qualificação se torna essencial. “O Brasil vive um período econômico complicado. Dessa maneira, acredito que quem busca uma qualificação sai na frente para buscar soluções para conseguir se manter bem e até crescer em períodos de crise. Buscamos palestrantes qualificados, que vão apontar caminhos para os participantes”, destaca o presidente do Sescon/RN, João Antônio de Oliveira Matias.

IMAGEM_3

Chegando a sua décima edição, o Encontro das Empresas de Serviço do Rio Grande do Norte deve reunir até 350 participantes, com uma carga horária de 12h. “O nosso Encontro já entrou no calendário da cidade como um momento importante para reflexão e crescimento para contadores, empresários e pessoas interessadas. São temas voltados para uma classe, mas que tem relevância para qualquer pessoa que tenha interesse por economia”, destaca o presidente.

Com inscrições pelo site (www.sesconrn.com.br), o evento é voltado para profissionais do meio contábil, advogados, administradores, economistas, estudantes e profissionais das empresas de assessoramento, perícias, informações e pesquisas representadas pelo sistema Sescap’s/Sescon’s/Fenacon. A abertura do evento contará com uma palestra de Edison Garcia Júnior, que é advogado tributarista e consultor de diversas empresas nacionais e multinacionais. O primeiro tema será “A Tecnologia e a Relação Cliente x Empresa”. Confira a programação de palestras:

 

Sexta-feira 17/7

-19h45: A tecnologia e a relação cliente x empresa – Uma nova perspectiva

Palestrante: Edison Garcia

 

Sábado 18/7

-8h: As mudanças do COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras)

Palestrante: Ricardo Monello

-9h45: A complexidade da Carga Tributária no Brasil

Palestrante: Yuri Edmond Haupt Ghabril

-11h: A importância da automação nos processos de logística: O que o contador precisa saber para facilitar sua atividade e a dos seus clientes

Palestrante: Edson Matos

-14h: Excelência na gestão de empresas contábeis

Palestrante: Wilson Gimenez Júnior

-15h20: Aumentando a produtividade e rentabilidade no escritório contábil

Palestrante: Gabriel Gaspar

-16h55: Pegada para o futuro – O passo a passo para transformar sonhos em resultados nobres

Palestrante: Fred Alecrim

 

  • GESTÃO PÚBLICA

ENEM 2015: Inscrições para o curso preparatório da Escola Agrícola de Jundiaí continuam abertas

Continuam abertas as inscrições para curso preparatório para o ENEM 2015 ofertado na modalidade de Educação a Distância pela Escola Agrícola de Jundiaí, Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O curso viabilizado através da Coordenação Geral do e-Tec/EAJ/UFRN em convênio com o Instituto Federal do Paraná (IFPR), tem 480 vagas distribuídas nos municípios de Apodi, Areia Branca, Caicó, Ceará-Mirim, Macaíba, Monte Alegre, Natal, São Paulo do Potengi, Touros e Vera Cruz.

Com quatro horas de aulas diárias, o curso será ministrado através de videoaulas e contará com questões de provas anteriores, fórum para dúvidas, além de simulados realizados nos polos do e-Tec/EAJ/UFRN. As inscrições são gratuitas e serão realizadas mediante disponibilidade de vagas.

As inscrições podem ser realizadas nos polos do e-Tec/EAJ/UFRN. Os municípios de Apodi, Caicó, Ceará-Mirim, Monte Alegre e São Paulo do Potengi possuem o maior número de vagas disponíveis. Até o momento foram efetuadas 185 matrículas.

Mais informações: 3342-4816 ou http://www.etec.eaj.ufrn.br/.

IMAGEM_4

O curso

A plataforma do IFPR combina vídeos on-line com elementos interativos como testes, simuladores e fóruns desenvolvidos em parceria com o Projeto Eureka. Estudantes podem assistir aulas fracionadas, acessar materiais complementares e fazer anotações em um caderno virtual. Gestores e professores podem acompanhar os avanços dos alunos, gerenciar turmas e fóruns de discussão.

 

e-Tec Brasil

A Rede e-Tec Brasil é uma ação do Ministério da Educação que tem como foco a oferta de cursos técnicos à distância, além de formação inicial e continuada de trabalhadores egressos do ensino médio ou da educação de jovens e adultos.

Na Rede e-Tec Brasil, os cursos são ofertados através de um sistema de ensino virtual complementado com as atividades presenciais desenvolvidas nos polos de apoio devidamente equipados com infraestrutura necessária destinada aos alunos.

 

  • CONCURSOS PÚBLICOS

INSS

Autorizadas 950 vagas de técnico e analista!

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou a realização do concurso do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) para abertura de 950 vagas de nível médio e superior nos cargos de técnico e analista. A remuneração dos cargos é de R$ 4.886,87 e R$ 7.496,09 respectivamente. A autorização do concurso foi publicada dia 29/06/15 no Diário Oficial da União.

 

-Publicação do edital

O edital deve ser publicado no máximo até seis meses após a publicação da autorização, ou seja, até o final de dezembro/2015. Mas, pode ser publicado antes disso.

 

-Vagas

Serão abertas 950 vagas, sendo:

800 para Técnico do Seguro Social, que exige nível médio de escolaridade. A remuneração é de R$ 4.886,87 (incluindo auxílio-alimentação e gratificação de atividade executiva e de desempenho de atividades do Seguro Social).

150 para Analista do Seguro Social, que exige nível superior em Serviço Social. A remuneração é de R$ 7.496,09 (incluindo o auxílio-alimentação).

 

Enquanto não é publicado o novo edital aproveite o máximo para ir estudando.

(Fonte: Brasil concursos)

 

  • PUXÃO DE ORELHA

Na segurança “SONRISAL” do Governo do Rio Grande do Norte, o natalense não tem “sensação” de segurança nem nas unidades de saúde no Estado.

IMAGEM_5 - Charge Ivan Cabral
Charge Ivan Cabral

 

  • HISTORIAS DA CERVEJA

História da cerveja – a antiguidade II

IMAGEM_6De volta continuaremos com a 2ª parte da ‘História da Cerveja – a antiguidade’.

Já no segundo milênio antes de Cristo e enquanto se assistia à queda do império sumério, surgia uma nova civilização na Mesopotâmia, descendente da civilização Suméria, mas mais avançada cultural e tecnologicamente, e que em muito contribuiu para o avanço no processo de fabricação de cerveja: os Babilônios. Documentos dessa altura indicam-nos que a produção de cerveja era uma profissão altamente respeitada, levada a cabo essencialmente por mulheres. A cerveja continuava a ser mais popular do que o vinho, também já conhecido por aquelas paragens, embora a vinha se reservasse, pelas condições naturais, às regiões montanhosas do Sul da Anatólia e do Cáucaso.

No período babilônico, contavam-se cerca de duas dezenas de diferentes tipos de cerveja, com base em diferentes combinações de plantas aromáticas e no maior ou menor emprego de mel, cevada ou trigo. O Código de Hammurabi, o sexto rei da Babilônia, introduziu várias regras relacionadas com a cerveja no seu grande código de leis. Entre essas leis encontrava-se uma que estabelecia uma ração diária de cerveja, ração essa que dependia do estatuto social de cada indivíduo. Por exemplo, um trabalhador normal receberia 2 litros por dia, um funcionário público 3 litros, enquanto que os administradores e sacerdotes receberiam 5 litros por dia. Outra lei tinha como objetivo proteger os consumidores da cerveja de má qualidade. Ficou assim definido que o castigo a aplicar por se servir má cerveja seria a morte por afogamento! Pelo Código, certas sacerdotisas estavam proibidas de entrar nas tabernas por razões de pureza ritual; por outro lado, estes estabelecimentos preenchiam uma função social para além do fornecimento de comida e bebida (não apenas cerveja, mas também álcool de tâmaras fermentadas), pois eram, como já se referiu, locais de reunião e lazer.

IMAGEM_8Quase todas as cervejas dos babilônios seriam opacas e produzidas sem filtragem. Tal fato, como já vimos, fazia com que bebessem a cerveja através de um predecessor da atual palhinha (no caso dos reis essa palhinha seria de ouro…), o que evitava que ingerissem o resíduo que se acumulava no fundo e que seria bastante amargo. No entanto, essa situação não impedia que a cerveja aí produzida fosse bastante conceituada, chegando os babilônios a exportar grandes quantidades para o Egito.

Tal como os Babilônios, os Egípcios produziam cerveja desde tempos ancestrais, sendo que esta fazia parte da dieta diária de nobres e fellahs (camponeses). Para além de bem alimentar, servia também como remédio para certas doenças. Um documento médico, datado de 1600 a.C. e descoberto nas escavações de um túmulo, descreve cerca de 700 prescrições médicas, das quais 100 contêm a palavra cerveja. A sua importância é também visível nos aspectos religiosos da cultura egípcia. Nos túmulos dos seus antepassados, para além dos artefatos habituais como incenso, joias e comida, era também habitual encontrar provisões de cerveja. E em casos de calamidade ou desastre natural, era frequente a oferta de grandes quantidades de cerveja aos sacerdotes de forma a apaziguar a ira dos deuses.

Semana que vem a 3ª parte da história da cerveja – a antiguidade.

 

“A melhor rede social ainda é uma mesa rodeada de amigos e uma boa cerveja”

 

  • FRASE DA SEMANA

DEPUTADO JOSÉ DIAS“O governo vem com um argumento um pouco ‘cabuloso’. Está justificando suas ações com erros dos outros”.

(José Dias, Deputado Estadual rompido com o atual governo, criticando o processo antecipado da prorrogação da venda da conta ao Banco do Brasil).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *