Blog editado a partir de Natal/RN - Brasil.

Publicidade
Instagram
Twitter
Publicidade
Buscar
Calendário
agosto 2018
S T Q Q S S D
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Publicidade
Publicidade
Publicidade Vídeo

Uma homenagem da Prefeitura de Natal para os Professores

Henrique é inocentado pelo STJ de processo usado contra ele por Robinson Faria na campanha eleitoral

Foto Rayane MainaraDeu na TRIBUNA DO NORTE.

 

USO POLÍTICO, REPARAÇÃO TARDIA.

O Superior Tribunal de Justiça emitiu certidão do trânsito em julgado sobre o Recurso Especial número 1413013, que inocentou o senador Garibaldi Alves Filho e o ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves. Ou seja, é o final do processo no Judiciário e com a absolvição dos acusados. O processo era referente ao suposto uso da Secretaria de Governo para promover uma candidatura, que nem mesmo chegou a ser lançada.

Um processo absurdo, sem nenhuma fundamentação legal, que foi preciso depois de tanto tempo e irresponsáveis explorações políticas, ser arquivado por unanimidade pelo STJ”, destacou o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves.

Ele lamentou que a reparação chega tardia. “Reparação tardia, mas que chega pela consciência jurídica do país. Fico feliz pela justa reparação que sempre confiei”, comentou.

A decisão do STJ confirma o entendimento, a unanimidade, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

O processo no qual o senador e o ex-presidente da Câmara dos Deputados figuravam como acusados ganhou destaque na recente campanha eleitoral, do ano passado, onde o então candidato ao Governo Robinson Faria tentava usar o fato do processo, embora com decisões favoráveis aos dois líderes do PMDB, ainda não havia transitado em julgado. Fato que agora se confirma.

Ainda na campanha eleitoral do ano passado a coligação de Robinson Faria usou reiteradamente os fatos. E a campanha do então candidato Henrique Alves manteve o esclarecimento de que o processo, em todas as instâncias pelas quais já havia tramitado, teve absolvição inclusive com a decisão unânime da Corte do Judiciário Estadual potiguar. O fato agora culmina com o trânsito em julgado e a absolvição dos líderes peemedebistas.

Deixe o seu Comentário!