Rio Grande do Norte entre os piores no Brasil no índice de Cadastro Ambiental Rural – CAR

COLUNA_logo

Pouco mais da metade da área rural do país foi cadastrada dentro do prazo, e adivinhe, um dos piores índices estão no Nordeste (15,3%).

Criado pela Lei 12.651/12, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um registro eletrônico, obrigatório para todos os imóveis rurais, formando base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas, como de demais formas de vegetação nativa do Brasil, e serve para planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais.

IMAGEM_1

Além do mais, produtores tinham mais um ano para preencher o CAR (Cadastro Ambiental Rural), mas o prazo foi prorrogado porque até agora quase metade da área ainda não foi cadastrada. Segundo o Serviço Florestal Brasileiro, cerca de 201 milhões e 500 hectares foram cadastrados, o que representa 54% do total da área agrícola.

IMAGEM_2

A coluna consultou o site do Governo do estado do Rio Grande do Norte, através do portal da Secretaria, mas não encontramos nada referente ao CAR, além do mais, no Portal da Transparência do Governo do Estado também não foi encontrado nada que, por sinal, encontra-se totalmente desatualizado.

IMAGEM_3

 

  • EMPREENDEDORISMO

Pré-aceleradora de startups da Estácio seleciona projetos para o segundo semestre de 2015; O programa faz capacitação e mentoria de startups gratuitamente

IMAGEM_4O Espaço NAVE – Núcleo de Aceleração e Valorização da Estácio – está com as inscrições abertas para o terceiro ciclo de pré-aceleração, que começa em agosto. Dedicado aos empreendedores com ideias técnicas e economicamente viáveis, o programa capacita startups de todo o país.

Realizado em ambiente inovador, o programa promove capacitação e mentoria gratuitas, oferecidas por especialistas do mercado, de diversas áreas, necessárias para a construção de uma empresa. O objetivo é criar uma rede de startups e profissionais que estimule e inspire um futuro inovador aos participantes e alunos da Estácio.

O terceiro ciclo de pré-aceleração acontecerá de agosto a dezembro de 2015. Ao final do programa, todos os participantes terão desenvolvido protótipos funcionais e validados, que serão apresentados a investidores do mercado. A ideia é que o empreendedor finalize o ciclo apto a ingressar nos principais programas de fomento ao empreendedorismo do Brasil e do exterior.

 

Processo seletivo para o Startup NAVE

Para participar do processo seletivo do 3º Ciclo de Pré-Aceleração Startup NAVE, basta preencher o formulário disponível em www.estacio.br/startupnave. As inscrições estão abertas até hoje (26 de junho). No ato da inscrição é necessário enviar um vídeo de um minuto para apresentar o projeto. A startup deverá ser formada por uma equipe de duas a cinco pessoas, com as habilidades necessárias para gerir o negócio e pelo menos um dos integrantes deve ser aluno ou ex-aluno da Estácio. Além desses requisitos, é necessário que pelo menos um dos integrantes do grupo tenha disponibilidade integral para cumprir a carga horária completa do programa no ESPAÇO NAVE. Para a seleção, serão considerados os aspectos financeiros, tecnológicos, mercadológicos e o histórico dos empreendedores do projeto. No dia 10 de julho serão divulgados, no site do projeto, as startups pré-selecionadas, que terão que se apresentar para uma banca de jurados formada por profissionais da NAVE, professores da Estácio e profissionais da área de empreendedorismo.

Aos selecionados, o programa terá início em 3 de agosto. A Estácio não cobre despesas de locomoção e estadia para candidatos que vierem de fora da cidade Rio de Janeiro.

 

Sobre o Programa de Pré-Aceleração StartupNAVE

O programa é composto por um ciclo presencial de quatro meses, dividido em três fases: formação, lançamento e órbita. Mais de 30 startups já fizeram parte do programa.

IMAGEM_5

Esta trajetória de pré-aceleração culminará no Dia-D, com o Demoday do Startup NAVE, um dia em que os participantes terão a oportunidade de apresentar os resultados obtidos para investidores, aceleradoras, especialistas, mentores e convidados integrantes do ecossistema de empreendedorismo digital.

 

  • GESTÃO PÚBLICA

Escrituração Contábil Digital deve ser enviada até 30 de junho

IMAGEM_6Termina no dia 30 de junho o prazo para emissão da Escrituração Contábil Digital (ECD), obrigação anual inserida no Sistema Público de Escrituração Digital (Sped). Essa é a versão digital dos livros diários, balancetes e demonstrações contábeis.

Devem adotar a ECD as empresas tributadas no lucro real; as de lucro presumido que distribuírem lucros superiores ao valor da base de cálculo do Imposto de Renda; algumas pessoas jurídicas imunes e isentas, além das Sociedades em Conta de Participação. As empresas tributadas pelo Simples Nacional e sociedades simples estão dispensadas da obrigação.

O gerente contábil da Rui Cadete Consultores, João Cruz, alerta que o descumprimento do prazo gera multa de até R$ 1.500,00 por cada mês de atraso, portanto, os empresários devem ficar atentos. Na Rui Cadete, as equipes trabalham para enviar as informações de todos os seus clientes com o máximo de antecedência da data limite.

 

 

  • CONCURSOS PÚBLICOS

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e Escola Nacional de Administração Pública (Enap)

As inscrições para concurso que oferece 556 vagas para todo o Brasil foram prorrogadas. Oportunidades de níveis médio e superior. Há vagas para administrador, analista técnico-administrativo, arquivista, contador, médico, técnico em assuntos educacionais, arquiteto, economista, engenheiro, analista em tecnologia da informação, assistente social, geógrafo e geólogo.

Salário: até 5.596,31 reais

Inscrições: até 15 de julho pelo Cespe

(Exame)

 

  • PUXÃO DE ORELHA
Foto Portal NoAr
Foto Portal NoAr

Governador Robinson falta com a palavra, viaja de férias para a Argentina, e deixa para o seu vice a assinatura para iniciar o polêmico processo de desapropriação de terreno para TCE/RN.

O Governo do Estado publicou na edição do Diário Oficial desta quinta-feira (25) o decreto que dá início ao processo de desapropriação do terreno vizinho ao Edifício Luciano Barros, na Rua Joaquim Fabrício, no bairro de Petrópolis, zona Leste da capital, com o objetivo de ampliar as instalações do Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte (TCE-RN).

De acordo com a publicação, assinada pelo vice-governador Fábio Dantas, após a declaração de utilidade pública os representantes legais do TCE-RN poderão entrar no local. Contudo, somente após a consumação da desapropriação ou a imissão da provisória de posse é que o terreno passará a ser administrado pelo tribunal.

Ainda segundo o decreto, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) fica autorizada a adotar as providências necessárias à efetivação da desapropriação. Ou seja, “Faça o que eu digo, Não faça o que eu faço”.

(Tribuna do Norte)

 

  • HISTÓRIAS DA CERVEJA
IMAGEM_8
Hofbräuhaus em Munique. Lugar que todo cervejeiro que se preze tem que conhecer antes de morrer.

Hofbräuhaus. O templo da cerveja, em Munique.

Enquanto no Brasil temos um consumo anual de 47 litros de cerveja por habitante, na Alemanha esse consumo vai para 117 litros, fazendo do país o segundo maior consumidor de cerveja do mundo. Além de apreciarem uma boa loira, também são especializados em produzi-la, o título de “país das cervejas” foi conquistado em virtude das mais de 1200 cervejarias ativas na produção de mais de 5 mil marcas. Sabendo de tudo isso, hoje vou te levar diretamente para a Meca das cervejas.

 A história da Hofbräuhaus começa em 1589 quando o marrento Duque da Baviera resolveu que iria fabricar a sua própria cerveja para não ter que pagar os altos preços da bebida que era comprada em Einbeck, na Baixa Saxônia. Assim foi fundada a Hofbräuhaus que, em alemão, significacervejaria da corte. A cerveja ficou restrita à nobreza até 1828, ano que a cervejaria foi aberta ao público. Pelo que dizem teve festa dia e noite em Munique para comemorar a inauguração.

IMAGEM_9

Durante todos esses séculos a cervejaria colecionou história incríveis. Diz a lenda que durante a Guerra dos 30 anos, o exército sueco, que estava prestes a atacar a Alemanha, foi silenciado com 60 mil litros da cerveja, poupando o lugar. Dizem também que o grande incêndio de 1823 foi apagado graças a litros de cerveja, já que a água estava toda congelada por causa das baixas temperaturas.

A cervejaria também contou com ilustríssimos e importantíssimos clientes, muitos deles assíduos, como Mozart, a Impreratriz Sissi de Viena e até Lenin, que chegou a escrever em suas memórias que se lembrava “com carinho da Hofbräuhaus, onde a boa cerveja atenua as diferenças de classe”. Foi também na Hofbräuhaus que Adolf Hitler organizou as cartas contendo os ideais do Partido Nazista e fez diversos discursos para os seus amigos.

IMAGEM_10

 “A melhor rede social ainda é uma mesa rodeada de amigos e uma boa cerveja”

 

  • FRASE DA SEMANA

“Vá em paz, meu pai. Vá em paz que a gente vai continuar indo em frente como o senhor deseja”.

(Carlos Eduardo, Prefeito de Natal, em sua despedida no velório de seu pai, Agnelo Alves)

1 pensou em “Rio Grande do Norte entre os piores no Brasil no índice de Cadastro Ambiental Rural – CAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *