Blog editado a partir de Natal/RN - Brasil.

Publicidade
Instagram
Twitter
Publicidade
Buscar
Calendário
outubro 2017
S T Q Q S S D
« set    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Publicidade
Publicidade
Publicidade Vídeo

Uma homenagem da Prefeitura de Natal para os Professores

Setembro Amarelo prepara alunos para competências socioemocionais

O Núcleo de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Parnamirim – SEMEC deu início ao projeto Educação Socioemocional para o Autoconhecimento e a Cultura da Paz, na última quarta-feira (20).

Aliado à campanha Setembro Amarelo, o projeto pretende ser uma alternativa para possibilitar as crianças e adolescentes, formas mais eficazes de lidar com as dificuldades do viver, relativas às interações sociais e às emoções, prevenindo depressões profundas e suas consequências, até mesmo fatais.

De acordo com a psicopedagoga Lucélia Bezerra, da Sala de Recursos Multifuncionais da Escola Desembargador Silvino Bezerra Neto, há relatos no bairro de Santa Tereza, de alunos que precisam dessa assistência, inclusive, porque já viveram a triste experiência da automutilação sugerida em jogos virtuais, um problema comportamental entre jovens de todo o Brasil que precisa ser enfrentado.

“Acompanhamos estes alunos desde 2015. Os desafios são enormes. Após esta intencionalização do projeto, pretendemos aplicar um cronograma de ações e expandí-lo para outras escolas, onde estamos diagnosticando situações de alunos que precisam de apoio emocional“, disse a psicopedagoga Lúcelia.

Dentre as próximas ações do projeto, estão a criação de grupos focais para observar as necessidades emocionais dos alunos no período de um ano. Além disso, o acompanhamento psicológico quinzenal aos professores que vão conduzir estes grupos focais.

“Muitos alunos, na adolescência, vivem um momento em que não preveem claramente, as consequências de seus atos, deixando que a emoção possa levá-los a agirem com falta de responsabilidade sobre seu próprio corpo e vida”, disse Ana Lúcia Maciel, Secretária Adjunta da SEMEC.

“Precisamos cuidar destes jovens e é isso que, com a Educação, pretendemos prevenir, encontrando os caminhos com apoio da Assistência Social e da Saúde, para a solução desses problemas”, disse a adjunta Ana Lúcia, parabenizando o esforço e a capacitação do Núcleo de Educação Especial pela iniciativa de desenvolvimento do projeto.

Deixe o seu Comentário!