MPRN aponta notas fictícias e desvio de quase R$ 34 mil no gabinete do vereador Dinarte Torres

De acordo com as investigações do MPRN, no caso do gabinete do vereador Dinarte Torres Cruz, foram manipulados de forma artificial sete títulos de crédito com notas fictícias em prestações de contas oficiais para ludibriar qualquer controle nas contas apresentadas à Câmara Municipal, desviando o montante de R$ 33.920,00.

Confira na íntegra: Decisão e petição – Dinarte Torres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *