PSDB entrou com ação contra senadora Zenaide

Advogado do PSDB na representação movida contra a senadora Zenaide Bezerra (PROS) por captação ilícita de recursos de campanha, Felipe Cortez diz que a iniciativa foi adotada junto à Justiça Eleitoral no Rio Grande do Norte “pelos mesmos motivos que a prestação de contas dela foi reprovada”, sendo toda baseada “na impugnação que o Ministério Público Eleitoral (MPE) fez da prestação de contas da senadora

O advogado da parlamentar, Leonardo Palitot, disse que “não fomos notificados de nada em relação a isso e desconhecemos o assunto”. Mas ele confirma, que a senadora recorreu da decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, que por maioria, desaprovou as suas contas eleitorais em razão de duas inconsistências apontadas no voto do relator: um depósito realizado por meio de cheque cruzado, no valor de R$ 11 mil reais, o qual, segundo a análise, deveria ter sido feito através de transferência bancária, além de quatro doações individuais de R$ 500,00, que somam a quantia de R$ 2 mil reais.

Tento em vista tal decisão, segundo Palitot, foi protocolado Recurso Especial junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) “para demostrar que um depósito feito através de cheque cruzado permite, também, a plena identificação do doador, assim como provar que as quatro doações de R$ 500,00 se destinaram a pagamento do facebook que, no início desta campanha, só aceitava pagamento de pessoa física”.

Portanto, acrescentou Palitot, “esses motivos banais, que somam menos de 1% dos valores movimentados, são inconsistentes para a reprovação das contas, uma vez que são perfeitamente sanáveis e insuficientes para afetar a lisura ou a normalidade do pleito eleitoral”.

O recurso especial interposto pela senadora Zenaide Maia foi autuado em 12 de fevereiro e a relatoria no TSE está a cargo do ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto.

(Tribuna do Norte)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *