Semana Nacional de Ciência & Tecnologia terá programação no Parque da Cidade

semana-de-tecnologia-2016-2O Brasil é um dos maiores produtores de alimentos. É baseado neste importante dado que a 13ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), vai debater vários assuntos a partir desta segunda-feira (17), até o dia 22 de outubro em todo o Brasil, com o tema “Ciência Alimentando o Brasil”. O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte é uma das instituições inscritas, junto com universidades, órgãos públicos das três esferas administrativas, escolas e entidades de defesa do meio ambiente para debater o assunto e promover a aproximação da ciência e da tecnologia com a população.

Questões como o papel da ciência e da tecnologia no agronegócio, segurança alimentar, uso de agrotóxicos nas plantações, alimentos geneticamente modificados, entre outros serão na SNCT 2016. O Parque da Cidade elaborou uma programação própria, de 17 a 22 de outubro, com mesas redondas, exposições, oficinas sobre robótica educacional, alimentação saudável, poluição do ar, astronomia, entre outros assuntos de interesse da população e com atividades lúdicas para todas as idades.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia foi estabelecida pelo Decreto de 9 de Junho de 2004 e é realizada sempre no mês de outubro sob a coordenação do Ministério da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), promovendo eventos que congregam centenas de instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica em todo o País.

“O Parque da Cidade, como Unidade de Conservação e Preservação do Meio Ambiente, une-se a esse objetivo de promover a aproximação da população com o que está sendo estudado, debatido e promovido no Brasil com relação a toda essa temática que engloba o meio ambiente, a ciência e a tecnologia. Este é o segundo ano que o parque participa efetivamente com eventos ligados ao tema, que está tão presente no nosso dia-a-dia”, explica o gestor, Carlos da Hora.

Para elaborar a programação, o Parque da Cidade buscou parcerias com entidades como a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (Fetronor), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Centro de Tecnologia do Gás e Energias Renováveis (CTGás), Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (Fapern) e Astronomia no Zênite que irão informar, debater, pesquisar e expor o trabalho desenvolvido em prol da comunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *