Em Parnamirim, Maternidade Divino Amor dispõe de UTI neonatal qualificada; “Aqui, acolhemos uma mãe melhor do que qualquer maternidade privada”, afirma pediatra

UTI NEO NATAL_ParnamirimA Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal da Maternidade do Divino Amor disponibiliza um atendimento especializado para bebês prematuros e com necessidade de cuidados especiais. Os recém-nascidos são assistidos por uma equipe multidisciplinar até completarem 28 dias de vida – dependendo da complexidade e podendo ficar até dois anos em acompanhamento. Até junho deste ano, 142 pacientes foram atendidos pela UTI, numa média de 20 mensalmente.

A coordenadora da UTI neonatal, Tania Maruoka, explica que o foco desse tipo de atendimento são os bebês que apresentam complicações durante o período neonatal. “O público-alvo são recém-nascidos que não completaram 37 semanas gestacionais e apresentam baixo peso, problemas cardíacos, pulmonares e infecções”, conta a médica.

Tania ainda ressalta que o acompanhamento é seguido por etapas e pode durar até os dois anos de idade. “Passada essa fase inicial de recuperação, os bebês vão para a Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo). Em seguida, para a Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa), até à alta“, explica.

Para garantir o cuidado integral, a maternidade do Divino Amor dispõe de 10 leitos equipados com tecnologia avançada e uma equipe técnica multidisciplinar qualificada com médicos neonatologistas, neuropediatra, enfermeiras, fonoaudiólogas, fisioterapeutas, farmacêuticas e equipe de terapia nutricional, entre outros. A UTI foi instalada em 2007.

Além do atendimento técnico composto por profissionais especializados, outro diferencial da UTI neonatal do Divino Amor, é o incentivo ao aleitamento materno. Para isso, a estrutura conta um Banco de Leite – uma sala de apoio à amamentação – destinada à coleta de leite humano e que possui um profissional exclusivo para orientação e incentivo à prática.

O atendimento de ponta da UTI neonatal na Maternidade não se limita aos parnamirinenses. A estrutura recebe pacientes de vários municípios do estado. “Aqui, nós acolhemos uma mãe muito melhor do que qualquer maternidade privada” completa a pediatra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *