MÃE LUIZA – Defesa Civil desinterdita 45 imóveis na Rua Guanabara; próximas liberações deverão acontecer na Rua Atalaia

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) por meio da Defesa Civil de Natal iniciou nesta terça-feira (14), o processo de desinterdição das residências afetadas pelo desmoronamento de uma encosta no bairro de Mãe Luiza. A medida se deu após os técnicos confirmarem a conclusão das obras de drenagem e a estabilidade do terreno onde estão edificadas as casas.

Foto Defesa CivilNeste primeiro dia de ação as equipes da Defesa Civil Municipal desinterditaram 45 imóveis situados na Rua Guanabara. Todas as edificações passaram por uma inspeção onde foram avaliadas suas estruturas interna e externa, para somente após receberem a certificação dos agentes da Defesa Civil. O processo de avaliação e desinterdição das residências vai ser sequenciado nesta quarta-feira (15), onde devem ser inspecionados os imóveis edificados na Rua Atalaia.

O secretário adjunto de Defesa Civil de Natal, Pedro Celestino Junior, informou que todos os imóveis estão sendo criteriosamente analisados por uma equipe de dez agentes que estão visitando cada edificação no sentido de efetuar a liberação de uso. “A Defesa Civil vai continuar amanhã o processo de avaliação e para isso nós solicitamos que os proprietários estejam no local e abram os imóveis para que sejam realizados os procedimentos de vistorias das construções”, solicitou.

De acordo com o secretário da Semdes, Osório Jácome, o processo de desinterdição de imóveis foi iniciado devido o adiantamento das obras da encosta de Mãe Luiza afetada pelas fortes chuvas que caíram em Natal ainda no ano passado.

A obra realizada pela Prefeitura no morro de Mãe Luiza se encontra orçada em R$ 7,5 milhões e tem previsão de ser concluída no final do mês de agosto deste ano. O trabalho de infraestrutura compreende a macro e microdrenagem da área afetada, construção de rampa, escadaria, base comunitária, paisagismo e entre outras intervenções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *