Carlos Eduardo: “Todas as capitais possuem um hospital municipal e Natal era a única que não tinha. Estamos dando o que esta cidade nunca teve”

Foto Marco Polo_1 O município do Natal dá o primeiro passo para a realização de uma grande obra que vai beneficiar milhares de natalenses. Na tarde desta segunda-feira (10), o prefeito Carlos Eduardo assinou o contrato de arrendamento do Hospital Municipal de Natal. O secretário de saúde Luiz Roberto Fonseca, representando a Secretaria de Saúde, e o médico Lauro Herculano, representando o Médico-Cirúrgico, também assinaram o contrato. A previsão é que o Hospital Municipal comece a funcionar no próximo dia 12 de outubro.

O Hospital de Natal funcionará no prédio do Hospital Médico Cirúrgico e terá capacidade inicial para 80 leitos, sendo dez de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 de clínica médica e 22 de clínica cirúrgica. A unidade hospitalar contará com atendimento em ortopedia clínica 24 horas e pronto atendimento adulto e infantil 24 horas. Funcionando na sua capacidade total, o Hospital Municipal de Natal realizará em média 23 mil atendimentos por mês e cerca de 500 internações.

Além disso, o Hospital Municipal de Natal realizará cirurgias eletivas nas áreas de cirurgia geral, ortopedia e urologia e concentrará os atendimentos que hoje são realizados no Pronto Atendimento Infantil Sandra Celeste e o Hospital dos Pescadores. Este último passará por uma grande reforma e será reaberto como uma Unidade de Atendimento Especializado.

“Estamos dando para Natal o que esta cidade nunca teve. Todas as capitais do Brasil possuem um hospital municipal, e a nossa era a única que não tinha. Mas hoje esta realidade está mudando. A população de Natal vai ter um atendimento de saúde que merece. Um hospital que atenderá adultos e crianças, um hospital que terá atendimento ortopédico, clínico e, principalmente, psiquiátrico. Hoje, apesar de todas as dificuldades financeiras, assinamos o ato que dará a Natal o seu primeiro Hospital Municipal“, destacou o prefeito Carlos Eduardo.

Segundo o secretário Luiz Roberto, além de oferecer um atendimento de qualidade, o Hospital de Natal trará economia para os cofres públicos, pois centralizará em um só lugar o atendimento de duas unidades. “Além disso, esse hospital poderá receber mensalmente algo em torno de R$800 mil oriundo do Sistema Único de Saúde, em virtude dos serviços que serão oferecidos“, disse o titular da SMS.

A nova unidade hospitalar contará com recepção, sala de atendimento, salas administrativas, sala de reanimação, três salas no bloco cirúrgico, sala de Raios-X baritada, repouso para as equipes assistenciais, estrutura de cabeamento lógico, rede canalizada de gazes, central de esterilização, depósito de materiais de limpeza, subestação de energia com grupo gerador, espaço físico suficiente e necessário para o Serviço de Nutrição e Dietética, refeitório, farmácia, sala de manutenção, necrotério, laboratório, almoxarifado e ainda espaço físico adequado para pronto atendimento com atendimento à urgência e emergência.

O município nos procurou e nos convenceu de que os serviços que serão oferecidos pelo Hospital de Natal são melhores do que os que estamos oferecendo hoje. E foi por isso que decidimos fazer esse contrato”, destacou o proprietário do Hospital Médico-Cirúrgico, Lauro Herculano.

1 pensou em “Carlos Eduardo: “Todas as capitais possuem um hospital municipal e Natal era a única que não tinha. Estamos dando o que esta cidade nunca teve”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *