Violência contra a mulher no âmbito doméstico é amplamente debatida na ‘Semana Nacional Justiça pela Paz em Casa’

O prefeito Carlos Eduardo participou, nesta segunda-feira (3), da abertura da segunda edição da Semana Nacional Justiça pela Paz em Casa, no Núcleo de Ações e Programas Socioambientais (NAPS), no prédio do antigo Grande Hotel, na Ribeira. O evento é promovido pelo TJRN, por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e prossegue até a próxima sexta-feira (7).

Foto Aléx RégisCarlos Eduardo destacou o pioneirismo de sua administração no combate a violência contra a mulher no município. “Ainda na minha outra gestão criamos um centro de referência da mulher que era composto por advogados, psicólogos, assistentes sociais entre outros. Na época, nos primeiros três meses nós ficamos muito impressionados com o número de mulheres que acorriam ali em busca de proteção e assistência”, relembrou o prefeito.

Esses números da violência em Natal continuam a preocupar. Os números expressivos de casos, expostos pelo próprio TJRN estima em cerca de 10 mil processos no Estado, com uma média de 200 novos por dia. Segundo dados do IBGE, o RN é o quinto do país com maior índice de casos de violência.

O TJRN oficializou a criação de um segundo Juizado da Violência Doméstica em Natal e assinou, com uma universidade privada, um convênio para direcionar alunos para as diversas varas agilizando o andamento de processos.

Durante toda a semana, as comarcas do Estado deverão realizar audiências e julgamentos em processos de violência doméstica e familiar. Haverá ainda atendimento jurídico com o Plantão Judiciário, para decisões de medidas protetivas, em caráter de urgência.

Nesta terça-feira (4) a desembargadora Zeneide Bezerra, a Câmara Criminal do TJRN realizará uma sessão solene em homenagem ao aniversário da Lei Maria da Penha, de 2006 e a Coordenadoria da Mulher junto com o Núcleo de Ações e Programas Socioambientais (NAPS) e outras instituições realizam atendimento jurídico e de cidadania. Também estão programadas ações no interior do Estado.

Na quarta-feira (5), a programação terá atividades no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, com circuito de saúde, feirinha da economia solidária, apresentações culturais, aulas de dança. Às 15h, está prevista a Sala de Debates, no auditório do Parque, com representantes de da Rede de Atendimentos à Mulher. Na quinta-feira (6), a Zona Norte recebe a Semana no Centro Educacional Dom Bosco. O encerramento oficial da Semana da Justiça pela Paz em Casa acontecerá na sexta-feira (7), às 11h, com uma coletiva de imprensa no Grande Hotel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *